quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Compartilhe

newton-dab

Além dos classificados para a pós-temporada, outra questão da liga profissional de futebol americano ao final do ano é descobrir quem será o grande MVP da temporada regular, em outras palavras, o melhor jogador da NFL. Essa discussão sempre tem início logo no primeiro jogo e isso não foi diferente em 2015. Desde o começo da temporada, alguns nomes surgiram como candidatos, como Aaron Rodgers, Andy Dalton, Tom Brady e Carson Palmer, mas nenhum desses foi tão consistente e regular quanto Cam Newton. Além disso, o QB faz parte do único time invicto da NFL e, sem dúvida nenhuma, ele é o grande responsável por isso. Para justificar essa escolha, vamos primeiro falar sobre como foi e está sendo o ano de 2015 para o atleta do Carolina Panthers e depois fazer pequenas comparações.

Primeira escolha geral do Draft de 2011, Cam Newton foi o escolhido do Carolina Panthers para iniciar uma verdadeira reconstrução no que até então era a pior equipe da NFL. Eleito o calouro ofensivo daquele ano, o atleta mostrou que poderia comandar uma equipe profissional dentro de campo e começou a melhorar o seu estilo de jogo, o que ficou claro em sua evolução de uma temporada para outra.

Se mostrando mais maduro e experiente, o QB perdeu Kelvin Benjamin, seu principal WR, para a temporada de 2015. O que parecia ser uma notícia que comprometeria o ataque e, consequentemente, o ano da franquia foi facilmente contornado por Cam Newton. Com o TE Greg Olsen sendo o alvo mais confiável e experiente, ele conseguiu que os WRs Ted Ginn Jr., Corey Brown, Jerricho Cotchery – que nunca fizeram nada demais na NFL – e o calouro Devin Funchess rendessem o necessário para fazer o ataque pontuar. Juntos eles somam 20 dos 33 TDs aéreos que o QB tem na temporada (os outros 13 são divididos entre Greg Olsen, Ed Dickson, Jonathan Stewart e Mike Tolbert). Se virando, e fazendo mágica, com esses alvos e correndo muito bem com a bola, Cam Newton é o jogador com mais TDs totais na NFL, com 40.

cam-newton-mvp-panthers

“Mas como o Cam Newton pode ser MVP se ele tem pouco mais de 3.000 jardas aéreas e só 58,8% de aproveitamento na temporada?” De fato, é uma pergunta que faz todo sentido, mas, quando escolhemos o MVP, estamos falando daquele atleta que é mais importante para a sua equipe durante o ano, que aparece nos momentos decisivos e que demonstra um ótimo rendimento dentro de campo.

Se olharmos apenas para os números, Philip Rivers deveria estar na conversa para o prêmio e, por melhor que ele esteja jogando, vamos combinar que não está nem perto de ser eleito o MVP da temporada de 2015. Além disso, é bom lembrar que Cam Newton não é um QB que vai ter mais de 4.000 jardas aéreas todo ano. Por ser um atleta que tem uma ótima habilidade para correr, ele acaba equilibrando os passes e corridas, e faz isso tão bem que pode entrar na conversa para ser considerado um dos melhores QBs móveis da história da NFL. Em cinco temporadas como profissional, Newton é o único com pelo menos 3.000 jardas aéreas e 500 jardas terrestres em todas elas, um recorde absoluto. Além disso, nas últimas três partidas foram 13 TDs, apenas 1 INT, 936 jardas aéreas e um aproveitamento de 63% nos passes. Uma outra curiosidade é que o Carolina Panthers é a franquia que mais pontuou em 2015, foram 449 pontos em 14 jogos (média 32 por partida) e o ataque tem todo mérito nisso.

Sobre o baixo aproveitamento de passes em 2015, devemos observar a quantidade de drops dos alvos não tão confiáveis que ele tem em sua equipe. Até agora, Ted Ginn Jr. já deixou 9 passes escaparem e Devin Funchess não segurou 4 bolas. Se todos esses tivessem sido completados, o aproveitamento de Cam Newton subiria para 61%, o que já pode ser considerado bom. Além disso, é evidente a dificuldade de separação e limitação dos WRs do Panthers, o que torna o trabalho do QB mais difícil ainda.

cam-newton-jonathan-stewart

“Mas Cam Newton tem o jogo terrestre ajudando ele, assim é muito fácil”. Sim, ele tem um grande desempenho do RB Jonathan Stewart para auxiliá-lo, mas com certeza esse rendimento tem participação de Cam Newton. Por ser um QB com habilidade para correr com a bola, os adversários se preparam para a possibilidade de uma surpresa, o que dá um pouco mais de espaço para os RBs terem bons números. Mais do que isso, um dos motivos para o Carolina Panthers ser o 3º melhor jogo terrestre da NFL são os números do QB correndo com a bola. Até aqui, são 119 tentativas para 580 jardas e 7 TDs, números melhores até do que alguns RBs da NFL esse ano e, de longe, a melhor marca entre os QBs. Porém, mesmo sem Jonathan Stewart em campo a equipe consegue ter um bom rendimento terrestre, e isso ficou bem claro na partida contra o New York Giants no último domingo. Com o RB fora de combate, Cam Newton botou a bola debaixo do braço, chamou a responsabilidade e liderou a equipe com 8 tentativas para 100 jardas pelo chão.

Outro fator que devemos considerar para a escolha dele como o MVP da temporada de 2015 é a sua postura dentro de campo mesmo em situações de alta exigência. Constantemente colocado em situações de terceiras descidas longas, Cam Newton consegue com muita tranquilidade renovar as descidas do ataque. Além disso, contra o New York Giants e o New Orleans Saints – as duas partidas em que o Carolina Panthers esteve mais perto de perder a invencibilidade – ele não se abalou com a pressão e fez aquilo que está fazendo desde o início da temporada: sorriu e entrou em campo para se divertir. O resultado foram duas vitórias convincentes que mostraram que a equipe está preparada para os duelos de alto nível dos playoffs. Na partida do último domingo, ele precisou comandar uma campanha nos minutos finais começando no campo de defesa para desempatar o jogo e vencer a partida. Com passes seguros para as laterais e corridas decisivas em momentos certos, ele não teve problemas para deixar o K Graham Gano na melhor posição para o chute e manter sua equipe sem derrotas no ano.

cam-newton-celebration-kids

“Mas Cam Newton tem uma defesa que faz com que o time não perca em 2015”. O Carolina Panthers tem a 3ª melhor defesa da NFL em jardas por jogo, não tem como negar isso, mas o setor defensivo do New England Patriots e Arizona Cardinals – equipes de Tom Brady e Carson Palmer, os principais “rivais” de Newton na disputa pelo prêmio de MVP – são o 6º e 7º melhor, respectivamente. Além disso, as duas franquias sofreram menos pontos do que o time de Cam Newton, então esse argumento para menosprezar os feitos do QB do time de Carolina cai por terra quando comparamos as defesas.

O fato do jovem QB estar na frente da corrida pelo prêmio de MVP da temporada de 2015 não apaga a grande temporada de Carson Palmer e Tom Brady, mas por tudo que foi mostrado aqui no texto, não tem como não afirmar que Cam Newton levará o prêmio para a casa. Há um tempo atrás, outro integrante de nossa equipe preparou uma matéria bem detalhada para defender Tom Brady e, se você ainda está em dúvida e quer continuar a discussão, pode conferir aqui.

Premiar Cam Newton seria um reconhecimento a alegria de jogar futebol americano, uma característica que podemos ver facilmente no jogador em praticamente todos os momentos de uma partida. Transbordando calma e ciente do que precisa fazer, sempre que chega à end zone, o QB faz a alegria das crianças na arquibancada e entrega a bola oval para as que estão sentadas na primeira fileira, talvez uma forma de aliviar toda a pressão de comandar uma equipe profissional de futebol americano. Premiar Cam Newton seria premiar também as danças em suas comemorações, que provam existir um jeito de se divertir mesmo atuando no mais alto nível de exigência que um atleta pode sofrer. Por esses e todos os outros motivos apresentados no texto, podemos afirmar e bater o martelo: Cam Newton é o MVP da temporada de 2015, e com muitos méritos.

Compartilhe

Comments are closed.