terça-feira, 30 de junho de 2020

Compartilhe

Com a contratação de Cam Newton pelo New England Patriots, o mercado de quarterbacks da NFL fica mais escasso, tendo em vista que os nomes que restam não inspiram muita confiança para quem for os contratar, falando no quesito titularidade. Newton foi o último dos eventuais quarterbacks de nível titular que estavam disponível no mercado livre – e provavelmente será um dos únicos que efetivamente será titular junto de Philip Rivers, Teddy Bridgewater e Tom Brady. Enquanto Andy Dalton, Jameis Winston, Marcus Mariota e Joe Flacco, todos estes que foram titulares em algum momento na temporada passada, assinaram contratos para serem reservas em suas novas e respectivas franquias.

Por este motivo e levando em conta que vários dos titulares do ano anterior figurarão no banco de reservas de seus times, os QBs que atualmente estão no mercado não devem sequer chegar perto de aspirar a titularidade em alguma equipe que desejar seu serviço. Logo, se o quarterback titular de sua franquia se machucar, infelizmente uma dura temporada estará por vir.

Leia Mais: Cam Newton é o novo QB do Patriots: Bom pra todos?

Leia Mais: Antonio Brown ou Josh Gordon: Qual WR pode ajudar mais o seu time?

Por outro lado, há diversos nomes sólidos no mercado. Atletas que podem auxiliar a equipe de diversas formas, seja como um bom reserva, seja como um eventual mentor para jovens e até mesmo com certo potencial de evolução na posição nos anos que estão por vir.

Tendo isso em mente, cito alguns dos principais free agents na posição e como podem impactar na chegada em um novo time.

Backup QB Matt Moore made a key adjustment in Chiefs' win over ...

Matt Moore

O calouro não draftado em 2007 pelo Dallas Cowboys fez sua carreira no Miami Dolphins, onde atuou por 7 anos como um dos mais sólidos quarterbacks reservas na liga. Moore já foi titular em uma partida de playoffs, quando em 2016 o então titular Ryan Tannehill se machucou no final da temporada regular. Apesar da boa partida estatisticamente, Moore não conseguiu sucesso e o Miami Dolphins foi eliminado pelo Pittsburgh Steelers no wild card. Anunciou aposentadoria em 2018, mas retornou em 2019 para atuar com Andy Reid e ser o reserva de Patrick Mahomes. No seu ano em Kansas City, foi titular em dois jogos após uma lesão no joelho de Mahomes, tendo boa atuação em ambos. O primeiro foi o sunday night football da semana 3, em que mesmo fazendo uma partida muito boa, não foi capaz de bater Aaron Rodgers e o Packers numa noite inspirada. Na semana seguinte, o Chiefs derrotou o Minnesota Vikings no Arrowhead Stadium com outra boa atuação de Moore. 

Apesar de já ter 36 anos, Matt Moore ainda tem certa gasolina no tanque e pode, por exemplo, seguir os passos de Chase Daniel e continuar com o posto de sólido QB reserva que pode aparecer quando o time necessitar. Atualmente sem contrato, Moore ainda não anunciou volta à aposentadoria, o que pode significar que ainda almeja algum espaço na NFL.

Blake Bortles and the Jaguars Are the AFC's Team to Beat - The Ringer

Blake Bortles

Com uma chegada na NFL totalmente oposta a de Matt Moore, Bortles, que foi terceira escolha geral do draft de 2014, tinha sobre si uma grande expectativa para ser o grande quarterback que o Jacksonville Jaguars buscava quando o recrutou. Contudo, com uma história um pouco mais conhecida pelo público, o camisa 5 não mostrou a evolução esperada, mesmo tendo sido titular em uma final de conferência, na qual ele e a poderosa defesa do Jaguars não foram capazes de parar Tom Brady e companhia no caminho do título.

Dificilmente Bortles voltará ao posto de titular de alguma franquia ao decorrer de sua carreira. No entanto, é um bom nome para o cargo de reserva/eventual titular, tendo em vista que já demonstrou ser capaz de vencer jogos na NFL, ainda que não tenha o necessário para ser a cara de alguma equipe. Blake Bortles foi reserva de Jared Goff no Los Angeles Rams na última temporada.

2020 NFL Playoffs: Eagles QB Josh McCown tore his hamstring vs ...

Josh McCown

Depois de atuar por 8 times diferentes, o veterano anunciou sua aposentadoria em 2019, após sua última temporada como mentor de Sam Darnold no New York Jets. McCown já estava tendo alguns trabalhos como analista de futebol americano quando o Philadelphia Eagles o ligou e o QB foi atuar pela nona camisa diferente em sua carreira. Assim como Matt Moore, Josh McCown foi fundamentalmente reserva em seus anos de NFL, tendo tido espaço como titular em alguns poucos momentos. Mesmo tendo uma carreira de 17 anos na liga, o veterano de 41 anos só participou de um jogo de playoffs, sendo este, por ironia, na temporada passada pelo Eagles, quando substituiu o lesionado Carson Wentz, se tornando o jogador mais velho na história a fazer sua estréia na pós temporada. Todavia, não obteve sucesso e o Eagles acabou derrotado pelo Seattle Seahawks no wild card.

McCown não anunciou sua saída definitiva como jogador da NFL, já que deve certamente ter um espaço como treinador, conforme o Eagles já demonstrou interesse e, anteriormente, o New York Jets. Na temporada passada, Josh foi treinador de QBs da Myers Park High School, colégio onde seu filho joga. Pelo sim ou pelo não no que tange a atuar como quarterback na liga, McCown segue como um dos nomes mais interessantes por tudo que ele leva como bagagem, podendo ser um bom nome para times com atletas jovens na posição.

Menções honrosas: Trevor Siemian, Cody Kessler e Drew Stanton.

E você, acha que algum desses ou outro não citado têm espaço nos elencos da liga? Comente!

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.QB

Compartilhe

Comments are closed.