sexta-feira, 19 de julho de 2019

Compartilhe

Estamos em 2019, mas não interessa se você é um fã de futebol americano que acompanha a NFL há muito tempo ou está chegando agora. Todo início de temporada, os torcedores recebem a notícia de que alguns jogadores foram colocados em listas específicas da liga, o que geralmente significa que eles não poderão atuar em um período curto ou longo do ano. Como cada caso precisa ser analisado de forma diferente e com o desafio de fechar os seus elencos em 53 atletas na data estipulada, as franquias devem escolher qual é a melhor lista disponível para que os jogadores possam ter tempo suficiente para se recuperar fisicamente e voltar durante a temporada.

Para acabar com dúvidas dos fãs da NFL, A Liga Explica de hoje apresenta todas as listas que podem ser utilizadas pelas franquias em caso de contusão, explicando as diferenças e características de cada uma delas.

Leia Mais: A história da prorrogação no futebol americano e a sua importância para a popularização do esporte

Leia Também: 10 anos de Matthew Stafford em Detroit: Decepção ou talento desperdiçado?

NFL PUP LIST

A NFL PUP List (Physically Unable to Perform) é bastante utilizada pelas equipes na offseason e pode ser dividida em outras duas listas, que possuem características diferentes:

ACTIVE/PUP

A primeira das listas PUP é a de ativos, usada durante a offseason para receber os jogadores que sofreram ou estão se recuperando de lesões com relação direta ao esporte antes do Training Camp e da pré-temporada. Após serem liberados pelo staff médico das franquias, eles são retirados desta lista e estão livres para treinar e participar dos jogos antes do início do campeonato.

RESERVE/PUP

Em relação à segunda lista PUP, ela é designada para a temporada regular e reúne jogadores contundidos que não poderão treinar ou jogar durante as seis primeiras semanas do campeonato. As franquias tem até 31 de agosto para colocar os atletas na lista e eles não contam como ativos entre os 53 do elenco, podendo substituir outro jogador após a sexta semana.

Outra característica da RESERVE/PUP é que os jogadores possuem até a 11ª semana da temporada regular para retornarem ao time. Assim que os atletas voltam a treinar, as equipes contam com um prazo de 21 dias para retirar os nomes da PUP List.

Outras regras específicas:

– Mesmo na PUP List durante a temporada regular, os jogadores continuam recebendo seus salários.

– Depois de sair da PUP List, o atleta não pode mais retornar a ela até o fim da temporada.

INJURED RESERVE

Esta é uma das listas mais conhecidas e temidas pelos torcedores da NFL. Quando um jogador é designado para a Injured Reserve, geralmente significa que ele não poderá mais atuar durante o resto do ano, mas garante que ele não perca os seus direitos. Em 2012, a liga mudou as regras da lista e permitiu que as equipes pudessem colocar um – e APENAS UM – jogador na Injured Rerserve (designated to return) após 4 de setembro, mantendo em aberto a possibilidade de contar com o atleta após a sexta semana da temporada. A diferença neste caso é que as franquias precisam manter um espaço aberto no elenco para receber o jogador futuramente, reduzindo a lista de jogadores ativos para 52 antes do início do campeonato.

Outras Regras específicas:

– A NFL prevê que um jogador só pode ser colocado na IR caso sofra uma lesão considerada grave. Para a liga, se o tempo de recuperação durar no mínimo seis semanas, o atleta está apto para fazer parte da Injured Reserve do seu time.

– Um jogador pode ser designado para o IR em qualquer momento da temporada.

– O jogador escolhido pela franquia para fazer parte da lista e com possibilidade de retorno tem exatamente oito semanas para voltar a atuar normalmente e reintegrar o elenco.

Non Football Injury/Ilness List

A Non Football Injury List recebe os atletas que sofreram lesões sem ligação direta com o esporte, mas possui regras semelhantes as outras listas já citadas aqui. A grande curiosidade da NFI List é que os jogadores novatos, selecionados durante o Draft, também podem fazer parte dela, mesmo tendo sofrido lesões dentro de campo ou durante os treinamentos. Já entre os atletas profissionais, apenas os que sofreram lesões comprovadamente fora do espaço de jogo podem ser designados.

Outras regras específicas:

– O atleta pode ser colocado na NFI List em qualquer momento da temporada (Pré-Temporada, Temporada Regular e Playoffs)

– A escolha em continuar pagando ou não o salário do jogador contundido é de total responsabilidade da equipe, que é livre para decidir nesta situação.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.