quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Compartilhe

capa-jogadores-nfl

Quando pensamos nos destaques da NFL na temporada corremos logo para a lista de líderes de estatísticas ou respondemos que são os atletas mais badalados da liga, como Marshawn Lynch, Calvin Johnson ou Andrew Luck. Mas para os que não costumam acompanhar um pouco de todos os times, existem muitos atletas sendo grandes estrelas da liga profissional esse ano e vemos pouca gente levando isso em consideração. Essa matéria é dedicada especialmente aos jogadores de times de “menor expressão”, foi feita para os fãs de futebol americano conhecerem ainda mais os principais nomes da liga e para algumas pessoas deixarem o “preconceito” com os outros times de lado. Conheça os atletas que estão tendo uma temporada sensacional, mas não estão tendo o reconhecimento merecido:

LEIA MAIS: Eles (ainda) não são estrelas, mas estão dominando em 2015

Allen Robinson e Allen Hurns (Wide Receivers) – Jacksonville Jaguars

hurns-robinson-jaguars

Batizada de “The Allen Brothers”, a dupla de recebedores do Jacksonville Jaguars está simplesmente impressionante esse ano. Os dois se juntaram a franquia no ano passado e desde então parecem ter um futuro brilhante pela frente defendendo a equipe. Allen Robinson foi selecionado na segunda rodada do Draft e, em 2014, estava tendo um bom ano até uma lesão acabar com a sua temporada na décima rodada. Enquanto Allen Hurns, que nem selecionado no Draft foi, terminou o ano como a grande surpresa do time e assumiu o posto de WR principal até o final daquela temporada. Mas em 2015, com os dois saudáveis e já entrosados com o QB Blake Bortles, até aqui, a dupla é a 2ª melhor da NFL em jardas recebidas (1455) e a melhor da NFL em números de TDs (14). Em nove jogos esse ano, tanto Robinson quanto Hurns já ultrapassaram seus números do ano passado e estão caminhando para realizar um feito que não acontece com um atleta do Jaguars desde a lenda Jimmy Smith em 2005: passar das 1000 jardas recebidas. Além disso, Hurns possui uma sequência que nenhuma das estrelas da liga tem esse ano: são sete jogos seguidos anotando pelo menos 1 TD. Se você ainda não conhecia esses dois, está mais do que na hora de olhar para os WRs do Jaguars.

Jay Cutler (Quarterback) – Chicago Bears

jay-cutler-bears

Nos últimos anos, Jay Cutler foi motivo de piada dos fãs do futebol americano, pois ganhou um contrato milionário e, pelo o que mostrava dentro de campo, estava bem longe de merecer a quantia, além de ser uma máquina de interceptações. Porém, ao contrário do que muitos pensam, o QB do Chicago Bears que estamos vendo em 2015 caminha para ter uma das melhores temporadas da carreira. Até aqui, em oito jogos disputados, são 64,2% dos passes completados, 2.045 jardas aéreas, 13 TDs e apenas 5 INTs, isso tudo após perder o Brandon Marshall, WR1 do Bears nos últimos anos, antes da temporada começar, sem Kevin White, primeira escolha do time no Draft de 2015, e sem Alshon Jeffery nas quatro primeiras semanas do ano. Sem recebedores de confiança, Cutler conseguiu tirar o melhor do que possuía no elenco e é um dos responsáveis pelas quatro vitórias da franquia na temporada. É sempre bom lembrar que, antes do início da temporada, o time de Chicago era um dos “favoritos” a ser o pior da NFL, mas, graças a Cutler e uma defesa renovada, a história até aqui é bem diferente.

Reshad Jones (Strong Safety) – Miami Dolphins

reshad-jones-dolphins

Antes do início da temporada, o Miami Dolphins era considerado uma das possíveis surpresas do ano e muitos apostaram na equipe como candidata aos playoffs. Após os primeiros jogos e a troca de técnico na franquia, todas essas previsões caíram por terra. Porém, alguns dos jogadores mostraram capacidade o bastante para serem considerados destaques da liga, e um deles é o SS Reshad Jones. Se firmando com um dos melhores da posição nos últimos anos, o atleta parece finalmente pronto para ser considerado até um dos cinco melhores da NFL. Na bagunçada secundária da equipe de Miami esse ano ele se salva tranquilamente com seus 83 tackles (4º na NFL), 2 Sacks, 3 INTs, 2 TDs e 6 passes desviados, números que fazem dele, possivelmente, o melhor SS da NFL em 2015. Ao invés de falar mal do Dolphins nessa temporada, passe a observar Jones em campo, prometemos que não vai se arrepender.

Kawann Short (Defensive Tackle) – Carolina Panthers

kawann-short-panthers

A defesa do Panthers é um dos principais motivos para a equipe ainda estar invicta em 2015. Uma das principais qualidades do setor é a secundária e o grupo de LBs, mas um atleta de outra posição também tem roubado as atenções. Geralmente, quem tem os maiores números de sacks em uma equipe da NFL são os DEs ou os OLBs que pressionam os QBs adversários pelos lados das linhas ofensivas, mas em Carolina a coisa está um pouco diferente. O DT Kawann Short é o líder do time em número de Sacks (6), algo pouco comum para quem joga no interior da linha defensiva, além disso, ele já soma um fumble forçado, 4 passes desviados e 35 tackles (6 para perdas de jardas) – o 5º maior número entre os DTs da NFL. Ou seja, além de pressionar os QBs, Short é extremamente efetivo contra as corridas dos RBs, com seu tamanho ele é quase uma “parede” e vem sendo um dos grandes valores do Panthers nesse ano. É bom ressaltar que foi selecionado na segunda rodada do Draft de 2013 e, naquele ano, foi escolhido para o time de melhores calouros. O que Short está fazendo esse ano é apenas confirmar o que despertou em seu primeiro ano.

Michael Crabtree (Wide Receiver) – Oakland Raiders

michael-crabtree

Quando falamos sobre o Oakland Raiders de 2015 rapidamente nos vem à cabeça a imagem do QB Derek Carr lançando bolas para o WR Amari Cooper castigar os adversários, o que de fato está acontecendo. Mas além do calouro, outro recebedor está fazendo muito barulho lá em Oakland. Michael Crabtree chegou na franquia este ano para ser a experiência do ataque e ajudar Cooper na adaptação a liga profissional, após se destacarem nos treinos da pré-temporada, a dupla continuou as boas atuações na temporada regular. O WR, até aqui, possui 51 recepções, 646 jardas recebidas e 5 TDs, se mantiver esse nível ele terá a melhor temporada da carreira em números. Além do destaque individual, ao lado de Amari Cooper ele forma a 4ª dupla de WRs da NFL com mais jardas recebidas esse ano (1378).

Telvin Smith (Linebacker) – Jacksonville Jaguars

telvin-smith-jaguars

O jovem LB está apenas em seu segundo ano na NFL, após ser selecionado na 5ª rodada do Draft e parece estar cada vez melhor. Nos últimos anos, o Jacksonville Jaguars tem sofrido contra o jogo corrido dos adversários e na pressão aos QBs, mas desde que chegou Smith tem dado conta do recado: em 2014, sendo titular logo de cara, foram mais de 100 tackles (8 para perdas de jardas), 2 Sacks e 1 fumble forçado. Nessa temporada, a franquia conta com um grande ataque, mas a defesa, principalmente a secundária, é o que impede a equipe de ter resultados melhores. Porém, um dos nomes que se salvam do setor é o de Telvin Smith; em nove jogos na temporada até agora são 88 tackles (9 para perdas de jardas), 0.5 Sack, 1 INT, 1 TD e 6 passes desviados. Se o Jaguars possui um ataque jovem e promissor, pode usar Smith como líder de uma defesa que precisa melhorar, pois sabem que, se depender das atuações dele, a franquia tem chances de chegar longe nos próximos anos.

Linval Joseph (Defensive Tackle) – Minnesota Vikings

linval-joseph-vikings

A equipe do Minnesota Vikings lidera a NFC Norte de forma surpreendente à frente do poderoso Green Bay Packers e, além das atuações fantásticas do RB Adrian Peterson, deve suas 7 vitórias na temporada a sua defesa. Contando com setor bem equilibrado em todos os níveis, um dos atletas que vem se destacando é o DT Linval Joseph. Quem olha apenas pelos sacks na temporada acaba passando direto pelo jogador na lista das estatísticas – tem apenas 1.5 –, mas ele é simplesmente o melhor da posição contra as corridas adversárias. Joseph lidera os DTs em número de tackles nessa temporada, com 43 até agora, e 7 desses foram para perdas de jardas; além disso, o defensor já conseguiu forçar um fumble. Se continuar assim, ele pode facilmente ser eleito para o All-Pro Team (a “seleção” da NFL) e vai ajudar bastante a franquia de Minnesota a continuar como líder na divisão e levar o título e a classificação aos playoffs para a casa.

Latavius Murray (Running Back) – Oakland Raiders

latavius-murray-raiders

Outro nome do ataque do Oakland Raiders que não está recebendo o devido reconhecimento é o do jovem RB Latavius Murray. Ao lado do QB Derek Carr e do WR Amari Cooper, ele forma um trio bastante promissor e que não deve demorar muito para ser tornar um dos melhores da NFL. Nos nove jogos do ano até agora, Murray teve apenas 144 tentativas (um dos menores números entre os melhores RBs do ano), mas conseguiu impressivas 678 jardas terrestres (6º da NFL), o que dá uma ótima média de 4.7 jardas por tentativa, além dos 3 TDs. Selecionado na sexta rodada do Draft de 2013, o atleta assumiu a titularidade da posição na segunda metade da temporada passada e não largou mais. Pelo o que já mostrou na liga profissional e o que está fazendo em 2015, devemos ficar de olho nele para os próximos anos, quando possivelmente estará ajudando a levar o Raiders aos playoffs.

Stephon Gilmore e Ronald Darby (Cornerbacks) – Buffalo Bills

gilmore-darby-bills

Quando se pensa na defesa do Buffalo Bils, logo fazemos ligação com o forte Pass Rush composto pelos DEs Mario Williams e Jerry Hudges e DTs Kyle Williams e Marcell Dareus, mas o grande destaque desse setor em 2015 vem sendo a secundária, principalmente os dois CBs. Stephon Gilmore é atleta do Buffalo Bills desde quando foi selecionado na primeira rodada do Draft de 2012 e, após um início um pouco abaixo do esperado, ele conseguiu corresponder as expectativas nessas duas últimas temporadas. Já Ronald Darby é calouro de segunda rodada no Draft e, por enquanto, é um dos favoritos a levar o prêmio de “Defensive Rookie of the Year”, devido ao alto nível de atuação em sua primeira temporada como profissional. A dupla é, de longe, a melhor da NFL em passes desviados (18 de Darby e 15 de Gilmore) e cada um possui 2 INTs até agora. Outro número importante são os 47 tackles de Darby por enquanto, o que mostra que quando ele não consegue atrapalhar o recebedor adversário pelo menos consegue derrubá-lo. Essa é apenas a primeira temporada da dupla atuando junta na NFL, mas pelo o que estão mostrando esse ano merecem ser destacado e devemos ficar de olho para os próximos anos.

Compartilhe

Comments are closed.