quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Compartilhe

Estamos cada vez mais perto da temporada regular e temos como missão fazer com que você conheça o máximo de jogadores possíveis para começar o ano da NFL bem informado. A série TOP 10 – com oito matérias – ajudou a te deixar por dentro dos principais destaques de cada posição; devido ao grande sucesso, decidimos ir um pouco mais além e listar quais são as franquias que estão mais bem servidas em cada setor da equipe. Abaixo você vai poder conferir que times possuem o melhor grupo de Running Backs, Recebedores, Linha Ofensiva, Secundária, Pass Rushers, Linebackers e Times Especiais, com três outras equipes que merecem ser destacadas.

Nota: A posição de QB não foi incluída, pois é uma categoria mais individual e o “grupo” não teria tanta relevância como as outras da lista.

Running Backs – Philadelphia Eagles

running-backs-eagles-liga-dos-32

A equipe da Philadelphia conta com três RBs que poderiam ser titulares em muitas franquias da NFL. DeMarco Murray é um atleta que usa muito bem a sua velocidade, força e paciência; ele foi o melhor RB da NFL em 2014 e foi eleito o “Offensive Player of the Year” graças as suas 392 carregadas para 1845 jardas e 13 touchdowns; após quatro anos defendendo o Dallas Cowboys, ele resolveu trocar de time e chegou para ser a nova estrela do ataque do Eagles. Ryan Matthews tem um estilo diferente de Murray, era o RB titular do San Diego Chargers nos últimos cinco anos – se destacou em 2013, quando passou de 1200 jardas terrestres – e, após conviver com lesões na carreira, achou uma nova casa na Philadelphia. Completando o trio de respeito, temos Darren Sproles, um RB que fez sucesso na NFL atuando pelo Chargers e Saints e se consolidou como um dos melhores da posição recebendo passes e conquistando jardas logo depois; já está no Eagles desde 2013. Os três possuem características bem diferentes e que se completam entre si, até por isso podem se dar tão bem em 2015.

Merecem ser destacados: Buffalo Bills, Pittsburgh Steelers e New Orleans Saints

Recebedores – Pittsburgh Steelers

wide-receivers-steelers-liga-dos-32

Na última década, o Pittsburgh Steelers sempre foi uma referência no que diz respeito a recebedores; a franquia já contou com Hines Ward, Mike Wallace, Emmanuel Sanders e atualmente se gaba por ter Antonio Brown, o melhor WR da NFL ano passado e um dos melhores de toda a liga. O WR1 da franquia é capaz de receber passes em qualquer altura, qualquer parte do campo, teve incríveis 129 recepções para 1698 jardas, 13 touchdowns e se consolidou entre os três melhores da posição. O principal companheiro de Brown é o jovem Martavis Bryant, que entra em seu segundo ano na NFL e espera ter uma temporada ainda melhor do que a de 2014; o WR é muito alto e ao mesmo tempo muito veloz, o que faz dele o alvo favorito de Ben Roethlisberger na end zone; foram apenas 10 jogos disputados por ele ano passado, mas o suficiente para receber 26 passes para 549 jardas e 8 touchdowns. Markus Wheaton aparece como a terceira opção, porém não menos importante; atuando mais pelo meio do campo, ele foi responsável por quase 650 jardas ano passado e será mais utilizado em 2015. O grupo de WRs também conta com o calouro Sammie Coates, escolha de 3ª rodada, um atleta alto e forte que pode ser o novo grande alvo da franquia. Fechando a lista dos recebedores do Steelers, temos o RB Le’Veon Bell, responsável por 854 jardas recebidas e 3 touchdowns ano passado (marca incrível para um RB) e o TE Heath Miller, dono da posição desde 2005 que se tornou peça confiável do ataque e um dos melhores da NFL. Usando essa mescla de atletas jovens e experientes, altos e baixos, o Steelers tem um vasto grupo de opções e larga na frente para ser considerado o melhor ataque de 2015.

Merecem ser destacados: Indianapolis Colts, New York Giants e Denver Broncos

Linha Ofensiva – Dallas Cowboys

linha-ofensiva-cowboys-liga-dos-32

Pelo que demonstrou em 2014, a linha ofensiva do Cowboys merece ser considerada a melhor da NFL. Quase perfeita na proteção ao QB e melhor ainda abrindo espaços para as corridas dos RBs, os cinco titulares são peça chave na franquia de Dallas; o OG Zack Martin vai para o seu segundo ano como profissional e foi a grande surpresa do ano passado, recebendo até votos para o prêmio de “Offensive Rookie of the Year” (algo improvável para um atleta de sua posição). O OT Tyron Smith é o melhor atleta da linha ofensiva do Cowboys e um dos melhores da NFL; muito sólido, ele só deixou de entrar em campo uma vez em sua carreira de quatro temporadas. Travis Frederick, escolha de primeira rodada no Draft de 2013, foi alvo de muitas críticas antes de estrear na NFL, mas logo mostrou que tem todas as qualidades para ser colocado entre os bons nomes da posição. O OT Doug Free dá o toque de experiência ao grupo; com 31 anos e há oito anos na liga, ele foi o responsável por proteger o “lado cego” do QB Tony Romo e se saiu muito bem. O OG Ronald Leary virou titular absoluto em 2013 e desde então vem fazendo um ótimo trabalho abrindo espaços para as corridas dos RBs da franquia de Dallas. O calouro La’el Collins era um dos melhores jogadores de linha ofensiva do Draft, mas ao se envolver com problemas extracampo não foi selecionado por nenhuma equipe; o Cowboys fechou a sua contratação e, com isso, ele vai aumentar ainda mais o nível do setor.

Merecem ser destacados: Cleveland Browns, Denver Broncos e Cincinnati Bengals

Secundária – Seattle Seahawks

legion-of-boom-seahawks-liga-dos-32

O que ela tem de badalada tem de eficiente: a “Legion of Boom” é a melhor secundária da NFL. Composta por jovens atletas, o setor vem carregando a franquia de Seattle nos últimos anos e merece todo o reconhecimento possível. Ela é comandada pelo FS Earl Thomas nunca deixou de participar de uma partida, é melhor jogador da liga em sua posição, capitão do time, perfeito na cobertura de passes, excelente aplicando tackles, muito inteligente e atlético; o CB Richard Sherman entra no debate sobre ser o melhor da NFL em sua posição, faz um trabalho de marcação fantástico e, desde que entrou para a liga em 2011, soma um número impressionante de 24 interceptações e 65 passes desviados. O SS Kam Chancellor também é o maior destaque de toda a NFL em sua posição, usa a sua grande velocidade e força para estar sempre perto da ação e ainda ajuda na pressão ao QB quando sobe até a linha de scrimmage. A quarta peça do quarteto em 2015 será diferente pelo terceiro ano seguido; após Brandon Browner e Byron Maxwell, a vaga esse ano será disputada pelo CB Jeremy Lane, favorito por já defender o Seahawks desde 2012, e pelo recém-chegado CB Cary Williams, um jogador que vem de duas boas temporadas com o Philadelphia Eagles. Os dois não possuem o mesmo nível de atuação dos outros companheiros, mas jogando ao lado deles podem perfeitamente se transformarem em atletas de destaque.

Merecem ser destacados: Denver Broncos, Cleveland Browns e New York Jets

Pass Rushers – Buffalo Bills

pass-rushers-bills-liga-dos-32

Definir o melhor grupo de Pass Rushers da NFL foi a decisão mais difícil dessa matéria, até porque existem mais de sete ou oito equipes que poderiam ser capazes de estarem listadas como a melhor. A diferença do Buffalo Bills para o restante das equipes é que os quatro jogadores que atuam na linha defensiva são quatro grandes nomes da liga e suas carreiras/atuações justificam isso. O setor é liderado pelo DE Mario Williams, também conhecido como uma máquina de sacks; desde que virou profissional em 2006, ele só não passou de 8,5 sacks duas vezes – em seu ano de calouro e em 2011, quando só participou de cinco jogos -, além disso, Williams vem de sua melhor temporada da carreira e promete ainda mais pressão para 2015. O DT Marcell Dareus é outro que está no auge de sua carreira profissional; ele já vinha demonstrando uma evolução e conseguiu somar 10 sacks em 2014 (líder entre os jogadores da posição). A terceira peça desse temido grupo é o DE Jerry Hudges; o atleta chegou ao Buffalo Bills em 2013 e em suas duas temporadas por lá conseguiu 10 sacks em ambas. Completando o quarteto, temos o mais experiente: o DT Kyle Williams, com 32 anos; selecionado em 2006 pela franquia, ele se tornou titular absoluto ao longo dos anos, teve a grande temporada da vida em 2013 e ano passado ainda conseguiu somar 5,5 sacks. Parou para fazer as contas? Os quatro atletas, somados, foram responsáveis por 40 sacks e ajudaram a defesa da equipe ser a líder no quesito, com 54. Além do ótimo trabalho na pressão ao QB adversário, o quarteto também é ótimo impedindo corridas, ou seja, é o grupo de Pass Rushers mais completo da NFL.

Merecem ser destacados: Kansas City Chiefs, Houston Texans e Miami Dolphins

Linebackers – Carolina Panthers

linebackers-panthers-liga-dos-32

Analisando os LBs que atuam mais pelo meio de campo parando as corridas e avanços dos adversários – os que fazem a pressão ao QB entraram na categoria acima de Pass Rushers –, podemos dizer que o Carolina Panthers tem o melhor grupo de jogadores na posição. Só a presença de Luke Kuechly, o melhor MLB da NFL, já ajuda o setor a ser respeitado; desde de 2012 como profissional, Luke coleciona prêmios individuais, indicações ao Pro Bowl e ao All-Pro Team (a seleção da NFL), mas isso tudo é mais do que merecido; foram mais de 150 tackles nas três temporadas que ele atuou e ainda por cima mais 6 sacks, 27 passes desviados e 7 interceptações; simplesmente completo. Ao lado dele está o OLB Thomas Davis, um atleta que, desde 2012, automaticamente aumentou o seu nível de atuação, o que o transformou num dos líderes do time e numa das peças mais confiáveis da defesa do Panthers; foram mais de 100 tackles em cada uma das três últimas temporadas, com mais 6,5 sacks e 5 fumbles forçados. Fechando o trio de LBs, a franquia de Carolina conta com Shaq Thompson, calouro selecionado na primeira rodada do Draft; é difícil prever como será o rendimento do jovem atleta, mas sendo titular ao lado dos dois já citados acima, dificilmente ele não terá um bom ano.

Merecem ser destacados: Seattle Seahawks, Detroit Lions e Baltimore Ravens

Times Especiais – St. Louis Rams

times-especiais-st-louis-rams-liga-dos-32

É sempre uma tarefa complicada listar os melhores times especiais da NFL. Para colocar a equipe de St. Louis no topo foram consideradas as atuações do Kicker, do Punter e dos retornadores de chutes. O Rams conta com o K Greg Zuerlein, também conhecido como “Legatron” ou “Greg the Leg”; ele não é o chutador mais preciso da liga – ano passado terminou 24/30 em chutes –, mas a força na perna é diferente dos demais. Desde 2012, Zuerlein já soma mais de 10 Field Goals de 50/+ jardas, incluindo um de 60 jardas em sua temporada de calouro. O P Johnny Hekker figura entre os dez melhores de sua posição e ano passado foi o 2º Punter com mais chutes dentro da linha de 20 jardas adversárias (33), além disso, ele teve uma boa média de 46,5 jardas por chute ao longo do ano. Na equipe de retornadores, o Rams conta com o PR Tavon Austin, um dos atletas mais rápidos e ágeis de toda a NFL, responsável por um touchdown e uma média de 11,2 jardas por retorno em 2014 (5º da liga no quesito). Fechando os times especiais do St. Louis Rams, o KR Benjamin Cunningham, dono de uma média de 27,5 jardas por retorno em 2014 (5º da liga no quesito), além de ter sido o 4º na NFL em jardas totais de retorno, com 963 em 35 tentativas. Nenhum dos quatro pode ser considerado o melhor em sua posição, mas pela regularidade do quarteto eles podem sim ser colocados como o melhor grupo de times especiais da liga.

Merecem ser destacados: New England Patriots, Philadelphia Eagles e Indianapolis Colts

Concorda com a lista? Discorda? Mudaria algo? Seja gentil e deixe a sua opinião nos comentários!!!

Compartilhe

Comments are closed.