segunda-feira, 4 de março de 2019

Compartilhe

 

Chegamos na fase após a temporada em que os olhos dos amantes de NFL se voltam para os prospectos que deixam suas universidades para tentar a sorte no próximo Draft e, quem sabe, se tornar uma futura estrela da principal liga de futebol americano do mundo.

Mais especificamente, estamos durante o processo do Combine em que os futuros calouros mostram suas habilidades atléticas tentando impressionar os GMs e treinadores das franquias da NFL.

Leia mais: Entenda o processo do Draft no modo Franchise do Madden

Leia Também: Jornal do Draft – Edição número 2

Aproveitando o embalo, simulei o Combine no Madden 19 para saber quais prospectos se destacaram neste processo no jogo virtual oficial da NFL. Para isso baixei a classe de 2019 com maior número de downloads na comunidade do Madden que conta com cerca de 150 prospectos reais.

Antes de mais nada, vale a pena explicar quais são os testes realizados e quais atributos eles podem influenciar no Madden:

40 yd Dash (tiro de 40 jardas): velocidade

Vertical Jump (salto vertical): salto

Broad Jump (salto horizontal): salto e força

3 Cone (circuito de agilidade): aceleração e agilidade

20 yd shuttle (circuito de 20 jardas): aceleração e agilidade

Bench Press (supino): força

Confira abaixo os principais destaques:

Devin White (MLB)

O linebacker de LSU simplesmente “destruiu” no Combine virtual. Liderou entre os LBs no 40 yd Dash, 3 Cone e 20 yd Shuttle e ficou entre os 3 melhores no Vertical Jump, Broad Jump e Bench Press, mostrando que tem todas as características para ser um linebacker moderno que consegue combater o jogo terrestre e fazer a cobertura de passe. Recebeu uma nota 7.6 por sua performance.

Deandre Baker (CB)

O prospecto de Georgia liderou os CBs no Vertical Jump, Broad Jump e Bench Press, mostrando que não será fácil para os WRs ganharem as bolas contestadas, além de ter força para pressioná-los na linha de scrimmage. Sua espetacular performance rendeu a maior nota do Combine virtual: 8.2

Kyler Murray (QB)

Após decidir não seguir carreira no beisebol, o ex-QB de Oklahoma mostrou toda sua atleticidade no Combine virtual e liderou quatro categorias entre os jogadores de sua posição: 40 yd Dash, Vertical Jump, 3 Cone, e 20 yd Shuttle, mostrando que poderá causar estragos na NFL correndo com a bola também. Nota 6.5 para ele.

Ed Oliver (DT)

O prospecto de Houston mostrou no Combine do Madden que pode ser um terror para os pesados Guards e Centers com toda sua agilidade. Liderou os DTs no 3 Cone e 20 yd Shuttle e ficou em terceiro no 40 yd Dash. Poderá chegar facilmente ao backfield adversário com essas características. Nota 7.0

Quinnen Williams (DT)

Outro DT que pode fazer barulho na NFL vem de Alabama. Cotado na vida real como um dos principais prospectos, Williams foi quem se deu melhor no supino entre todos os calouros do Combine virtual: impressionantes 42 repetições. Além disso mostrou agilidade e explosão em outros testes, o que o faz ser um cara forte e ágil para dar muito trabalho para as OLs adversárias. Nota 7.0

Josh Allen (OLB)

Outro destaque do Combine virtual foi Josh Allen de Kentucky. Liderou entre os jogadores de sua posição o salto horizontal, mostrando ter uma grande explosão muscular, necessária para os pass rushers. Conseguiu 32 repetições no supino, o que mostra que também tem força nos braços para sair de bloqueios e ajudar no jogo terrestre. Nota 7.2

Nick Bosa (DE)

Outro pass rusher com destaque nestes dois testes foi Nick Bosa de Ohio State, sendo o segundo melhor entre os DEs. O irmão de Joey Bosa é outro que pode ser um EDGE dominante na NFL. Nota 7.0

Brian Burns (OLB)

O prospecto de Florida State mostrou no Combine virtual que será um especialista em “speed rush”. Primeiro da sua posição no 40 yd Dash, Vertical Jump e 3 Cone, não será tarefa fácil parar toda sua atleticidade. Nota 6.9

Jawaan Taylor (LT)

O OL de Florida fez um combine espetacular e com certeza subiria nos “boards” das franquias virtuais. Taylor liderou três categorias entre os LTs (Vertical Jump, 3 Cone e 20 yd Shuttle) e teve destaque também no Broad Jump e Bench Press. Mistura de força e agilidade, cairá como uma luva para equipes que procuram reforçar sua linha ofensiva. Nota 6.7

Bryce Love (RB)

O running back de Stanford foi quem mais se destacou na sua posição, mostrando muita agilidade no 3 Cone e 20 yd Shuttle, testes muito importantes para um RB. Foi também o segundo jogador mais rápido de todo o Combine virtual com 4.35 segundos no 40 yd Dash. Nota 7.0

Jamel Dean (CB)

E o título de jogador mais rápido do Combine virtual vai para o cornerback de Auburn. Anotando 4.34 segundos no 40 yd Dash, Dean será uma opção para evitar big plays nas partidas virtuais. Nota 6.9

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.