quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Compartilhe

matérias---L32

Continuamos num longo período de inverno até a bola oval voltar a voar em setembro. O Combine acabou de acontecer e o próximo “evento” importante será o período de Free Agency, o mercado da NFL. Com início no próximo dia 10 de março, os jogadores em fim de contrato com as suas atuais equipes ficarão livres de qualquer vínculo e vão atrás de uma nova franquia ou um novo acordo com o próprio time. Por problemas com o salary cap ou idade avançada, algumas figuras importantes da liga não irão renovar o contrato e passarão a ser Free Agents. Na lista abaixo vou mostrar alguns dos possíveis jogadores disponíveis para a próxima temporada e explicar como eles poderão ser úteis e importantes na equipe que resolver fechar um contrato:

DeMarco Murray (Dallas Cowboys) – Running Back

Murray

Não poderíamos começar com outro nome. O “Offensive Player of the Year” de 2014 será um Free Agent daqui a poucos dias. A equipe do Dallas Cowboys tem, em torno de, 15Mi de dólares sobrando no salary cap, mas precisa renovar o contrato de alguns jogadores da defesa e de seus pilares da linha ofensiva. Além disso, Dez Bryant, um dos melhores wide receivers da liga, também vai para o mercado em março, mas duvido muito que Jerry Jones deixe isso acontecer. O chefe de Dallas se prepara para propor um grande contrato à principal estrela de Dallas. Quem vai sair perdendo nessa história toda é DeMarco Murray. O running back de 27 anos dificilmente chegará a um acordo para continuar na equipe do Texas. O que pode pesar para essa decisão é que a “vida útil” de um running back não é longa e Murray tem um histórico considerável de lesões. Nem a sua fantástica temporada passada de 1845 jardas terrestres e 13 touchdowns servirá para o atleta ter o seu contrato renovado. Quem comemora são as equipes desesperadas por um jogador da posição. Murray é explosivo, consegue mudar rapidamente de direção e tem paciência com a linha ofensiva abrindo espaços para a sua corrida. O jogador será o principal nome no mercado e propostas não vão faltar.

Justin Forsett (Baltimore Ravens) – Running Back

Forsett

Se DeMarco Murray será o primeiro nome entre os running backs Free Agents, Justin Forsett pode ser considerado o segundo. O jogador de 29 anos nunca teve um grande destaque na NFL até fazer uma brilhante temporada com o Ravens em 2014 (1266 jardas terrestres e 8 touchdowns). O problema em 2015, é que a equipe de Baltimore lida com um espaço apertado em seu salary cap (o dinheiro disponível gira em torno de 4Mi). Além dos poucos dólares, a idade de Forsett é algo que a franquia pode levar em consideração para justificar a liberação do jogador. Isso significa que um dos melhores running backs de 2014 estará livre para assinar com qualquer time e não há dúvidas de que ele rapidamente vá achar o seu espaço em outra equipe. Para quem não conhece, Forsett é um jogador rápido, capaz de achar facilmente os buracos na defesa e promete continuar trazendo problemas aos adversários. O atleta está em seu melhor momento na carreira e será um grande achado para quem contratá-lo.

Randall Cobb (Green Bay Packers) – Wide Receiver

Cobb

O wide receiver de 24 anos acaba de vir da sua temporada da vida. Cobb chegou ao Pro Bowl em 2014 depois uma temporada sólida com 1287 jardas recebidas e 12 touchdowns. Sempre aparecendo nos momentos mais difíceis do jogo, ele foi um dos alvos preferidos de Aaron Rodgers na end zone. Em seus 4 anos em Green Bay, Cobb ficou sempre na “sombra” de Jordy Nelson, mas isso não quer dizer que ele foi menos importante; em 2012, por exemplo, Randall teve 954 jardas e 8 touchdowns. Na maioria das vezes trabalhando como slot receiver, o jogador impressiona por sua velocidade e ao mesmo tempo força física. Com todos esses dados, o atleta quer um aumento salarial para continuar em Green Bay, mas o que está acontecendo é que o Packers não está disposto a pagar a quantia desejada. Se não chegarem a um acordo, o atleta se tornará um Free Agent e, por ser muito novo e já ter demonstrado toda a sua qualidade, as franquias da NFL farão fila para contratá-lo.

Julius Thomas (Denver Broncos) – Tight End

JuliusThomas

O Denver Broncos passa por um dilema parecido com o do Dallas Cowboys. Jogadores importantes da linha ofensiva precisam ter seus contratos renovados e o principal recebedor da equipe (Demaryius Thomas) está no fim de seu contrato. Por ser a principal arma de Peyton Manning em Denver, a renovação com o wide receiver é tratada como prioridade. Isso quer dizer que vai sobrar para Julius Thomas. O jogador de 26 anos se tornou um dos grandes tight ends da liga nos últimos dois anos. Em 2013, a sintonia com Manning funcionou logo de cara e ele foi um dos responsáveis pela campanha que levou a equipe ao Super Bowl XLVIII, durante a temporada regular foram 788 jardas recebidas e 12 touchdowns. No ano de 2014, Thomas participou de 13 jogos (alguns deles jogando lesionado), mas anotou os mesmos 12 touchdowns da temporada anterior e recebeu para 489 jardas. A sua ida para o mercado ainda não é certa. Denver tem um bom espaço no salary cap (aproximadamente 27Mi) e pode trabalhar alguma possibilidade para segurar os seus jogadores em fim de contrato. Se não chegarem num acordo e Julius virar Free Agent, não resta dúvida de que ele será o tight end mais disputado pelas 32 equipes da NFL.

Byron Maxwell (Seattle Seahawks) – Cornerback

Maxxuel

Depois de dois Super Bowls seguidos para a equipe de Seattle, é hora da franquia se virar com os contratos. Russell Wilson, merecidamente, vai ganhar um aumento salarial. Observando a média dos acordos feitos recentemente para quarterbacks da liga, isso resultará num impacto de, aproximadamente, 20Mi de dólares no salary cap da equipe. Hoje, o Seahawks tem disponível um pouco mais do que isso, ou seja, a renovação de Wilson resultará na saída de alguns jogadores. Uma peça essencial da defesa pode ser um desses a dizer adeus. Byron Maxwell assumiu em 2014 o lugar que era de Brandon Browner, atualmente no Patriots, e manteve (talvez até aumentou) o nível de atuação da secundária de Seattle. O dilema maior do vice-campeão de 2014 é que três titulares (Richard Sherman, Earl Thomas e Kam Chancellor) da Legion of Boom estão machucados e o reserva Jeremy Lane também. O único titular saudável é, justamente, Byron Maxwell e logo ele pode estar a caminho de ser contratado por outra equipe da NFL. Com os problemas que várias equipes possuem em suas secundárias, o impasse envolvendo o jogador de 27 anos tem tudo para ser uma das principais histórias nesse período de Free Agency e vale acompanhar de perto o seu desfecho.

Malcolm Smith (Seattle Seahawks) – Linebacker

MalcomSmith

O MVP do Super Bowl XLVIII será Free Agent em 2015. O contrato do jogador que fez parte de uma das melhores defesas da liga está no fim e dificilmente será renovado. Desde a final do campeonato de 2013 até o último jogo do Seahwaks na temporada passada, muita coisa mudou para Smith. O ano de 2014 foi grandioso para Bruce Irvin, K.J. Wright e Bobby Wagner. O trio de linebackers cresceu junto com a equipe durante a temporada e foi fundamental para a arrancada até o Super Bowl XLIX. Com o nível de atuação dos três sendo acima da média, sobrou pouco espaço para Malcolm Smith jogar. Juntando a falta de ritmo com a grande fase que os seus companheiros de posição vivem, Smith se tornou um jogador dispensável em Seattle. Porém, quando for para o mercado da NFL, o atleta pode ser uma boa contratação. Mesmo com só 25 anos, ele já tem uma grande experiência (vide o prêmio individual em 2013) e pode ser peça fundamental para alguma defesa da liga.

Nota: Até o dia 10/03 (data em que começa o período de Free Agency), os jogadores que vão para o mercado ainda não estão definidos. Portanto, os nomes dessa lista, assim como os de outras que estarão no site, são apenas especulações determinadas a partir das situações atuais das equipes.

Compartilhe

Leave A Reply