domingo, 26 de junho de 2016

Compartilhe

lambeau leap

Certo dia, recebemos uma mensagem de um fã de futebol americano pedindo ajuda para escolher o seu time na NFL para torcer. Se indicássemos alguma equipe, poderíamos estar sendo injustos com as outras. Então, por que não reunir 32 torcedores e pedirem a eles para tentarem “recrutar” um novo integrante para suas respectivas franquias? Fomos atrás de perfis dos times no Twitter e Facebook, comentaristas, personalidades ligadas ao esporte e torcedores fanáticos que toparam entrar nesse projeto e colaborar conosco. Falamos um pouco sobre a história de cada equipe, títulos, grandes ídolos e por fim as declarações de cada um. Aproveite para mandar essa matéria para aquele seu amigo que está começando a acompanhar o esporte agora ou para aquele que já curte há mais tempo, mas ainda não decidiu para quem torcer.

LEIA MAIS: Resultado da Pesquisa de Torcidas da NFL no Brasil – 2016

PITTSBURGH STEELERS logo steelers

A franquia foi fundada em 1933 como “Pittsburgh Pirates”, mesmo nome da equipe de beisebol da cidade, e em 1940 mudou para o que conhecemos hoje. No inicio dos anos 70, com a chegada do técnico Chuck Noll, o Steelers se tornou uma das equipes mais vitoriosas da NFL e, desde então, venceu seis vezes a NFL. O nome “Steelers” foi escolhido em um concurso e é uma referência à grande indústria de aço, principal renda econômica da cidade na época.

Estádio: Heinz Field
Maiores Ídolos:
Terry Bradshaw, Jack Lambert, Joe Greene, Mel Blount e Troy Polamalu

Títulos e Conquistas: 6 vezes campeão do Super Bowl (IX, X, XII, XIV, XL e XLIII)

“Torcer pelo Pittsburgh Steelers é diferente de tudo e quem é torcedor da equipe sabe disso. Envolve uma paixão, envolve ser parte de uma nação de torcedores unidos que, assim como os membros do time, estão juntos em prol de um objetivo em comum: voltar a ser a maior potencia da NFL. Todos jogadores com passagens por lá afirmam que a franquia de Pittsburgh é diferente de tudo e quem é torcedor do Steelers já sabe disso desde o dia em que colocou uma camisa da equipe no corpo ou uma “Terrible Towel” na mão. Ser torcedor do Steelers é ser amante do futebol americano.” (Steelers Brasil)

BALTIMORE RAVENS logo ravens

A franquia nasceu em 1996, quando o proprietário Art Modell levou o até então Cleveland Browns para Baltimore, mas foi obrigado a abandonar a história da equipe, já que a cidade de Cleveland teria um novo time herdando toda a história deixada. Mesmo com pouco tempo de existência, o Ravens já foi campeão da NFL duas vezes. O nome da equipe foi inspirado no poema “The Raven”, de Edgar Allan Poe, autor que viveu e morreu na cidade.

Estádio:M&T Bank Stadium
Maiores Ídolos: Ray Lewis, Ed Reed, Jamal Lewis, Jonathan Ogden e Terrell Suggs
Títulos e Conquistas: 2 vezes campeão do Super Bowl (XXXV e XLVII)

“Sabe aquele time que não é dos mais populares, mas esta sempre brigando entre os melhores? Sabe aquele time onde os jogadores têm realmente orgulho de jogar e defender a equipe? Sabe aquele time onde nenhum jogador é maior que o time e o time é sempre muito unido? Este time é o Baltimore Ravens! Um time que sempre foi muito conhecido pela sua excepcional defesa, mas que recentemente também é reconhecido pelo seu ataque. Em 20 anos de existência, o Ravens ganhou dois Super Bowls – em 2000 e 2012 – e desde 2008, quando chegaram o técnico John Harbaugh e o QB Joe Flacco, o time só não chegou aos playoffs em duas temporadas. O ano de 2016 será um ano importante para o Ravens, considerando que 2015 foi muito ruim, temos tudo para ser melhor este ano e, quem sabe, levar mais um Super Bowl para a cidade de Baltimore!” (Baltimore Ravens Brazil)

CLEVELAND BROWNS logo browns

Fundando em 1946, foi um dos mais vitoriosos antes da unificação da NFL. Em 1996, Art Modell tentou levar o time e sua história para Baltimore, mas foi impedido pela NFL e foram apenas os jogadores. Depois disso, a cidade passou três anos sem uma equipe e voltou à NFL em 1999 com o “novo” Cleveland Browns, mantendo a história da antiga franquia para si. O Browns nunca disputou uma final e amarga um dos maiores jejuns de uma franquia profissional dos Estados Unidos, mas antes da “era Super Bowl” levantou o troféu quatro vezes. O nome “Browns” foi escolhido em um concurso e a explicação oficial é que a alcunha faz homenagem ao lendário boxeador Joe Lewis, conhecido como “Brown Bomber”.

Estádio: FirstEnergy Stadium
Maiores Ídolos: Jim Brown, Otto Graham, Lou Groza, Don Fleming e Joe Thomas
Títulos e Conquistas: 4 vezes campeão do “NFL Championship” (1950, 1954, 1955 e 1964)

“Um pouco óbvio que torcer pro Browns não é fácil, mas o que não se pode negar é que temos os fãs mais leais da liga, não importa a situação, a “Dawg Pound” sempre estará lá. Torcendo para o Browns, você vai se irritar, vai chorar e às vezes, bem às vezes, você vai sorrir, mas posso garantir que o time mudará a sua vida. Toda vez que você ler algo sobre Jim Brown, Otto Graham ou Joe Thomas, você vai sentir orgulho.” (Browns Brasil)

CINCINNATI BENGALS logo bengals

Foi fundado em 1966 por Paul Brown, ex-técnico do Cleveland Browns, que após ser demitido mostrou interesse em estabelecer outra franquia no estado de Ohio. A equipe disputou dois Super Bowls em sua história, perdendo ambos para o San Francisco 49ers. A escolha do nome “Bengals” foi uma decisão do próprio Paul Brown para homenagear o time que jogou em Cincinnati nos anos de 1937 a 1942.

Estádio: Paul Brown Stadium
Maiores Ídolos: Anthony Muñoz, Ken Riley, Boomer Esiason, Ken Anderson e Chad Ochocinco
Títulos e Conquistas: 2 vezes vice-campeão do Super Bowl (XVI e XXIII)

“O Cincinnati Bengals não é uma franquia tradicional com muitos títulos. Sim, isso não tem como negar. Mas é uma franquia de torcida apaixonada e que vive o melhor momento nos últimos vinte anos. A casa de Chad Ochocinco, um dos últimos “Showmans” da NFL, tem um núcleo formado com jogadores jovens e de muito talento – Geno Atkins, A.J. Green, Tyler Eifert, Andy Dalton, Vontaze Burfict -, que fizeram com que a equipe chegasse aos últimos 5 playoffs. Além disso, o Bengals vem protagonizando uma das rivalidades que mais tem aumentado nos últimos anos, contra o Pittsburgh Steelers. É como se o irmão caçula que só apanhava na década de 90 mostrou que não vai mais aceitar e enfrenta o “irmão mais velho”. Os jogos da equipe tendem a ser bons, pois a divisão é extremamente equilibrada com jogos eletrizantes.” (Ricardo Bossi, torcedor do Bengals)

INDIANAPOLIS COLTS logo colts

Foi fundando inicialmente em Baltimore como “Baltimore Colts” em 1953 e, após se mudar para Indianapolis em 1984, herdou a história da sua época em Baltimore, onde venceu três vezes o “NFL Championship” e o Super Bowl V. Na atual cidade, foi campeão do Super Bowl XLI, já com o lendário Peyton Manning no comando do ataque. Seu nome foi escolhido originalmente em Baltimore e foi uma homenagem à região que era conhecida por suas inúmeras criações de cavalos.

Estádio: Lucas Oil Stadium
Maiores Ídolos: Peyton Manning, Johnny Unitas, Marvin Harrison, Reggie Wayne e John Mackey
Títulos e Conquistas: 2 vezes campeão do Super Bowl (V e XLI) e 3 vezes do “NFL Championship” (1958, 1959 e 1968)

“Por que torcer para o Indianapolis Colts? A franquia tem uma história rica, sendo o lar de dois dos maiores QBs da história – Johnny Unitas e Peyton Manning. Com 2 Super Bowls e 3 títulos da NFL, posso garantir que torcer para o Colts não fica devendo em nada para um grande time brasileiro. Andrew Luck, em quatro temporadas, já comandou a equipe em dez viradas no último quarto, e o time está acostumado a jogos emocionantes, como na 2ª maior virada da história da pós-temporada, tirando uma diferença de 28 pontos após o intervalo contra os Chiefs em 2014. Caso escolha os Colts, você torcerá para um time de uma cidade legal, que ainda conta com uma grande franquia da NBA e de quebra pode sonhar com um grande futuro.” (Colts Nation Brasil)

JACKSONVILLE JAGUARS logo jaguars

O clube foi fundado em 1993, entrando como uma equipe de expansão da NFL apenas no ano de 1995. Com pouco tempo de existência, nunca esteve no Super Bowl, mas no final da década de 90 era pedra cantada na pós-temporada e chegou a disputar a final de conferência em 1999. O nome do time foi em homenagem a um animal que vivia no zoológico da cidade e era o mais velho encontrado nos Estados Unidos.

Estádio: EverBak Stadium
Maiores Ídolos: Jimmy Smith, Maurice Jones-Drew, Fred Taylor, Mark Brunell e Tony Boselli
Títulos e Conquistas: Vice-campeão da AFC (1999)

“Acredito que o maior motivo para quem está chegando agora na NFL abraçar o meu querido Jaguars é porque somos um time em crescimento, uma coisa maior em formação. De uns anos para cá passamos perrengue, é verdade, mas agora temos Blake Bortles, Julius Thomas, Allen Hurns e Allen Robinson formando um dos ataques mais explosivos da NFL e cheio de potencial. O grande problema do time era a defensa, mas com um Draft considerado o melhor entre muitos analistas e as adições de Malik Jackson, Tashaun Gipson e Prince Amukamara, temos tudo para montar uma defesa que, pelo menos, enverga mas não quebra. Convido você a torcer pelo Jaguars pela incrível sensação de ver algo grande nascer. Além do mais, nosso uniforme é lindo, temos piscina no nosso estádio, nosso dono tem um bigode irado e vamos ganhar a divisão mais difícil da NFL esse ano. Venha, venha para o Jaguars, porque “Duval” te abraça!” (Tarso Doria, do Esporte Interativo)

HOUSTON TEXANS logo texans

É o time mais novo da NFL, fundado no ano de 2002. Entrou na NFL como uma franquia de expansão após o último time de Houston se mudar para a cidade de Nashville, não herdou a história do antigo “Houston Oilers” e sofreu grande concorrência de outras cidades como Toronto e Los Angeles para abrigar uma nova franquia. O nome “Texans” faz referencia ao estado do Texas e foi adotado para ganhar uma simpatia maior com os torcedores locais.

Estádio: NRG Stadium
Maiores Ídolos: Andre Johnson, Arian Foster, J.J. Watt, Duane Brown e Brian Cushing
Títulos e Conquistas: 3 vezes campeão da AFC Sul (2011, 2012 e 2015)

“O Houston Texans é o time mais novo da NFL atualmente e também um dos mais promissores da principal liga de futebol americano do mundo. Fundada em 2002, a equipe disputará neste ano a sua 14ª temporada como membro da AFC Sul, divisão que venceu por três vezes nos últimos cinco anos. Com uma torcida apaixonada e que lota o NRG Stadium em todas as partidas, o time do técnico Bill O’Brien busca voos maiores em um futuro próximo, apostando em um novo QB e uma safra de jovens talentos selecionados através do Draft. Se ainda não é o suficiente para você, é bom lembrar que a franquia conta em seu elenco com um dos jogadores mais dominantes da liga: J.J. Watt. Principal ídolo da torcida, o camisa 99 é uma estrela nacional e lidera o time desde 2011, ganhando o prêmio de “Defensive Player of the Year” em três oportunidades. Escolher o lado vermelho, branco e azul da força não é uma má ideia para quem ainda não tem um time favorito na NFL. O futuro é promissor para a jovem equipe da AFC e você pode fazer parte dele.” (Marcos Garcia, ex-editor da Liga dos 32)

TENNESSEE TITANS logo titans

Foi fundado em 1960 como “Houston Oilers” e disputou a AFL, onde venceu duas vezes. Se mudou para Tennessee em 1997 e após um ano como “Tennessee Oilers” alterou seu nome definitivamente para Tennessee Titans em 1999. Seu nome foi escolhido em um concurso e “Titans” venceu por simbolizar a força, a liderança e o heroísmo. Ficou a exatamente uma jarda do título no Super Bowl XXIV, um dos jogos mais emocionantes de toda a história.

Estádio: Nissan Stadium
Maiores Ídolos: Warren Moon, Earl Campbell, Bruce Matthews, Steve McNair e Eddie George
Títulos e Conquistas: Vice-campeão do Super Bowl XXXIV

“Provavelmente tenho a tarefa mais difícil nesse momento: te convencer a torcer para o time que na última temporada da NFL ficou em último lugar, mas, por si só, isso acaba se tornando um grande motivo, e você vai saber o porquê a seguir. Vamos começar pelo motivo geográfico, o Titans fica na cidade de Nashville (Tennessee), também conhecida como a cidade da música, contando com altos níveis culturais e acadêmicos reconhecidos mundialmente. Partimos então para os grandes feitos do nosso Titans: fomos campeões duas vezes da antiga AFL ainda como Oilers e também campeões da conferência Americana (AFC) em 1999, além disso, tivemos jogos históricos da NFL: o “Music City Miracle”, onde vencemos o Buffalo Bills faltando 16 segundos para acabar o jogo com um retorno de chute finalizado com uma espetacular corrida de 75 jardas, e o Super Bowl XXXIV, até hoje considerado por muitos como um dos mais emocionantes de todos os tempos, onde infelizmente ficamos a somente uma jarda de sermos campeões. Nossa história é muito rica e interessante, mas se me perguntar por que escolhi e te convenceria a torcer para o Titans, eu te digo que o futebol americano é algo inexplicável e apaixonante, o que torna ele realmente diferente e interessante é a capacidade de uma equipe entrar no fundo do poço e se reerguer em um curto espaço de tempo. Isso já seria um grande motivo para escolher o time de pior campanha, imagine a sensação que você vai ter quando o Titans estiver disputando um Super Bowl e vencer, vai ser algo inexplicável. Você vai fazer parte dessa história do time como torcedor, vai poder dizer: “comecei a torcer para este time quando ele saiu de duas temporadas ruins”. Tenho certeza que você vai começar uma grande história de um time que muito em breve vai conseguir ultrapassar a barreira daquela única jarda que faltou em 1999 e entraremos para a história dos grandes campeões da NFL.” (Titans BR)

NEW ENGLAND PATRIOTS logo patriots

Localizado na cidade de Boston, a equipe manda seus jogos na cidade de Foxborough, estado de Massachusetts. Foi fundado em 1960 com o nome de “Boston Patriots” e em 1971 mudou seu nome em definitivo para New England Patriots. Seu novo nome foi escolhido em um concurso e “Patriots” foi o vencedor pelo fato de a região ser um dos marcos da democracia americana. A equipe estabeleceu uma verdadeira dinastia no início dos anos 2000 e coleciona quatro troféus em sua história.

Estádio: Gillette Stadium
Maiores Ídolos: Tom Brady, Ty Law, Tedy Bruschi, Willie McGinest e Andre Tippett
Títulos e Conquistas: 4 vezes campeão do Super Bowl (XXXVI, XXXVIII, XXXIX, XLIX e LI)

“Acreditamos que um dos motivos que levaria uma pessoa a torcer pelo New England Patriots seria o poder de superação da equipe. Uma equipe sempre perseguida e odiada por todos, mas sempre vitoriosa e dominante na sua conferência contando com um grande ataque, um dos melhores QBs e um dos melhores técnicos da NFL. A história de Tom Brady já é motivo para se apaixonar pelo time: apenas o 199º jogador escolhido no Draft que se tornou um dos melhores da história da NFL é algo que acontece uma vez no milênio. A história de Boston é fantástica, berço da revolução e a cidade dos campeões nos esportes americanos. New England Patriots, ame-o ou odeie-o.” (Patriots Brazil)

NEW YORK JETS logo jets

Foi fundado em 1960 com o nome de “New York Titans”, tendo seu nome alterado em 1963 para New York Jets. Foi a primeira equipe que jogava na extinta AFL a derrotar uma equipe da NFC em um Super Bowl, o que até hoje é único título da equipe. O nome “Jets” foi dado porque a equipe mandava seus jogos em um estádio próximo ao aeroporto de LaGuardia, eram então chamados de “jatos”.

Estádio: MetLife Stadium
Maiores Ídolos: Joe Namath, Don Maynard, Curtis Martin, Joe Klecko e Darrelle Revis
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl III

“Na vida temos sempre caminhos fáceis e difíceis. A escolha difícil, mesmo que não imediata, proporciona experiências mais prazerosas e a sensação de identidade e dedicação única de sua experiência. Torcer para o Jets é isso: é procurar links na Internet pra ver jogos que não passam na TV, é aceitar menor cobertura midiática sobre seus jogadores, é correr atrás de informação o tempo todo. É trabalhoso e sofrido, mas ao mesmo tempo é apaixonante! Nosso time nem sempre traz resultados, porém lota estádio todo jogo e tem uma torcida fanática que, em momentos de conquista comemoram como nenhum outro. Seja mais um desses malucos apaixonados, seja Jets!” (Jets Brasil)

BUFFALO BILLS logo bills

Fundado em 1960, o nome Bills foi escolhido em um concurso para homenagear “Buffalo Bill Cody” e substituir o nome “Bisons”. Foi uma das grandes equipes na década de 90, batendo na trave por um título de Super Bowl incríveis quatro vezes seguidas.

Estádio: Ralph Wilson Stadium
Maiores Ídolos: Jim Kelly, Bruce Smith, Andre Reed, Thurman Thomas e O.J. Simpson
Títulos e Conquistas: 4 vezes vice-campeão do Super Bowl (XXV, XXVI, XXVII e XXVIII)

“Torcer para o Buffalo Bills vai muito além de gostar de um time repleto de tradição, responsável direto pela criação da AFL e da unificação com a NFL. É uma história de lutas, amor pelo esporte e principalmente superação. É difícil argumentar que exista uma torcida mais fiel e fanática do que a do Bills. Encher um estádio quando seu time está bem não é complicado, o que não é fácil é ter uma torcida que esgota os ingressos com tamanha antecedência mesmo nos momentos mais difíceis da história da franquia. Enfrentando um dos climas mais frios da NFL, é uma torcida que chega ao estádio dias antes do jogo para acampar e se aquecer na base do churrasco, da cantoria e do sentimento quase religioso que é torcer para o único time que joga no estado de New York. Em uma cidade pequena, que teve um grande colapso econômico no meio do século passado, o Bills é muito mais que um time, o sentimento de identidade e pertencimento é muito maior, um não existe mais sem o outro. Mais de 20 anos após seus momentos mais gloriosos com Jim Kelly, Bruce Smith, Thurman Thomas e Marv Levy no comando, os torcedores de Buffalo continuam esperando a conclusão da tarefa que ainda não terminou, mas nada é impossível para o time responsável pela maior virada da história da NFL.” (Arthur Murta, editor da Liga dos 32)

MIAMI DOLPHINS logo dolphins

Fundado em 1966, o Dolphins é a franquia esportiva mais antiga do estado da Flórida e foi duas vezes campeã da NFL, sendo a primeira e única a vencer o campeonato de forma invicta. O nome “Dolphins” foi escolhido em um concurso em 1965, o dono do time na época, Joe Robbie, gostava de golfinhos por ser um dos animais mais rápidos e inteligentes do mar.

Estádio: Hard Rock Stadium
Maiores Ídolos: Dan Marino, Bob Griese, Larry Csonka, Jason Taylor e Larry Little
Títulos e Conquistas: 2 vezes campeão do Super Bowl (VII e VIII)

“Torcer não é o termo correto quando falamos sobre o Dolphins. Você vai sofrer, vai ficar com raiva, vai sorrir, mas todo domingo, vai vestir sua camisa e torcer fielmente! Somos uma espécie de “seita”, um dos times mais populares em todo mundo, pois somos os primeiros e únicos a se sagrar campeão de forma invicta. Temos diversas participações em Super Bowls, tivemos Dan Marino, um dos melhores QBs da história, nosso camisa 13 que era recordista em passes de TDs e jardas aéreas até sua aposentadoria. O time de Miami revolucionou a estratégia com o técnico Don Shula, colecionou vitórias com viradas incríveis de Marino lançando para TD no fim do jogo. Não te prometo vitórias, nem títulos, mas prometo uma franquia de MUITA tradição, de uma camisa pesada. Temos um ditado: “Stronger Togheter”. Venha fortalecer ainda mais a mais tradicional franquia da NFL!” (Thiago Yuri, torcedor do Dolphins)

DENVER BRONCOS logo broncos

Foi fundado em 1960, mas só teve destaque na NFL a partir de 1977, quando sua defesa ficou conhecida como “Orange Crush”, sendo considerada uma das melhores de todos os tempos. O Broncos só conquistou seu primeiro título após a chegada de John Elway, desde então foram três no total. O nome foi escolhido através de um concurso e “Broncos” venceu por se referir aos cavalos selvagens da região do Colorado.

Estádio: Sports Authority Field at Mile High
Maiores Ídolos: John Elway, Terrell Davis, Shannon Sharpe, Champ Bailey e Gary Zimmerman
Títulos e Conquistas: 3 vezes campeão do Super Bowl (XXXII, XXXIII e 50)

“O que significa torcer pelo Denver Broncos? A melhor forma que tenho para explicar é pela minha história com o time: passei minha infância em San Diego e ainda assim me tornei torcedor do Broncos. Por que? Basta olhar para sua história. O Broncos sempre foi um time em que para se tornar torcedor, tem de passar por uma prova de amor. Inúmeros massacres em Super Bowls e jogos decididos no fio da navalha. Temporadas espetaculares que levaram Elway e Manning ao ápice do esporte nas suas últimas cavalgadas e foram dignas de levar um homem, como este que vos escreve, às lagrimas. Torcer pelo Broncos não é apenas escolher o Orange&Blue. Amar o Broncos é saber que, independente de onde você estiver, quando um passe adversário tocar no gramado, você gritará junto com os milhões de seguidores fieis: IN-COM-PLETE!” (Pedro Pinto, analista no Zona FA e comentarista no Esporte Interativo)

SAN DIEGO CHARGERS logo chargers

Fundado em 1960 como “Los Angeles Chargers”, se mudou para San Diego em 1961. Atuava pela AFL e desde a unificação da NFL nunca conquistou um Super Bowl em sua longa história, mas bateu na trave na temporada de 1994. Seu nome foi escolhido pelo seu proprietário, Barron Hilton, por gostar do grito de guerra “Charge”.

Estádio: Qualcomm Stadium
Maiores Ídolos: Dan Fouts, LaDainian Tomlinson, Junior Seau, Lance Alworth e Kellen Winslow
Títulos e Conquistas: Vice-campeão do Super Bowl XXIX

“Títulos não medem a grandeza de uma equipe. Se você procura facilidade, pode esquecer. Aqui não é o lugar para isso. O Chargers tem uma vocação para o sucesso. Parece que sempre tem alguma coisa que nos impede de chegar ao topo, mas não desistimos. Não temos as conquistas que nossos rivais de divisão têm, mas nossa história é riquíssima de grandes vitórias e grandes jogadores. É do Chargers um dos ataques mais famosos do início da década de 80, chamado de Air Coryell. Na década de 2000, tivemos um dos mais talentosos times que a NFL já viu, mas em 2007 perdemos LaDainian Tomlinson e Philip Rivers para a final da AFC contra o Patriots. Rivers, aliás, jogou aquela partida com o ligamento do joelho rompido, em uma das mais corajosas atuações de todos os tempos. Somos pacientes. Se você valoriza história, ídolos e uma cidade apaixonada pelo esporte, bem-vindo, o San Diego Chargers é o seu lugar.” (Guilherme Beltrão, analista no Zona FA e produtor no Esporte Interativo)

OAKLAND RAIDERS logo raiders

Foi fundado em 1960 e ainda como Oakland, conquistou dois títulos da NFL. Em 1982, se mudou para Los Angeles procurando um mercado maior na Califórnia e dois anos depois conquistou aquele que seria seu último campeonato. Em 1994, voltou para Oakland, onde estão até hoje. Seu nome foi escolhido em um concurso vencido pela alcunha “Señors”, porém a escolha não foi aceita pelos fãs pelo simples fato de que o “ñ” não ser usado no inglês. O nome foi trocado por “Raiders” por simbolizar um “Invasor Pirata”.

Estádio: O.co Coliseum
Maiores Ídolos: Charles Woodson, Marcus Allen, Tim Brown, Fred Biletnikoff e Ken Stabler
Títulos e Conquistas: 3 vezes campeão do Super Bowl (XI, XV e XVIII)

“Vanguarda, loucura e paixão. Essas são as palavras que definem o que é o Oakland Raiders. Um homem muito à frente de seu tempo, Al Davis foi o dono do time por muitos anos e a NFL deve quase tudo do que ela é hoje a ele, que implementou o jogo vertical, colocando muito mais ênfase nos passes do que nas corridas e formou equipes absurdamente físicas. Além disso, foi a primeira franquia a ter um técnico negro e o primeiro técnico latino em um esporte que ainda luta para suplantar o racismo completamente. O fator histórico não é suficiente? Então como não se apaixonar por uma equipe cujos torcedores se fantasiam de piratas, guerreiros medievais, entre outras figuras ameaçadoras, a cada jogo? E que esses mesmos torcedores não abandonam nunca um time que passa uma década sendo talvez a pior de toda a liga? Torcer para o Raiders é para poucos, para os que pensam diferente, para os que não se encaixam. Hoje, mais ainda, porque é um dos times com o futuro próximo mais brilhante da NFL.” (Raiders Brasil Blog)

KANSAS CITY CHIEFS logo chiefs

Foi fundado em  1960, em Dallas, com o nome de Dallas Texans. Em 1963, se mudaram para Kansas City e trocaram o nome para Chiefs. Na NFL, se tornou a segunda equipe a derrotar um time da NFC em uma final, conquistando o seu único título com o Super Bowl IV. Seu nome foi escolhido em homenagem aos índios que habitavam a região de Kansas City no passado.

Estádio: Arrowhead Stadium
Maiores Ídolos: Derrick Thomas, Priest Holmes, Len Dawson, Will Shields e Buck Buchanan 
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl IV

“Minha história com a NFL – e, consequentemente, com os Chiefs – remonta ao começo dos anos 90. Mais especificamente ao ano de 1993. Naquele ano, então estudante universitário, fui apresentado ao esporte por um amigo de faculdade e o grande jogador da época, o lendário Joe Montana, estreava em seu novo time, o Kansas City Chiefs. Isso me fez escolher o Chiefs como meu time na NFL. Aquela foi uma temporada especial para o time, que fez ótima campanha na temporada regular – algo bastante comum nos anos 90 –, mas caiu na final de conferência ante o Buffallo Bills. Mas, mesmo com a derrota, a semente de torcedor já havia sido plantada e até hoje acompanho ano a ano, jogo a jogo, as temporadas do Chiefs, sempre torcendo para que ele volte ao Super Bowl. Um dia ainda irei assistir um jogo do time ao vivo no Arrowhead Stadium, como parte da torcida mais barulhenta da NFL #LoudAndProud #GoChiefs #ChiefsKingdom” (Rodrigo Vitória, torcedor do Chiefs)

GREEN BAY PACKERS logo packers

Foi fundado em 1919 por Curly Lambeau e George Whitney Calhoun. Em sua rica história, venceu treze títulos da liga – nove desses antes da “era Super Bowl“. O time mantém uma rivalidade histórica contra o Chicago Bears, Minnesota Vikings e Dallas Cowboys, historicamente conhecido como o maior rival do Packers na pós-temporada. A equipe é a única de propriedade coletiva (com 363.491 acionistas) – considerada uma empresa sem fins lucrativos – dentre as principais ligas esportivas dos Estados Unidos. O nome “Packers” foi inspirado na empresa onde o fundador do time trabalhava, que patrocinou o time em seu início e fornecia todo o equipamento aos jogadores.

Estádio: Lambeau Field
Maiores Ídolos: Brett Favre, Bart Starr, Reggie White, Jim Taylor e Willie Wood
Títulos e Conquistas: 4 vezes campeão do Super Bowl (I, II, XXXI e XLV)

“Querido novo torcedor da NFL, tenho uma proposta pra você. Que tal se você pudesse torcer para o time mais tradicional da NFL? E ,se além do mais tradicional, este time fosse 13 vezes campeão? Este é o time pelo qual torço, dou boas risadas, choro, vibro e sempre me emociono, é claro que estou falando do gigante Green Bay Packers. E, para completar, você acredita que Green Bay é uma cidade de 110 mil habitantes? A menor cidade com uma franquia da NFL e a única sem ter um dono, desde a primeira década de sua fundação (1919),  os donos são a torcida. Me tornei torcedor do Packers através de um jogo de Super Nintendo da NFL em 1995, descobri Brett Favre, as cores do Brasil ajudaram, o G, que também é o do meu nome, e claro, toda história que a franquia carrega na bagagem. Quando a assunto é conquistas, fica impossível não ser seduzido pelo Packers. Somos a única franquia que foi vencedora em todos os períodos da NFL, tanto que Green Bay é chamada de “Titletown”.  Desde o tri-campeonato de 1929-1930-1931 ou os títulos de 1936, 1939, 1944, 1961, 1962, 1965 (já chamados de “NFL Championship Game”, passando pelos dois títulos de 1966 e 1967 (os dois primeiros da “era Super Bowl”) e chegando até os dois da era moderna da liga em 1996 e 2010. Não custa lembrar que o nome do troféu do Super Bowl se chama Vince Lombardi, treinador cinco vezes campeão pelo Green Bay Packers. Então amigo, se gosta de história, tradição e títulos, você encontrou o seu time, venha com gente! Tem um lugar bem especial reservado para você.” (Guilherme Behs, do Cheeseheads Brasil)

CHICAGO BEARS logo bears

Fundado em 1919 com o nome de “Decatur Staleys”, mas com problemas financeiros se mudou para Chicago em 1921. A rivalidade do Bears com o Green Bay Packers é uma das mais antigas da NFL, gerando polêmicas dentro e fora de campo.  Antes da unificação da NFL, a franquia conquistou 8 títulos e desde então só levantou o troféu uma única vez, onde apresentou para todos a considerada melhor defesa da história da liga. O nome foi uma homenagem ao Chicago Cubs, time de beisebol da cidade. Cubs tem o significado de “pequeno urso”  e, para manter o tema, “Bears” foi o escolhido.

Estádio: Soldier Field
Maiores Ídolos: Walter Payton, Dick Butkus, Mike Singletary, Gale Sayers e Brian Urlacher
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl XX

“Escolher um time, seja qual for o esporte, é uma tarefa muito importante que um fã de esporte precisa fazer ao começar a acompanhar determinada liga. Na NFL não é diferente, pois essa escolha vai ditar o rumo das coisas que vão acontecer com você, desde sofrimento, nervosismo até zoação com os amigos. Quando escolhi o Chicago Bears, me identifiquei muito pelo estilo de jogo que a equipe sempre possuiu ao longo de sua grande história, um estilo de jogo com defesas muito fortes e que impõem respeito, que já teve nomes como Dick Butkus, Mike Singletarry, Dan Hampton, Lance Briggs, Charles Tillman e o jogador que mais me estimulou, Brian Urlacher. Além de defesas dominantes, o Bears sempre teve grandes jogos terrestres guiados por Gale Sayers, Matt Forte e, um dos maiores de todos, Walter Payton. Para os que escolhem uma franquia por sua tradição, o Bears é uma das mais tradicionais, pois foi fundada por uma das pessoas que ajudaram a fundar a liga, o ilustre George Stanley Halas, tão importante que dá o nome do troféu de campeão da NFC. É sediada em uma das mais apaixonantes cidades dos EUA, possui essa enorme tradição e é um time que passa grandes emoções, se é isso que você busca. Jogos sempre apertados, principalmente contra seus tradicionais rivais, possuindo a rivalidade mais antiga de toda a liga. Para o novo fã de NFL que procura um time tradicional que possui uma história inigualável, com rivalidades ferrenhas e históricas, além de jogos com muita emoção, não há escolha melhor que o Bears.” (Hamilton Monteiro, do Chi-Town Football)

MINNESOTA VIKINGS logo vikings

Foi fundado em 1921, quando os fuzileiros navais de Minneapolis decidiram criar uma equipe de futebol americano. A equipe durou apenas até 1924, foi recriada em 1929 como “Minneapolis Red Jackets”, mas só durou duas temporadas. Em 1959, três empresários decidiram trazer uma nova franquia para a cidade e equipe foi oficialmente nomeada Minnesota Vikings em 1960. O nome Vikings foi escolhido porque representava uma pessoa agressiva com vontade de vencer e também honrava as tradições nórdicas da região.

Estádio: U.S. Bank Stadium
Maiores Ídolos: Alan Page, Adrian Peterson, Cris Carter, Randy Moss e Fran Tarkenton
Títulos e Conquistas: 3 vezes vice-campeão do Super Bowl (VIII, IX e XI)

“Não se engane, ser torcedor do Vikings é um privilégio para os mais fortes. É ver o rival do estado vizinho (Wisconsin-Packers) ganhar todo o carinho da mídia independente da força do elenco. É ouvir sobre a monstruosa defesa do rival Chicago Bears, apesar de ter Alan Page, o primeiro MVP defensivo da liga. Se você tem uma paixão por trabalho duro e se provar constantemente, bem-vindo amigo, você é um fã do Vikings. Sköl Vikings!” (Raphão Martins, analista no Zona FA e comentarista no Esporte Interativo)

DETROIT LIONS logo lions

Originalmente criado em 1930 em Ohio e chamado de “Portsmouth Spartans”, as baixas receitas e a “Grande Depressão” ameaçaram a existência da franquia, até ser comprada em 1934 e ser realocada em Detroit por um grupo de investidores. O time foi chamado de “Lions” como uma derivação do popular time de beisebol da cidade, o Detroit Tigers, simbolizando os felinos poderosos e ferozes. Todos os títulos da franquia foram conquistados antes da unificação da NFL e o Lions é a unica equipe da NFC Norte que nunca disputou um Super Bowl.

Estádio: Ford Field
Maiores Ídolos: Barry Sanders, Calvin Johnson, Dick “Night Train” Lane, Dutch Clark e Joe Schmidt
Títulos e Conquistas: 4 vezes campeão do “NFL Championship” (1935, 1952, 1953 e 1957)

“Essa coisa de escolher um time é um pouco pessoal, não sei muito o porquê escolher o Lions como time. Temos uma boa equipe, uma torcida que ao mesmo tempo empurra, mas que não alivia em nenhum momento. Apesar de não termos um título de Super Bowl, somos uma franquia bem tradicional e somos de Detroit. Mesmo sem Megatron no time, ainda podemos esperar um bom futuro. Se você gosta de sofrer, aqui é o lugar.” (Lions Brazil)

CAROLINA PANTHERS logo panthers

Em 1987, pouco tempo depois da NBA decidir que a cidade de Charlotte teria uma franquia, o empresário Jerry Richardson se reuniu com um grupo de banqueiros da região para discutir a possibilidade de levar uma franquia da NFL à cidade. Em 1993, a liga decidiu, em votação unânime, que a 29ª franquia seria o Carolina Panthers. O time chegou ao Super Bowl duas vezes, mas acabou derrotado pelo New England Patriots e Denver Broncos. O nome foi escolhido pelo presidente da franquia, porque, segundo ele, a pantera representa o que o time deveria ser: poderoso, elegante e forte.

Estádio: Bank of America Stadium
Maiores Ídolos: Steve Smith, Sam Mills, Julius Peppers, Thomas Davis e DeAngelo Williams
Títulos e Conquistas: 2 vezes vice-campeão do Super Bowl (XXXVIII e 50)

“Torcer para o Panthers pode revelar um aspecto de sua personalidade. Se você torce para o Panthers, com certeza gosta de desafios e foge de zonas de conforto. Não entrarei no mérito de como e quando eu me reconheci membro dessa torcida, e tentarei também fugir dos clichês, pois a NFL exige raça, força, paixão e dedicação de todos os times. Por tanto, se você estiver procurando isso em uma equipe, vai encontrar 32 equipes para torcer, já que com exceção de alguns poucos, todos jogadores no campo deixam tudo lá dentro. Pois então, por que torcer para o Panthers? A resposta é: como não torcer para o Panthers? Em Charlotte, o time de dois Estados (Carolina do Note e Carolina do Sul) constrói sua recente história com muita propriedade. O primeiro título de Super Bowl está cada vez mais perto e é muito bom fazer parte dessa saga! Torcer para esse time é deixar de recorrer às glórias de um passado estabelecido, para ir de encontro às batalhas que nos colocarão como Super Campeões. Não escolha um time da NFL, sem antes deixar Cam Newton, Kelvin Benjamin, Greg Olsen, Luke Kuechly, Thomas Davis e Ron Riviera lhe mostrarem a força dessa família! Você não gostaria de construir uma história vitoriosa?” (William Gabriel Araújo, torcedor do Panthers)

NEW ORLEANS SAINTS logo saints

A franquia foi fundada em 1966, graças a uma combinação de ativismo local, que fez com que a aprovação da unificação da NFL estivesse condicionada à concessão de uma franquia à cidade de New Orleans. A equipe foi nomeada “Saints” por seu aniversário ser no Dia de Todos os Santos da Igreja Católica Romana e pela franquia estar em uma área majoritariamente católica.

Estádio: Mercedes-Benz Superdome
Maiores Ídolos: Drew Brees, Rickey Jackson, Vaughan Johnson, Willie Roaf e Sam Mills
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl XLIV

“Nós temos Drew Brees, alguns bons jogadores, um dos melhores técnicos da liga e já ganhamos um Super Bowl. Mas o real fato que me faria indicar o Saints para alguém é que nós temos uma cidade. Sim, uma cidade inteira! Acredite, vão te falar que tal torcida é apaixonada, que tal estádio é barulhento, mas nada (NADA) vai chegar perto da sensação que é assistir um jogo do Saints. Não é possível torcer pouco pelo time, é uma paixão mais arrebatadora do que por aquela(e) garota(o) do ensino médio. Nosso time tem uma torcida faz o “Who Dat Chant” antes de todo jogo e é arrepiante, se nunca viu, veja. Veja também o jogo do retorno ao Superdome. Aliás, temos tanto uma cidade que nosso estádio foi casa de muita gente na época do furacão Katrina. É uma relação muito maior do que time e torcida. É amor de uma família mesmo.” (Saints Brasil)

ATLANTA FALCONS logo falcons

Foi fundado em 1965 e o nome “Falcons” foi sugerido por Julia Elliott, uma professora do ensino médio que ganhou um concurso no mesmo ano. Embora 40 outros concorrentes também houvessem sugerido o nome, Elliott escreveu em um pequeno texto: “O falcão é orgulhoso e digno, com grande coragem de lutar. Ele nunca cai diante de sua presa. É mortal e tem uma grande tradição”.

Estádio: Georgia Dome
Maiores Ídolos: Jessie Tuggle, Roddy White, Deion Sanders, Mike Kenn e Claude Humphrey
Títulos e Conquistas: Vice-campeão do Super Bowl XXXIII

“Nenhum título em sua história e péssimo desempenho nas últimas três temporadas. Afinal, existe algum motivo para escolher o Atlanta Falcons dentre todos os outros 31 times da liga? A resposta é sim e resume-se em uma palavra: futuro. Em pouco menos de 51 anos de história, o Falcons já teve grandes jogadores e times memoráveis, no entanto, a equipe aparenta ter entrado no caminho certo somente após a derrota para os Broncos no Super Bowl XXXIII, pois 6 das 12 aparições na pós-temporada aconteceram depois disso. Isto deve-se muito a elencos promissores, como o atual, que possui jogadores de enorme potencial e peças consolidadas que ainda têm pela frente muitos anos para atuar em alto nível. Se isso não for o bastante para convencê-lo, leve em consideração a torcida. Nós não somos a maior da NFL e já vivenciamos mais tristezas do que alegrias, mas isto só serviu para tornar a nossa paixão infrangível e criar um sentimento de irmandade entre aqueles que vestem o vermelho e preto. Portanto, se você preza pelo futuro e quer se sentir em casa, o Falcons é o time ideal para você!” (Dirty Bird Brasil)

TAMPA BAY BUCCANEERS logo buccaneers

Foi fundado em 1973 a partir da ideia de expansão da NFL para 28 times, que era parte do acordo da unificação da liga. Um concurso para escolher o nome da equipe resultou em “Buccaneers”, uma referência aos piratas que frequentavam a costa do golfo da Flórida durante o século XVII.

Estádio: Raymond James Stadium
Maiores Ídolos: Warren Sapp, Derrick Brooks, Lee Roy Selmon, Ronde Barber e John Lynch
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl XVII

“É raro encontrar um brasileiro que teve a chance de escolher o seu próprio time de futebol para torcer. Esse torcedor teve a chance de experimentar um sentimento único e muito forte, o mesmo que uma pessoa que não tinha contato com a NFL antes o tem. Ser um torcedor do Buccaneers não é exatamente um mar de alegrias, principalmente pela sua história. Criado em 1976, o time teve um início muito ruim, possivelmente um dos piores em todas as franquias esportivas profissionais no mundo, começando a se estruturar verdadeiramente vinte anos após sua criação. A partir dali, tivemos o nascimento do futuro campeão do Super Bowl XXXVII, que teve uma das melhores defesas já vistas pela NFL, ancorada por jogadores hoje presentes no Hall da Fama e sempre citados como alguns dos melhores da história em suas posições, como Ronde Barber, Derrick Brooks, John Lynch e Warren Sapp. Hoje o time passa por uma reestruturação após uma fase ruim entre 2008 e 2014, animando seus fãs com os jovens, mas muito promissores, Jameis Winston e Mike Evans, além do excelente Doug Martin e uma defesa renovada, apoiada por dois dos melhores jogadores de defesa da NFL: Gerald McCoy e Lavonte David. Apesar de já ter visto mais atuações ruins do que boas nos últimos 11 anos, eu defendo este time ao máximo. É um dos poucos times que vi os jogadores, podendo às vezes não serem os melhores, se doarem de verdade ao jogo que amam. Como torcedor, isso sempre lhe dá perspectiva, esperança e principalmente orgulho. Meus amigos enchem a boca pra dizer que sou doente por torcer, mas para mim e para alguns grandes apaixonados espalhados pelo Brasil e pelo mundo, doente é quem não torce pelo Tampa Bay Buccaneers!” (João Ricardo Soares, torcedor do Buccaneers)

DALLAS COWBOYS logo cowboys

Foi fundado em 1960, é considerado o time mais rico e valioso da NFL e um dos com maior torcida. Durante a metade da década de 60, o Cowboys conseguiu se transformar em uma equipe competitiva, mas apenas em 1972 venceu seu primeiro Super Bowl dos oito que participou. No total foram cinco títulos, três deles oriundos de uma das grandes gerações de atletas que já pisaram nos gramados da liga. Para homenagear o Texas, o nome “Cowboys” foi escolhido. A equipe tem o apelido de “America’s Team” graças a um filme de 1978 sobre o time, onde o narrador fala “Eles aparecem na televisão tantas vezes que seus rostos já são tão familiares para o público quanto os de presidentes ou estrelas de cinema. Eles são o Dallas Cowboys, o America’s Team”.

Estádio: AT&T Stadium
Maiores Ídolos: Troy Aikman, Emmitt Smith, Michael Irvin, Roger Staubach e Bob Lilly
Títulos e Conquistas: 5 vezes campeão do Super Bowl (VI, XII, XXVII, XXVIII e XXX)

“Danny White, ex-jogador, descreveu assim o time de Dallas: “Eles são o Dallas Cowboys, discutivelmente a franquia mais bem-sucedida da história da NFL. Indiscutivelmente, a franquia mais comentada”. Torcer para o Dallas Cowboys é torcer para o time mais “americano” dos Estados Unidos. Dono de uma das maiores torcidas da NFL, a equipe é, ao mesmo tempo, a mais amada e a mais odiada. E não é para menos: não há como não odiar quando seu rival possui cinco Super Bowls e 21 títulos da divisão mais vencedora da NFL. Não há como não amar quando nenhum outro time venceu mais jogos de pós-temporada que o seu, nenhum outro time tem uma estrutura (estádio e instalações) melhor que o do seu time. A pergunta feita foi “Para qual time da NFL devo torcer?”, mas nós discordamos. Depois de tudo isso, a nossa pergunta é: Por que você não torceria para o Dallas Cowboys?” (Gabriel Plat, do Blue Star Brasil)

PHILADELPHIA EAGLES logo eagles

Foi fundado em 1933 como um substituto para o extinto “Frankford Yellow Jackets”, quando um grupo liderado por Bert Bell garantiu o direito de estabelecer uma franquia da NFL na Philadelphia. A equipe tem uma intensa rivalidade com o New York Giants – uma das mais antigas da liga. O nome “Eagles” foi dado durante o mandato do presidente Franklin D. Roosevelt e faz referência ao símbolo do Ato de Recuperação Nacional.

Estádio: Lincoln Financial Field
Maiores Ídolos: Reggie White, Donovan McNabb, Steve Van Buren, Chuck Bednarik e Brian Dawkins
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl LII

“A cidade de Philadelphia é popularmente conhecida nos EUA como a cidade do amor fraternal, mas sem nenhuma dificuldade poderia ser rebatizada como a cidade da resistência. Três vezes campeão da NFL antes da “era Super Bowl” e com um Super Bowl conquistado, a intensidade da paixão dos fãs do time só aumenta e levou até mesmo à criação do mantra “Bleeding Green”, ligando as raízes guerreiras da cidade e do seu povo às cores do time. Sejam heróis fictícios, como Rocky Balboa, sejam grandes nomes do passado, como Steve Van Buren, que andou em uma tempestade de neve para chegar ao estádio e anotar o TD do título de 1949, o espírito guerreiro sempre fez parte do time, da torcida e dos jogadores em campo. We’re from Philly, and we fight.” (Edu Zolin, da ESPN)

NEW YORK GIANTS logo giants

Foi uma das cinco equipes que aderiram à NFL em 1925 e é o único do grupo que ainda existe. É a terceira franquia mais vitoriosa da NFL com oito títulos (quatro antes da unificação da liga) e quatro Super Bowls. Na época de sua criação, o beisebol era o esporte mais adorado nos EUA e em homenagem ao New York Giants – hoje San Francisco Giants -, o nome foi adotado.

Estádio: MetLife Stadium
Maiores Ídolos: Lawrence Taylor, Michael Strahan, Y.A. Tittle, Harry Carson e Eli Manning
Títulos e Conquistas: 4 vezes campeão do Super Bowl (XXI, XXV, XLII e XLVI)

“Por que torcer para o Giants? Porque é um time que emociona, que nunca tem um caminho fácil pela frente, mas sempre encontra a direção para a vitória. Uma das franquias mais antigas e vencedoras da NFL. Uma equipe que supera todas as adversidades para trazer alegria aos seus torcedores. Tem Eli Manning, Victor Cruz e Odell Beckham Jr., responsáveis pelos momentos mais bonitos da NFL. Torcer para o Giants faz o coração vibrar quando o time entra em campo para representar toda sua legião de fãs e trilhar o caminho do sucesso.” (Giants Brasil)

WASHINGTON REDSKINS logo redskins

Fundado em 1932, o Redskins já disputou mais de mil partidas, tendo vencido dois campeonatos da NFL antes da unificação da liga e três Super Bowls. O nome da equipe e logotipo foram objeto de controvérsia. Ações judiciais foram movidas por grupos nativos americanos que os consideravam depreciativo. No entanto, pesquisas recentes têm demonstrado uma falta de maior apoio entre os americanos para uma mudança de nome. A alcunha “Redskins” foi dada para homenagear o técnico William Henry Dietz, que tinha origem indígena.

Estádio: FedEx Field
Maiores Ídolos: Joe Theismann, Darrell Green, Art Monk, Sonny Jurgensen e Sean Taylor
Títulos e Conquistas: 3 vezes campeão do Super Bowl (XVII, XXII e XXVI)

“O Washington Redskins é uma das mais antigas e tradicionais equipes da NFL. Na ativa desde a década de 30, a franquia da capital ostenta três Super Bowls no histórico e conta sempre com uma torcida fanática, que permanece fiel às cores burgúndia e ouro nas boas e más fases. As rivalidades, em especial com o Dallas Cowboys e o Philadelphia Eagles, sempre proporcionam um clima quente, ideal para quem gosta de um confronto entre eternos adversários. Com grandes ídolos no passado, como Sonny Jurgensen, Darrell Green e Sean Taylor, a equipe atualmente vem construindo um novo elenco repleto de talentos, buscando superar se sair ainda melhor que no ano passado. Torcer para o Washington Redskins significa acreditar sempre na vitória, ter um pouco de paciência em algumas situações e, principalmente, ter um coração preparado para fortes emoções a cada semana de NFL.” (Alexandre Batista, ex-redator da Liga dos 32)

SEATTLE SEAHAWKS logo seahawks

Foi fundado em 1974 após a unificação da NFL, que tinha como um dos termos a inclusão de mais duas franquias, deixando a liga com 28 equipes. O nome “Seahawks” foi selecionado em 1975, após um concurso que atraiu mais de 20.000 participantes e mais de 1.700 nomes diferentes, dentre os quais a sugestão de Clark McMillan foi escolhida. Essa espécie de águia, muito comum na região noroeste dos Estados Unidos, traz uma imagem de agressividade e é um nome exclusivo entre os times profissionais americanos.

Estádio: CenturyLink Field
Maiores Ídolos: Steve Largent, Marshawn Lynch, Shaun Alexander, Cortez Kennedy e Walter Jones
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl XLVIII

“Jovem amante de NFL, chegou a hora de escolher seu time. E aí, como fazer? Simples, escolha o Seattle Seahawks. Em primeiro lugar, escolha pela cidade: Seattle é uma metrópole linda, moderna, progressista, com muitas bicicletas, gente jovem e música boa, de Jimmy Hendrix a Macklemore, passando por Nirvana, Pearl Jam e Alice in Chains. Escolha pelo estádio: o CenturyLink Field foi um estádio concebido para o torcedor. Nele, a torcida praticamente entra em campo com seu time. Falando em torcida, torça pelo Seahawks e tenha a honra de ser o 12º jogador. Com camisa aposentada em sua homenagem, os torcedores são apaixonados, barulhentos e fazem a diferença nos jogos. Por fim, torça pelo time: o Seattle Seahawks tem uma história de quarenta anos que culmina nos dias de hoje e eu te garanto, você vai adorar assistir a Legion of Boom jogar e torcer por uma interceptação. Você também vai vibrar com Russell Wilson por no mínimo uns dez anos, provavelmente levantando mais vezes o Vince Lombardi Trophy. Go Hawks!” (Seahawks Brasil)

ARIZONA CARDINALS logo cardinals

Foi fundado no ano de 1898, em Chicago, por Chris O’Brien, que comprou uniformes marrons usados pela Universidade de Chicago, mas as cores tinham desbotado, o levando a exclamar: “Isso não é marrom, é cardeal vermelho!”, foi aí então que a equipe mudou seu nome para “Cardinals”. O time não podia competir com seu rival local – o Chicago Bears – e se transferiu para St. Louis. Não muito tempo depois, a franquia foi para Phoenix e se tornou “Phoenix Cardinals”. Apenas em 1994 passou a se chamar Arizona Cardinals em definitivo.

Estádio: University of Phoenix Stadium
Maiores Ídolos: Larry Fitzgerald, Aeneas Williams, Anquan Boldin, Larry Wilson e Charley Trippi
Títulos e Conquistas: Vice-campeão do Super Bowl XLIII

“Ser fã do Cardinals é trazer consigo a história do futebol americano. Quem diria que um time que nasceu em 1898, numa vizinhança irlandesa, hoje seria uma dos times mais badalados da NFL? Mesmo tendo tido três diferentes ninhos, a equipe nunca deixou de fazer bonito. Do título da antiga NFL em 1947 em Chicago, passando pelo lendário time de 1974 em St. Louis até a equipe de guerreiros do deserto que foi ao Super Bowl XLIII. O prazer de ter lendas em sua história, como Charley Trippi, Larry Wilson e Aeneas Williams e de ver lendas surgindo, como Larry Fitzgerald e Patrick Peterson. A história não ganha títulos, é verdade. Mas quando se tem um dos melhores treinadores da NFL, com ídolos que outras equipes invejam, além do trabalho bem feito, não me deixa dúvidas que o futuro do Cardinals é voar bem alto. Go, Cardinals!” (AZ Cardinals Brasil)

SAN FRANCISO 49ERS logo 49ers

Foi fundado em 1946 e entrou para a NFL em 1950. É conhecido por ter uma das maiores dinastias da NFL, já que venceu cinco Super Bowls em apenas 14 anos – entre 1981 e 1994 – com quatro dos campeonatos vindos na década de 80. Essas equipes foram lideradas por jogadores que hoje estão no Hall da Fama, como Joe Montana, Jerry Rice, Ronnie Lott, Steve Young e o treinador Bill Walsh. O nome da equipe  foi escolhido para homenagear os desbravadores que chegaram à área de San Francisco durante a corrida pelo ouro em 1849.

Estádio: Levi’s Stadium
Maiores Ídolos: Jerry Rice, Joe Montana, Ronnie Lott, Steve Young e Dwight Clark
Títulos e Conquistas: 5 vezes campeão do Super Bowl (XVI, XIX, XXIII, XXIV e XXIX)

“O 49ers é historicamente uma grande equipe. É o segundo time que mais venceu Super Bowl, além disso, é a equipe que teve Joe Montana, discutivelmente o melhor QB da história do esporte, e também Jerry Rice, considerado o melhor jogador de todos os tempos. Basta olhar alguns jogos das equipes do 49ers que foram campeãs, em especial as de 1988 e 1989. Era um time incrível: Montana fazia mágica com suas mãos comandando o ataque e Ronnie Lott era o líder perfeito para aquela defesa. Além disso, a combinação de vermelho e dourado é linda. O 49ers também possui o Levi’s Stadium, um dos estádios mais modernos e bonitos da NFL. Apesar do time estar passando por um processo de reestruturação, possui jovens talentos que podem lhe ajudar a voltar a brigar pelo Vince Lombardi Trophy dentro de pouco tempo.” (Fernando Mossmann, redator da Liga dos 32)

LOS ANGELES RAMS logo rams

Foi fundado em 1936, em Cleveland, pelo advogado Homer Marshman, que nomeou a equipe como “Cleveland Rams”. A ideia de um estádio maior e mais moderno trouxe o desejo de levar o time para Los Angeles e, em 1946, a equipe chegou à nova cidade. Com o passar dos anos, o estádio foi ficando longe dos padrões exigidos pela NFL, então a cidade de St. Louis concordou em construir um novo e, em 1995, o Rams se mudou novamente. Porém, em 2016, um novo projeto de construção em Los Angeles levou a franquia novamente para sua antiga sede.

Estádio: City of Champions Stadium
Maiores Ídolos: Kurt Warner, Marshall Faulk, Eric Dickerson, Isaac Bruce e Deacon Jones
Títulos e Conquistas: Campeão do Super Bowl XXXIV

“Quem começar agora a se interessar pelo Rams será um privilegiado. Não passou longos anos de jejum de vitórias e boas temporadas que nem eu e meus amigos na última década. O time do capacete legal não é mais um desses times que aparecem do nada. Temos uma rica história com um título em cada cidade que passamos, dois antes da “era Super Bowl” e um após. Nessa época, não fomos uma dinastia de títulos, mas somos um dos poucos times que estabeleceram um jogo invejável na história da NFL, sendo apelidado de “The Greatest Show on Turf”, uma analogia com “The Greatest Show on Earth”. Nesta temporada estamos voltando para casa com um elenco que os americanos chamam “Rising Shining Stars” (jogadores jovens com grande potencial) com Aaron Donald (“Defensive Rookie of the Year” em 2014), Todd Gurley (“Offensive Rookie of the Year”) e Jared Goff, um novato que foi o primeiro atleta selecionado no último Draft, na posição mais importante do futebol americano. Com a volta para Los Angeles, o Rams estará na mídia, pois é um dos mercados mais rentáveis para a NFL e, consequentemente, terão jogos na TV mais frequentes, além de termos a temporada do Hard Knocks desse ano. Temos um time com uma rica história, ídolos que não cabem nesse artigo, um time jovem e promissor com uma defesa forte e que pode surpreender esse ano. Vamos ganhar sempre? Não. Vamos sofrer um pouco? Quase certo. Vamos se classificar para Super Bowls frequentemente? Provavelmente não. Mas vamos comemorar vitória na casa do Seahawks e ir dormir feliz depois de um domingo de futebol americano curtindo a rivalidade histórica contra o 49ers.” (Saulo Camelo, torcedor do Rams

Compartilhe

Comments are closed.