quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Compartilhe

guia da rodada - L32

Chegamos ao último fim de semana da temporada com mais de um jogo por dia. Serão grandes partidas nestes playoffs de divisão que definirão as finais de conferência. Vamos aos jogos.

 DIVISIONAL ROUND – NFC

 Carolina Panthers (7-8-1) x Seattle Seahawks (12-4)

Sábado, 10/01, 23h15min (Horário de Brasília)

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

 O Panthers enfrentou talvez o pior QB que já jogou a pós-temporada da NFL na rodada de Wild Card. Ryan Lindley foi simplesmente ridículo, mas a defesa de Carolina merece crédito por ter conseguido a melhor performance da história da liga em jardas cedidas em um jogo de pós temporada. O ataque de Arizona conseguiu apenas 77 jardas totais. E é com esse tipo de desempenho que a unidade defensiva do Panthers vai ter que contar para vencer seu maior desafio da temporada: o atual campeão Seahawks em Seattle. Russell Wilson e companhia vão em busca do bicampeonato com muita confiança. Após momentos de desconfiança, aonde o time chegou a estar 3 jogos atrás de Arizona na NFC Oeste, o Seahawks encerrou a temporada com uma sequência de 6 vitórias para conquistar a melhor campanha da NFC e, para o terror dos adversários, ganhar a vantagem de jogar em casa até a final da conferência. A receita para o sucesso da equipe de Seattle é a mesma da campanha do título e a que vem funcionando nesse ano: correr bem com a bola. A defesa de Carolina terá muitas dificuldades em conter o Beast Mode de Marshawn Lynch. Pode-se adicionar a mistura as perigosas corridas do QB Russell Wilson que teve 118 carregadas, 849 jardas e 6 TDs terrestres em 2014. Será uma missão quase impossível para o Panthers se manter na disputa. Mas na NFL o impossível acontece com mais frequência do que imaginamos.

 Dallas Cowboys (12-4) x Green Bay Packers (12-4)

Domingo, 11/01, 16h05min (Horário de Brasília)

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

 O espírito do America’s Team voltou? A defesa do Dallas Cowboys teve momentos de heroísmo e Tony Romo finalmente foi tão clutch em jogos decisivos quanto ele é em temporada regular na grande virada contra os Lions no Wild Card. Mas o jogo foi em casa, com apoio da torcida e em estádio coberto. O que espera o Cowboys nos playoffs de divisão é um desafio muito maior: enfrentar o Packers no frio da Frozen Tundra em Green Bay. A expectativa para a hora do jogo é de -7°C (e essa é a máxima prevista para o dia do jogo). A temperatura na verdade pode até ser de ajuda pra Dallas: o frio dificulta o jogo aéreo e pelo chão o Cowboys tem a vantagem com DeMarco Murray. Mesmo assim, será um desafio parar o provável MVP Aaron Rodgers que ostenta números impressionantes. O QB cuida muito bem da bola, sendo que a última interceptação sofrida por Rodgers em casa foi em dezembro de 2012. Para Green Bay, uma vitória significaria voltar à final da conferência pela primeira vez desde a temporada de seu último título (2010). O Packers tem sido o melhor time da NFC na segunda metade da temporada e é visto por muitos como o mais forte candidato ao título da conferência. Resta agora confirmar esse favoritismo contra um dos melhores times do ano.

 DIVISIONAL ROUND – AFC

 Baltimore Ravens (10-6) x New England Patriots (12-4)

Sábado, 10/01, 19h35min (Horário de Brasília)

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

 O favorito para o jogo é o New England Patriots. Com uma das melhores combinações da história entre head coach e QB é difícil pensar em uma situação onde o Patriots não seria favorito, ainda mais jogando em casa. Essa também era a situação na final da conferência dois anos atrás. Mas o Ravens, naquela situação, mostrou espírito de time campeão para derrubar o Patriots em New England. É esse espírito que a equipe de Baltimore terá que demonstrar se quiser mais uma viagem ao Super Bowl. Joe Flacco parece o mesmo QB que impressionou a todos nos playoffs da temporada de 2012. Já os Patriots, tem mais uma chance de trazer o Vince Lombardi para casa. Seria o quarto anel de Tom Brady que há 10 anos não vence um título. O QB que começou o ano devagar recuperou sua forma e foi espetacular na segunda metade da temporada. Com Rob Gronkowski, uma das melhores armas ofensivas da liga, New England confiará no seu poderoso ataque para vencer em casa e recuperar a coroa da NFL.

  Indianapolis Colts (11-5) x Denver Broncos (12-4)

Domingo, 11/01, 19h40min (Horário de Brasília)

Transmissão: ESPN e Esporte Interativo

 Manning vs Colts. É o maior destaque da rodada, o histórico QB enfrentando seu antigo time pela primeira vez em um jogo de pós-temporada. Os torcedores do Colts sempre vão amar Peyton Manning, mas resta pouca saudade com um novo idolo no time. Andrew Luck já não é mais uma promessa, superando seu antecessor em Indianapolis na temporada 2014 em números chave para a posição. Luck foi melhor que Manning em jardas aéreas (4761×4727) e TDs (40) mantendo um número quase igual de interceptações (16 para Luck, 15 para Manning). O jovem QB conduziu o Colts a uma vitória tranquila contra o Bengals no Wild Card, contando também com um colapso ofensivo da equipe de Cincinnati no segundo tempo do jogo e agora vai enfrentar fora de casa um dos melhores times da liga. Peyton Manning conta com uma das melhores equipes de recebedores da liga (que teve Demaryius Thomas e Emmanuel Sanders entre os 5 melhores da NFL em 2014 em jardas recebidas) e esse ataque potente deve tentar se impor. Os dois ataques estão no top 6 da liga em jardas e pontos por jogo, portanto podemos esperar um tiroteio em Denver. Será interessante ver quem se sai melhor: um dos melhores QBs da história ou a maior promessa na posição desde o próprio Manning.

 

 

Compartilhe

Leave A Reply