quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Compartilhe

tom-brady-top10-patriots

Jogo após jogo, Tom Brady e o New England Patriots vinham impressionando a NFL em 2015, até a derrota no último domingo para o Denver Broncos. Com a queda da invencibilidade, a pergunta que fica é: Tom Brady ainda é o favorito para ser o MVP?

Um fator a ser considerado é a tradicionalidade da NFL na escolha do jogador mais valioso da temporada. Enquanto algumas ligas americanas, como a MLB, consideram quase que exclusivamente o desempenho individual na seleção do MVP, a NFL sempre leva em conta o desempenho do time como um todo. Com isso, um candidato que ganha força na disputa é Cam Newton.

Cam Newton vs Tom Brady

iar_tom-brady-and-cam-newton

Se o Panthers terminar a temporada invicto, Newton terá uma vantagem sólida na disputa pela coroa de melhor da temporada. Porém, mesmo que isso aconteça, com que campanha terminará o Patriots? 15-1, 14-2? Qualquer coisa nessa faixa fará com que New England conquiste a posição número 1 na AFC. Ou seja, a influência da derrota contra o Broncos pode não ir tão longe. Porém, mais do que duas derrotas poderiam comprometer seriamente as chances de Brady. Vamos dar uma olhada na tabela restante para as duas equipes:

Carolina Panthers: at Saints, vs Falcons, at Giants, at Falcons, vs Buccaneers
New England Patriots: vs Eagles, at Texans, vs Titans, at Jets, at Dolphins

Olhando para as tabelas, ambos os times tem plenas chances de vencer todos os jogos. É razoável assumir que os times terminarão com no máximo um jogo de diferença entre eles. A disputa deverá ser então decidida na comparação individual.

A comparação mais óbvia que podemos fazer é entre o desempenho individual dos dois e como a campanha dos QBs até o momento se diferenciam da de outros MVPs. Vamos analizar a projeção para a temporada 2015 das estatísticas de Newton e Brady e comparar com os números dos dois últimos jogadores mais valiosos da liga (Aaron Rodgers em 2014, Peyton Manning em 2015).

tabela brady newton

*Projeção

Nessa comparação fica claro quem tem números de MVP: Tom Brady. Ele está em ritmo para mais uma temporada de 5000 (a sua segunda) e a proporção de TDs para interceptações de Brady é absurda. Para se ter uma ideia do quão bem o QB está cuidando da bola em 2015, ele foi interceptado em média uma vez a cada 109 tentativas de passe. Isso é melhor que as estatísticas dos dois últimos MVPs (1 a cada 104 para Rodgers em 2014, 1 a cada 66 para Manning em 2013) e absurdamente melhor que Cam Newton em 2015 que entrega a bola para os adversários uma vez a cada 37 passes. Mas não só de evitar turnovers vive o ataque do Patriots: Brady faz isso enquanto está em ritmo para ter 41 TDs. Newton tem números muito mais modestos. Mas essa tabela não conta a história toda.

Indo mais a fundo

Mais do que uma simples análise das estatísticas gerais dos QBs, vamos analisar como eles vem jogando e de onde saem suas jardas, TDs e interceptações. A seguir apresentamos um mapa de lançamentos de Tom Brady e Cam Newton. Ele está dividido em passes longos (mais de 21 jardas), passes intermediários (de 11 a 20 jardas),  passes curtos (0 a 10 jardas) e passes atrás da linha de scrimmage. Todos os dados tem uma comparação da média da liga. Quando o quadrado está em verde significa que a estatística está pelo menos 10% acima da média; em vermelho o dado está 10% abaixo da média; em branco o dado está próximo a média.

mapa brady newton2

Onde Cam Newton se destaca é em passes longos. Um quarto de seus TDs vieram em passes de mais de 20 jardas, e apenas uma interceptação foi sofrida nessas condições. Tudo isso apesar de Newton ter acertado apenas 15 passes nessa distância. Esse desempenho impressionante é resumido em um rating de 111 para esse tipo de passe, muito acima da média da liga e de Tom Brady. Outra área de destaque de Newton é em passes para jogadores que estão atrás da linha de scrimmage, de onde o QB conquistou 2 TDs. Porém, é importante ressaltar que essas duas categorias são a de menor impacto no jogo. No total 71% das jardas e dos TDs aéreos da liga surgem de passes entre 0 e 20 jardas, então vamos ao que interessa.

Tom Brady tem sido espetacular em passes curtos (de até 10 jardas). Enquanto o QB médio tem 7 TDs na temporada em passes do tipo, Brady tem três vezes mais pontuações. Deve-se considerar que passes nessa distância são os que mais mostram a habilidade do QB em achar janelas e alcançar seus alvos. Passes longos dependem de separação dos recebedores e são bem menos comuns. Enquanto isso, passes curtos são os que determinam a dinâmica do jogo, ganham primeiras descidas e mantém uma equipe no ataque com possibilidade de pontuar. Tom Brady tem se saído magnificamente bem nessas situações, conquistando 70% mais jardas que a média da liga. Quando observamos passes um pouco mais longos, de 10 a 20 jardas, podemos verificar que Brady alcança o impressionante rating de 121,4 com 5 TDs e nenhuma interceptação. Enquanto isso Newton não passa de um QB médio. Observa-se a maior facilidade do Patriots em mover o jogo, graças ao melhor desempenho de seu QB em passes curtos, quando vemos que New England tem a segunda melhor marca em primeiras descidas por partida (23,4), enquanto o Panthers aparece apenas na oitava posição (21,4). Isso ilustra a necessidade de Cam Newton de bater home runs para ter seus números e marcar TDs.

Uma última comparação interessante serve para responder a seguinte pergunta: Cam Newton está jogando tão bem? É de longe seu melhor ano na NFL? A próxima tabela mostra a comparação das projeções de 2015 de Newton com as estatísticas de seu segundo ano na liga (2013).

tabela cam

*projeção

É fácil ver que o 2015 de Newton não é muito superior ao seu 2013. Seu número de TDs subiu, mas de resto as estatísticas permanecem constantes. Em 2013 ele estava na conversa de MVP? Não, nem de longe. A diferença entre aquele ano e a atual temporada? A campanha da equipe. Mesmo que há dois anos atrás o time tenha ido 12-4, após iniciar o ano 1-3, nada chama tanto a atenção quanto ser o último invicto da liga. E esse é o motivo dos holofotes em Newton atualmente.

Fazendo a mesma comparação para Brady, mas usando como parâmetro seu último ano como MVP (2010):

tabela brady

*projeção

Brady tem números parecidos com 2010, exceto na categoria de jardas, onde ele está em ritmo para destruir a marca daquele ano. Mais uma prova que os número de Tom Brady em 2015 são de MVP.

Se virando sozinho…

pats injuries

Ambos os QBs sofrem com falta de apoio nos ataques, principalmente devido a perda de jogadores importantes por lesão. Cam Newton ficou sem Kelvin Benjamin ainda no training camp e tem conseguido transformar recebedores fracos em armas perigosas. Enquanto isso Brady também sofre com perdas: Brandon LaFell, Julian Edelman, Bryan Stork, Nate Solder, Dion Lewis, Danny Amendola e agora Rob Gronkowski, todos jogadores importantes de ataque que perderam ou perderão tempo de jogo na temporada. Se as lesões atingiram os dois, vamos a uma última comparação: apoio do jogo terrestre. Cam Newton tem o terceiro melhor corredor da liga ao seu lado (Jonathan Stewart, 832 jardas), além dele próprio ser uma das maiores ameaças da liga com as pernas. Isso faz com que o Panthers tenha o quarto melhor ataque terrestre da NFL. Já em New England, Tom Brady tem que lidar com toda a atenção das defesas adversárias para si, já que conta com o apoio do quarto pior jogo corrido da liga. Isso só depõe a favor de Brady.

Não entenda mal, Cam Newton tem jogado espetacularmente bem e merece todo o crédito pela impressionante campanha invicta de sua equipe. Mas os números não mentem.

Batendo o martelo: salvo uma derrocada terrível do Patriots nessa reta final da temporada regular, Tom Brady será o MVP. Ponto final. Seus números são de longe os melhores da liga. Em todas as áreas do campo, em qualquer tipo de lançamento, fazendo jogadas impressionantes, Brady tem demonstrado o que é liderar uma equipe e levá-la a vitória. Ele é o melhor jogador da temporada.

E os outros candidatos?

27-carson-palmer-nfl
Outros jogadores de destaque sempre são especulados para vencer o prêmio de MVP. Entre os principais candidatos em 2015 temos Carson Palmer, Adrian Peterson e J.J. Watt. Mas, eles tem alguma chance? A resposta curta é não. Watt teve um ano mais impressionante em 2014, poderia ter entrado na conversa de MVP mas não foi eleito. Por que? Porque ele é defensor. QBs sempre terão a vantagem na corrida pelo MVP. Peterson venceu o prêmio em 2012, sendo o último não QB a ter sido honrado. Para isso ele precisou correr mais de 2000 jardas, conquistando uma média de 6 por corrida. Ele está bem em 2015, mas bem longe destes números. Precisa de marcas expressivas nessa reta final para sequer ser considerado. Por último Palmer, que é QB e estaria mais perto de ser uma ameaça a Newton e Brady. Ele vem tendo a melhor temporada da carreira, com números expressivos. Seu ritmo é de 4838 jardas, 39 TDs, 13 interceptações e rating 105,9. Em outros anos ele até poderia ser considerado. Mas a campanha invicta do Panthers, as duas derrotas do Cardinals e a temporada ridícula de Brady prejudicam em muito suas chances. Diria que ele corre por fora (e acho que merece mais que Newton), mas está relativamente longe no momento.

 

Compartilhe

Comments are closed.