quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Compartilhe

Com o fim da semana 9, passamos oficialmente pela metade da temporada da NFL. Assim, já podemos ter uma ideia mais concreta de que jogadores brigam por quais prêmios e quais times são de verdade ou não. Dessa forma, nada mais justo que fazer as tão aguardadas premiações de meio de temporada.

Treinador do ano:

Sean Payton, HC New Orleans Saints

Entre todos os prêmios, esse talvez seja o mais aberto. Muito por ser também o mais subjetivo. No entanto, a forma como o HC do Saints conduziu a equipe após a lesão de Drew Brees por todas essas semanas impressiona. Bridgewater continua sendo uma incerteza, e mesmo assim, liderou um ataque funcional, que somado a uma defesa sólida, foi competente para se manter invicta em todos os jogos em que começou como titular.

Leia mais : NFL na TV – Transmissões da Semana 10

Leia também: Destaques e Decepções: Brilha a estrela de Lamar e cai a invencibilidade do Patriots

Rookie Defensivo do ano:

Nick Bosa, DE San Francisco 49ers

Eu acredito que se mantiver o ritmo em que vem jogando nas últimas semanas, Bosa pode não só brigar pelo calouro defensivo do ano, que lidera por braçadas, mas como ameaça no defensor do ano. A dominância que ele mostrou desde a semana 1 fez com que a unidade desse um salto de qualidade e se consolidasse entre as melhores da NFL em 2019.

Rookie Ofensivo do ano:

Josh Jacobs, RB Oakland Raiders

O running back calouro, em tão pouco tempo, se tornou basicamente o ataque do Oakland Raiders. Jacobs corre com força, por dentro e por fora, quebra tackles e derruba quem aparecer em sua frente. Derek Carr vem melhorando semana a semana se aproveitando de play actions cada vez mais efetivos graças ao impacto do calouro. Méritos de Jon Gruden que apostou no jogador.

Jogador Defensivo do ano:

Stephon Gilmore, CB New England Patriots

O melhor jogador da melhor defesa da NFL. Gilmore é o motor dessa secundária, que está jogando em um nível histórico. Anula basicamente qualquer recebedor que enfrente e facilita todo o trabalho da unidade a partir disso. Se a defesa do Patriots está tão bem esse ano, muito se deve ao impacto do CB.

Jogador Ofensivo do ano:

Christian McCaffrey, RB Carolina Panthers

Além de liderar a NFL em TDs com 13, McCaffrey está em ritmo de bater 2000 jardas combinadas entre recepções e corridas. Após a lesão de Cam Newton, QB da equipe, era esperado que as defesas focassem em parar CMC, e com isso, ele teria mais dificuldades. No entanto, parece que ele elevou seu nível após isso. Se os QBs conviverem com oscilações daqui pra frente na temporada, não se surpreenda se tivermos um RB vencendo o prêmio de MVP, o que não acontece desde Adrian Peterson em 2012.

MVP:

Russell Wilson, QB Seattle Seahawks

Neste momento, Russell Wilson é o cara da NFL. Mesmo com planos de jogos ofensivos que parecem não extrair o que ele pode oferecer de melhor, Wilson coloca seu time nas costas semana sim semana também e carrega sua equipe para a vitória. São 2505 jardas, terceiro da Liga no quesito e 22 TDs, primeiro lugar isolado. Se o Seattle Seahawks tem alguma chance de ter sucesso na pós temporada e chegar ao Super Bowl, os motivos da equipe tem nome e sobrenome.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.