quinta-feira, 28 de março de 2019

Compartilhe

Estamos na contagem regressiva para o Draft 2019! Faltando menos de um mês para o principal evento da offseason, as expectativas estão cada vez mais altas. A história nos mostra que as equipes que acertam na maioria de suas escolhas no recrutamento, conseguem atingir o sucesso em pouco tempo na mais equilibrada e imprevisível dentre as principais ligas esportivas americanas. Desta forma, continuamos a nossa sequência de prévias e necessidades das 32 equipes separadas por suas respectivas divisões. Sem mais delongas, hoje é dia de falar sobre a NFC Leste.

Dallas Cowboys

A equipe comandada por Jerry Jones vem de uma boa temporada em 2018. A campanha 10-6, o título da divisão e a classificação aos playoffs são, sem dúvidas, conquistas relevantes. Mesmo sofrendo com o importantíssimo desfalque do Center Travis Frederick, que se recupera de uma grave doença e não participou da campanha em 2018, o time teve bons momentos e o ataque teve vida nova com a adição do WR Amari Cooper durante a temporada. Pelo lado defensivo, o calouro Leighton Vander-Esch foi uma excelente escolha e um legítimo postulante ao prêmio de calouro defensivo do ano.

Leia Mais: Mock Draft – Diego Alex 1.0

Leia Também: Mock Draft – João Gabriel Gelli 1.0

Pensando na temporada 2019, o Cowboys chega ao Draft com apenas 6 escolhas e sem a pick de 1ª rodada que foi enviada ao Raiders na troca pelo WR Amari Cooper. Desta forma, a equipe de Dallas, caso não faça nenhum movimento para buscar um jogador antes de sua posição, terá a sua primeira escolha com a pick de número 58, ou seja, na parte final da segunda rodada. As principais necessidades da equipe estão na posição de Safety que, mesmo com a chegada do mediano George Iloka, precisa de reforços e a incerteza sobre o retorno de Frederick cria um alerta ainda mais evidente sobre a outrora impecável linha ofensiva do time. A Linha Defensiva também é um setor que necessita de atenção, pois a mesma conta com Demarcus Lawrence mais uma vez sendo marcado com a Franchise tag, Randy Gregory com seus problemas “normais” e Taco Charlton decepcionando.

Sem escolhas na primeira rodada, o panorama sobre o draft do Cowboys fica ainda mais incerto do que normalmente já é qualquer previsão sobre o recrutamento da NFL. Nomes como o do DL Charles Omenihu, e dos Safeties Johnathan Abram e Juan Thornhill, caso cheguem até a escolha 58, seriam muito interessantes para a equipe.

Philadelphia Eagles

Após a conquista do Super Bowl LII, o Eagles entrou na temporada 2018 com as tradicionais dificuldades de um Campeão. As perdas de alguns jogadores, aliadas a uma nova lesão do QB Carson Wentz e a queda de desempenho normal que ocorre após uma grande conquista, levaram o time a uma performance irregular. No entanto, a campanha 9-7 e a classificação aos playoffs nos dão o tom do bom nível que a equipe de Philadelphia, de uma forma geral, conseguiu manter. A derrota nos playoffs deixou uma sensação de frustração pela forma que ocorreu após um erro inesperado do bom WR Alshon Jeffery.

Dito isto, chegamos a offseason deste ano e o Eagles, mais uma vez, conseguiu adicionar peças bem relevantes ao seu elenco com a abertura do mercado de Free Agency. Neste aspecto, inclusive, é válido fazer uma menção ao ótimo e criativo trabalho da direção do time em relação ao gerenciamento do Salary Cap. Sempre entre as que possuem, em teoria, uma situação complicada em relação ao seu teto de gastos, o Eagles mais uma vez conseguiu adicionar sólidos reforços. As chegadas de Malik Jackson, DeSean Jackson, Vinny Curry e Andrew Sendejo são bem importantes ao passo que estamos falando de 4 jogadores que podem impactar de forma relevante no desempenho do time em 2019.

Pensando no Draft, o Eagles terá boas opções para adicionar mais talento em um grupo bem equilibrado dos dois lados da bola. Em suas 7 escolhas no recrutamento, sendo a 25ª na primeira rodada, o Eagles pode buscar reforços para a secundária que teve problemas na última temporada, no entanto as posições de RB e DE também merecem atenção. Nas últimas duas simulações de Draft que fizemos aqui no site – que podem ser acessadas nos links destacados no início do texto – este que vos escreve escolheu o CB Deandre Baker e, na última terça-feira, João Gabriel Gelli, apontou o Safety Nasir Adderley como a aposta do Eagles.

Washington Redskins

Apesar de demonstrar em alguns momentos que poderia ir mais longe no campeonato, a lesão do QB Alex Smith acabou por destruir qualquer possibilidade de classificação a pós-temporada da equipe da capital Americana. Encerrando a sua participação na temporada 2018 com a campanha de 7 vitórias e 9 derrotas, o Redskins entrou na offseason atual com muitas dúvidas em relação ao seu futuro. Como não poderia ser diferente, a primeira e mais relevante é sobre a posição de QB. Não se sabe ao certo quando e nem em quais condições o QB Alex Smith retornará aos campos. Existe até a possibilidade, porém pouco provável neste momento, de que o jogador se aposente da NFL.

Diante deste cenário, chegamos ao mercado de Free Agents em que o Redskins fez algumas boas contratações e teve perdas consideráveis. Em relação às chegadas, a mais relevante é a do Safety Landon Collins, ex-Giants, que assinou um belo contrato ao trocar de time dentro de sua divisão. O QB Case Keenum também se torna uma adição relevante por conta de todo o cenário já mencionado envolvendo Alex Smith. Por outro lado, as saídas de Preston Smith, Zach Brown e Jamison Crowder são relevantes em termos de montagem de elenco.

No Draft, o Redskins contará com 9 escolhas, sendo a pick de número 15 a sua primeira seleção. A equipe, que tem algumas necessidades claras, precisa de reforços em seu corpo de WRs, no pass rush, em sua Linha Ofensiva e, obviamente, a posição de QB também pode ser um alvo neste próximo recrutamento. Em meu Mock Draft, a escolha sugerida foi a do ótimo pass rusher Montez Sweat, que pode estar disponível por conta de um problema cardíaco de baixa gravidade descoberto há pouco tempo. Na simulação feita por João Gabriel Gelli, a opção foi pelo WR Hakeem Butler.

New York Giants

Após uma campanha muito ruim na temporada 2017, o Giants teve a sua disposição uma escolha no topo do último Draft. No entanto, diferente do que muitos imaginavam, a equipe manteve a sua confiança em Eli Manning e apostou no excelente Saquon Barkley. A chegada de Barkley foi exatamente como se esperava, com o produto de Penn State comprovando que se tratava mesmo de um talento raríssimo. Contudo, os problemas no restante do time permaneceram e Manning deu mais uma mostra de que já não consegue desempenhar o papel de outrora. Desta forma, a campanha 5-11 foi um bom espelho do Giants em 2018.

Sendo assim, chegamos a offseason e a situação se tornou ainda mais complicada. A primeiro coisa a ser mencionada é que, assim como a maioria dos jornalistas e torcedores, também temos muitas dificuldades para entender o plano do GM Dave Gettleman. Se atendo só aos fatos, a equipe perdeu de uma só vez: Odell Beckham Jr, Olivier Vernon e Landon Collins. Sem entrar no debate sobre as perdas e o peso de cada uma delas, o fato é que a estratégia do Giants é um mistério. Por outro lado, as adições de Jabrill Peppers, Antoine Bethea, Kevin Zeitler, Markus Golden e Golden Tate são de fato relevantes. Mesmo que o contrato do WR seja bastante questionável e coloque ainda mais dúvidas sobre o que realmente pensa o GM, o Giants inegavelmente trouxe jogadores de qualidade para a temporada.

Para o próximo Draft, as necessidades da equipe são diversas, porém a equipe azul de Nova Iorque possui 12 escolhas, sendo duas delas na 1ª rodada. Dentro deste cenário, a posição de QB é uma das prioridades, no entanto não seria surpresa se a mesma fosse negligenciada novamente. Dentre as outras possibilidades: OL, DL, EDGE e LB merecem destaque. Em meu mock, as escolhas das picks 6 e 17 foram o DT Quinnen Williams e o DE Clelin Ferrell respectivamente. Na simulação feita por João Gabriel Gelli, o EDGE Montez Sweat e o OL Cody Ford foram as apostas para as duas primeiras escolhas da equipe de Nova Iorque.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.