quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Compartilhe

A bela história do Eagles campeão na última temporada e a improvável trajetória de Nick Foles já foi merecidamente contada e sempre será lembrada. No atual campeonato, Foles também teve ótimos momentos levando um desacreditado Eagles aos Playoffs e conseguindo uma vitória bastante relevante diante da ótima defesa do Bears. A derrota para o Saints, em New Orleans, em uma partida que Alshon Jeffery teve um lance decisivo de rara infelicidade, não alterou em nada a bela história de Nick Foles em Philadelphia. A questão agora é: qual será o futuro de Foles?

Leia Mais: Vic Fangio é um dos melhores encaixes para o Denver Broncos

Leia Também: NFL na TV – Finais de Conferência

Antes de tudo, é necessário entender a situação contratual de Foles com o Eagles, além compreender as alternativas que a equipe, caso tenha interesse, poderá utilizar para manter o jogador por mais tempo em seu elenco. Segundo Ian Rapoport, jornalista da NFL Network, a equipe de Philadelphia e o QB possuem uma cláusula contratual – que depende de um acordo mútuo entre as partes para ser ativada – que garantiria a permanência de Nick no atual campeão do Super Bowl. Caso esta opção seja ativada, a extensão de mais um ano no contrato de Foles teria um impacto de cerca de 20 milhões de dólares na folha salarial do time. Uma segunda opção, caso as partes não cheguem a um acordo, seria a aplicação da Franchise Tag no QB. Vale destacar que a possibilidade de uma renovação por um período maior também existe. Esta alternativa pode não ser a mais provável neste momento, mas merece ser mencionada, pois é algo possível por conta do cenário que debateremos mais a frente neste texto. Após este breve resumo, a primeira coisa que fica evidente é que o futuro de Foles também passa pela decisão do Eagles em manter ou não o jogador. E, diferente do que alguns imaginam, esta escolha do time não é nada simples.

A primeira coisa a se considerar é a mais evidente de todas: o que seria da equipe da Philadelphia se não tivesse um reserva competente como Foles nas últimas duas temporadas? Na esteira deste questionamento, temos o fato de que o titular, Carson Wentz, se lesionou nos últimos dois anos e isto é um alerta importante. Por outro lado, a renovação do contrato do QB, sobretudo utilizando a citada cláusula contratual ou a Franchise Tag, teria um peso considerável no Salary Cap da equipe que está longe de ter uma condição tranquila neste sentido. Além disto, o Eagles, certamente, buscará a renovação de contrato com alguns importantes atletas que se tornam Free Agents nesta offseason.

Comparando os fatores positivos, negativos e considerando ainda que, obviamente, Carson Wentz é o titular, fica bastante complicado imaginar que neste momento o Eagles vá pagar um valor tão significativo para um QB reserva; mesmo que este seja Foles com toda a sua história. Ainda segundo Rapoport, o Eagles sabe que não existem muitos caminhos viáveis para a permanência do QB, e a ideia seria conseguir capitalizar com a saída, neste caso, inevitável do jogador. A forma para conseguir esta compensação aconteceria ao ativar a cláusula contratual citada anteriormente ou com a colocação da Tag para, posteriormente, negociar o QB via troca; caso semelhante ao do WR Jarvis Landry em sua saída do Dolphins para o Browns.

Diante deste cenário, e considerando que Foles queira sair do Eagles por ter a justa ambição de ser um QB titular na NFL, é possível que o MVP do último Super Bowl esteja em alguma outra equipe no início da próxima temporada. Seja via troca com o Eagles ou mesmo através do mercado de Free agents – caso Foles seja dispensado, o que parece improvável – algumas equipes tem incertezas na posição e o jogador de 29 anos pode ser uma aposta interessante a curto e médio prazo.Olhando o cenário das 32 equipes da NFL, é possível notar alguns times com titulares contestáveis, alguns com seus QBs em recuperação de sérias lesões e outros com os comandantes de seus ataques em declínio técnico/físico por conta da idade. Neste grupo, encontramos times como, por exemplo: Dolphins, Jaguars, Panthers, Giants, Broncos e Redskins.

Contudo, olhando mais atentamente, é possível notar que além de poucas, muitas destas “vagas” não parecem cenários muito favoráveis para o QB do Eagles. Em relação aos times citados acima, Redskins e Giants são rivais de divisão e, atualmente, não parece provável que Foles, depois de todas as glórias em Philadelphia, pretenda buscar algo neste sentido. O Panthers tem um ataque bastante moldado para Cam Newton e Foles é um QB de estilo totalmente diferente. No mais, ainda é apenas uma (remota) possibilidade de que Newton não possa disputar a próxima temporada. No Dolphins, Ryan Tannehill, apesar de contestado, tem boas garantias em seu contrato para a próxima temporada e qualquer prognóstico fica difícil, visto que, não podemos nem precisar quem será o novo HC da equipe de Miami. Dito isto, os dois times restantes são, em teoria, as duas melhores opções para Foles: Jaguars e Broncos.

Em um momento parecido, tanto Jaguars como Broncos têm seus QBs titulares com contrato vigente para a próxima temporada. Entretanto, tanto Blake Bortles como Case Keenum estão muito longe do nível que se espera de um titular na NFL. Nas duas últimas temporadas, Nick Foles mostrou que tem condições técnicas e a força mental que se espera de um grande QB na liga A grande dúvida é se Foles poderia repetir um desempenho de alto nível em outras equipes. Vale relembrar que a carreira do QB teve momentos bastante complicados, ao ponto que o próprio jogador pensou na aposentadoria. As duas equipes citadas também terão, provavelmente, a opção de Joe Flacco,  que não deve permanecer no Ravens.

No texto que pode ser acessado neste link, Tiago Araruna debatia exatamente o momento atual da NFL em que grande parte das equipes já possui seus QBs definidos ou, na pior das hipóteses, um projeto bem encaminhado neste sentido. Neste texto, inclusive, Nick Foles está mencionado como um reserva que teria condições de se tornar um titular. É interessante notar que o QB do Eagles não parece ter tido muita sorte em relação ao momento em que, possivelmente, chegará ao “mercado”. Como vimos, o cenário atual dos times não apresenta muitas possibilidades em aberto para quem busca ser o QB principal de alguma equipe.

Mesmo que nenhuma delas pareça tão clara neste momento, Nick Foles tem algumas possibilidades interessantes para o prosseguimento de sua carreira. Até mesmo uma renovação com o Eagles, fazendo uma reformulação em seu contrato, parece algo possível por conta da história incrível do jogador com a equipe.  No entanto, olhando para os outros times da liga, caso eu fosse, por exemplo, o GM do Jaguars, eu tentaria com afinco a contratação do atual MVP do Super Bowl.

Para finalizar, independentemente de sua decisão, a nossa torcida é que Foles, que se provou uma grande pessoa também fora dos campos, tenha bastante sucesso no prosseguimento de sua carreira.


 

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.