quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Compartilhe

Quarta-feira é dia de conferir aqui no Rastreando Drafatdos os novatos que mais se destacaram na última semana da NFL, seja de modo positivo ou negativo, mas que de alguma forma impactaram dentro de campo para seus times. Vamos então aos nomes escolhidos para figurar nessa semana.

BRILHARAM

Ataque

RB Devin Singletary (BUF): 20 tentativas de corrida para 95 jardas e 1 TD; 3 recepções para 45 jardas.

74ª escolha geral (3ª rodada)

Uma lesão no início da temporada atrapalhou os planos, mas finalmente a expectativa começa a ser atingida com Devin Singletary aos poucos tomando de conta do backfield do Bills. Pela segunda semana consecutiva o jogador liderou os RBs do time em número de snaps e dessa vez, diferentemente da última partida, teve muito volume de jogo, totalizando 20 carregadas, maior marca de sua carreira até aqui. Ao todo foram 140 jardas de scrimmage e um touchdown terrestre, com o calouro mostrando que pode sim carregar o piano para a equipe e ser muito mais do que uma opção no jogo aéreo já em seu primeiro ano. Com essa atuação, a expectativa é que o jogador assuma de vez a liderança do backfield em Buffalo e possa ter uma produção significante nessa segunda metade de temporada.

Leia Mais: Destaques e Decepções: Brilha a estrela de Lamar e cai a invencibilidade do Patriots

Leia Também: Panini lança álbuns de figurinha da temporada 2019-20 da NFL

WR D.K. Metcalf (SEA): 6 recepções para 123 jardas e 1 TD.

64ª escolha geral (2ª rodada)

Uma magnífica performance no melhor jogo de sua carreira até aqui. D.K. Metcalf foi peça fundamental na duríssima vitória de Seattle sobre o Tampa Bay Buccaneers, tendo o seu primeiro jogo para mais de 100 jardas recebidas e conseguindo pela segunda semana consecutiva anotar touchdown. Mais do que isso, o recebedor já mostra ter ganho a confiança de Russel Wilson para ser acionado em momentos decisivos e com ótima química com seu QB, fato muito bem exemplificado na excelente recepção do calouro já na prorrogação, para um ganho de 29 jardas, que colocou o Seahawks na red zone e em condição de anotar o TD da vitória logo na sequência. Metcalf lidera entre os WRs calouros em jardas, touchdowns e recepções para mais de 20 jardas, cumprindo muito bem com tudo o que se esperava do atleta desde o início do processo de Draft e começando a mostrar que ter sido draftado apenas no final da 2ª rodada pode ter sido uma barganha gigantesca.

Menções honrosas: QB Kyler Murray (ARI), RB Josh Jacobs (OAK), RB David Montgomery (CHI), RB Miles Sanders (PHI), WR Preston Williams (MIA), WR Hunter Renfrow (OAK), WR Andy Isabella (ARI), WR Keesean Johnson (ARI), WR A.J. Brown (TEN), TE Noah Fant (DEN), TE Irv Smith Jr. (MIN), TE T.J. Hockenson, TE Foster Moreau (OAK), G Dalton Risner (DEN) e G Max Scharping (HOU).

Defesa

LB Devin White (TB): 12 tackles totais, 0.5 sacks e 2 fumbles forçados.

5ª escolha geral (1ª rodada)

Devin White teve que lidar com uma lesão que o afastou por várias semanas logo no início da temporada, fator que o impediu de ter um começo forte na NFL e já ficar mais habituado a velocidade e força do jogo. Porém, desde que retornou aos campos na semana 6, o calouro tem jogado muito bem e conseguido causar um pouco do impacto que era esperado na defesa de Tampa, ajudando a conter os avanços terrestres e patrulhando o meio do campo. Contra o Seahawks veio sua melhor atuação, registrando seu maior número de tackles numa partida, seu primeiro sack, mesmo dividido e ainda forçando dois fumbles, sendo que um deles fatalmente teria resultado em touchdown para o Bucs, não fossem os árbitros terem considerado a jogada morta e apitado. Foi por atuações como essa, com esse tipo de impacto, que Tampa o selecionou na 5ª escolha geral e espera que o calouro possa ser não somente um titular, mas um jogador de muito impacto e uma futura estrela por muitos anos na franquia.

LB Mack Wilson (CLE): 5 tackles totais, 2 TFL, 1.0 sack e 1 passe desviado.

155ª escolha geral (5ª rodada)

Em meio a decepção que é o Cleveland Browns até aqui na temporada, Mack Wilson vem sendo um ponto positivo e se solidificando como titular na equipe. Contra o Broncos foi a quarta partida na temporada em que o jogador esteve em campo por todos os snaps defensivos possíveis, tendo conseguido o seu primeiro sack e ainda desviar um passe. Para quem chegou na NFL como uma aposta e sob muita desconfiança, inclusive deste que vos fala, Wilson vem conseguindo desempenhar um bom papel, jogando bem logo em seu primeiro ano.

Menções honrosas: DT Christian Wilkins (MIA), DT Quinnen Williams (NYJ), OLB Montez Sweat (WAS), OLB Malik Reed (DEN), OLB Justin Hollins (DEN), LB Devin Bush (PIT), LB Dre Greenlaw (SF), LB Jahlani Tavai (DET), LB Drue Tranquill (LAC), S Marquise Blair (SEA), S Darnell Savage Jr. (GB), CB Marvell Tell III (IND) e CB Nik Needham (MIA).

DECEPCIONARAM

CB Deandre Baker (NYG)

30ª escolha geral (1ª rodada)

Foi um dia difícil para Deandre Baker, que teve muitas dificuldades durante todo o último Monday Night Football contra o Dallas Cowboys, principalmente quando estava responsável por marcar Amari Cooper, fato recorrente durante a maior parte do jogo. Além de permitir boa produção e ser constantemente derrotado nas batalhas contra o recebedor, Baker ainda cometeu faltas de holding defensivo e interferência de passe, comprometendo bastante o desempenho defensivo do time que já não era tão bom assim. Nada de desespero com o calouro ainda, a vida de CB não é fácil na NFL, ainda mais quando rookie, mas de fato, Deandre Baker tem que mostrar mais para justificar sua escolha no final da 1ª rodada do Draft.

QB Gardner Minshew (NYG): 27 de 47 passes completos para 309 jardas e 2 INT; 4 tentativas de corrida para 24 jardas e 2 fumbles perdidos.

178ª escolha geral (6ª rodada)

Não, a magia não chegou ao fim, mas Gardner Minshew teve uma partida muito complicada em Londres, no confronto direto da AFC South contra o Houston Texans. Apesar de seguir espalhando bem a bola, o quarterback teve problemas pelo fato do jogo terrestre não ter conseguido encaixar bem e quando a partida saiu do controle e ele precisava busca-la passando a bola, vieram os erros e aconteceram os turnovers. Pela primeira vez o calouro lançou mais de uma interceptação numa partida e ainda sofreu dois fumbles, esse um dos grandes e repetidos problemas que vem demonstrando ao longo do ano. Minshew vai ser reserva com o retorno de Nick Foles após a semana de descanso e não tenho dúvidas que essa última atuação deixou a comissão técnica “mais tranquila” para dar a vaga de titular ao QB veterano que ganhou um robusto contrato na free agency para isso.

Menções desonrosas: DE Nick Bosa (SF), QB Daniel Jones (NYG) e WR Mecole Hardman (KC).

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe

Comments are closed.