quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Compartilhe

rastreando-draftados-liga-dos-32

Com a nova temporada da NFL, criamos uma nova categoria em nosso site. O “Rastreando Draftados” é um espaço para analisarmos os calouros que foram os principais destaques e decepções de cada rodada ao longo do ano. Na primeira semana do ano separamos esses atletas:

BRILHARAM

Ataque

QB Marcus Mariota (TEN):  13/16 em passes, 209 jardas, 4 TDs e 0 INT

Uma palavra para definir a estreia de Marcus Mariota na NFL? Perfeito. Calmo no pocket, com passes precisos e rápidos, Mariota não tomou conhecimento da defesa do Buccaneers e terminou com maior rating possível (158.3). O jogador também foi muito favorecido por um ataque que procurou jogar em seus pontos fortes durante todo o jogo e promete dar muito mais trabalho esse ano.

marcus-mariota-liga-dos-32

WR Tyler Lockett (SEA): 4 recepções, 34 jardas aéreas, 2 retornos de punts para 63 jardas e 1 TD

Lockett já vinha mostrando toda sua explosão na pré temporada e repetiu a dose na temporada regular. Além de ter marcado o TD em um retorno de punt, o jogador recebeu todas as 4 bolas lançadas em sua direção. Caso mantenha o alto nível, não vai demorar muito para o jogador ser ainda mais utilizado no ataque do Seahawks em uma função similar a de Percy Harvin, ex-jogador da franquia.

tyler-lockett-liga-dos-32

Merecem ser destacados: RB Karlos Williams (BUF), RB Telvin Coleman (ATL) e RB Ameer Abdullah (DET).

Defesa

CB Marcus Peters (KC): 7 tackles, 3 passes defendidos e 1 INT

Marcar o WR DeAndre Hopkins (HOU) em uma estreia está longe de ser uma tarefa fácil, mas Peters se saiu muito bem. Verdade seja dita, Hopkins marcou 2 TDs no jogo, mas não teve uma vida fácil. Logo no primeira jogada, Peters conseguiu interceptar o QB Brian Hoyer (HOU) e durante todo o jogo demonstrou suas habilidades de marcação. Na próxima semana, o Chiefs enfrentará o Denver Broncos e a presença de Peters na secundária da equipe será crucial novamente.

marcus-peters-liga-dos-32

CB Ronald Darby (BUF): 6 tackles, 2 passes defendidos e 1 INT

Apesar de jogar apenas 47 snaps, Darby impressinou em sua estreia. Mesmo jogando contra os fortes WRs do Colts, ele estava por todo lado do campo e foi bastante efetivo. O ponto alto do seu dia foi a bela interceptação em cima do QB Andrew Luck em marcação do WR T.Y. Hilton. Seu esforço contra o jogo terrestre também merece destaque essa semana.

ronald-darby-liga-dos-32

Merecem ser destacados: SS Jarquiski Tartt (SF), LB Kyle Emanuel (SD), DE Henry Anderson (IND), DE Carl Davis (BAL) e DE Randy Gregory (DAL).

DECEPCIONARAM

Ataque

QB Jameis Winston (TB): 16/33 em passes, 210 jardas, 2 TDs e 2 INTs

Ao contrário do seu companheiro de posição, a estreia de Winston foi longe de ser brilhante assim. Além de ser interceptado em seu primeiro passe no jogo – muito ruim por sinal – o jovem QB se demonstrou inconfortável no pocket durante o confronto graças à fraca proteção da linha ofensiva. É verdade que ele demonstrou a habilidade nos passes em algumas oportunidades, mas sua tendência em sofrer interceptações pode custar muito caro para um time que precisa voltar a vencer jogos como o Buccaneers.

Jameis-winston-liga-dos-32

WR Nelson Agholor (PHI): 1 recepção para 5 jardas

Muito pouco se ouviu sobre o nome de Nelson Agholor durante todo o jogo. Tudo bem que ele só viu 2 bolas lançadas em sua direção ao longo do confronto, mas isso foi muito por sua incapacidade de se livrar da marcação. Por efeito de comparação, o outro WR do Eagles, Jordan Matthews, terminou o a partida com 10 recepções e 102 jardas, enquanto o QB Sam Bradford lançou para mais 300 jardas. Certamente não era a estreia que o jogador esperava e o mesmo tentará se redimir contra o Cowboys na próxima rodada.

nelson-agholor-liga-dos-32

Outras decepções: OT Laken Tomlinson (DET), OT Andrus Peat (NO), OT D.J. Humphries (ARI) e WR Phillip Dorsett (IND).

Defesa

OLB Alvin “Bud” Dupree (PIT): 2 tackles e 1 sack

2 tackles e 1 sack não parecem ser números tão ruins quando analisados por si só, mas o desempenho de Dupree não foi bom. O jogador pareceu constantemente perdido durante o jogo e raramente conseguia se livrar dos seus bloqueios. A sua fraqueza em marcar passes foi muito exposta na jogada que culminou no quarto TD do Patriots na partida. O jogador tem tempo e atletas experientes ao seu redor para ajudarem-no a evoluir, mas se quiser contribuir de imediato precisa melhorar e muito.

Dupree-liga-dos-32

CB Trae Waynes (MIN)

Waynes praticamente não jogou, então como ele entrou aqui? Simples, geralmente as escolhas de primeira rodada no Draft são jogadores que os times acreditam que possam contribuir instantaneamente, ainda mais se for um atleta selecionado entre os 15 primeiros. Após fracos rendimentos durante a pré temporada e muitas dificuldades em se adaptar ao jogo profissional, a temporada de calouro de Waynes vai se resumindo à esporádicas ações de jogo no time de especiais e isso certamente não é o que você esperaria de uma 11ª escolha geral.

trae-waynes-nfl-pro-football-hall-of-fame-game-minnesota-vikings-vs-pittsburgh-steelers-850x560

Outras decepções: NT Danny Shelton (CLE), DT Malcolm Brown (NE) e SS Landon Collins (NYG).

Compartilhe

Comments are closed.