quinta-feira, 7 de abril de 2016

Compartilhe

odell-beckham-draft

O Re-Draft é um exercício de criatividade, imaginação e memória que se baseia nas escolhas feitas em um determinado ano e as modifica, mostrando como teria sido a carreira dos atletas e o futuro da liga caso elas realmente tivessem acontecido. Hoje faremos as mudanças necessárias no evento de 2014:

LEIA MAIS: Re-Draft 2013
LEIA MAIS: Re-Draft 2012

#1 HOUSTON TEXANS logo texans

Escolha original: Jadeveon Clowney (DE)
Deveria ter escolhido: Derek Carr (QB)

O Houston Texans escolheu Jadeveon Clowney para formar uma das duplas mais aterrorizadoras da NFL ao lado de J.J. Watt, mas após duas temporadas ainda não vimos isso. Sofrendo com seus QBs na época e até pouco tempo atrás, a escolha de Derek Carr aqui seria um cenário quase perfeito para a franquia, que não precisaria gastar um caminhão de dinheiro para contratar Brock Osweiler. Carr deu um grande salto de qualidade no ano passado e está caminhando para ser um dos ótimos nomes da posição.

#2 LOS ANGELES RAMS logo rams

Escolha original: Greg Robinson (OT)
Deveria ter escolhido: Odell Beckham Jr. (WR)

Entra ano sai ano, mas o Rams não consegue achar um recebedor confiável para o elenco. Selecionando Odell Beckham Jr. em 2014, a franquia finalmente resolveria esse problema que parece quase crônico. A jovem estrela da NFL dispensa apresentações, já pode ser considerado um dos melhores da liga em sua posição e ajudaria bastante o ataque da equipe.

#3 JACKSONVILLE JAGUARS logo jaguars 

Escolha original: Blake Bortles (QB)
Deveria ter escolhido: Blake Bortles (QB)

O Jaguars selecionou Blake Bortles acreditando nele para o futuro e se deu bem. O atleta mostrou uma grande evolução nesses últimos dois anos, quebrou diversos recordes da franquia na temporada passada e foi o vice-líder da NFL em TDs aéreos também em 2015. Principal responsável pelo sucesso do ataque do time no ano passado, Bortles parece finalmente ter resolvido um grande problema que durava anos em Jacksonville.

#4 BUFFALO BILLS logo bills

Escolha original: Sammy Watkins (WR)
Deveria ter escolhido: Sammy Watkins (WR)

Sammy Watkins teve uma boa temporada de calouro e, mesmo ficando de fora ou jogando no sacrifício em algumas partidas, foi melhor ainda em seu segundo ano como profissional. Dois anos após o Draft, o Bills pode ser orgulhar por ter achado um recebedor de confiança para o time. Um dos atletas mais explosivos da liga, Watkins tem tudo para continuar sua evolução, se tornar ídolo e fazer o seu nome na cidade de Buffalo.

#5 OAKLAND RAIDERS logo raiders

Escolha original: Khalil Mack (OLB)
Deveria ter escolhido: Khalil Mack (OLB)

O Oakland Raiders conseguiu aqui o melhor jogador de toda a classe de 2014 e está rindo à toa até hoje com Khalil Mack. Em apenas dois anos como profissional, ele já é um pesadelo para os QBs adversários, foi o vice-líder da NFL em sacks no ano passado e foi o primeiro atleta da história da liga a ser escolhido para o All-Pro Team em duas posições (DE e OLB), o que mostra seu domínio em qualquer parte do campo. Se a franquia pudesse voltar no tempo, não há dúvidas que Mack seria o escolhido novamente.

#6 ATLANTA FALCONS logo falcons

Escolha original: Jake Matthews (OT)
Deveria ter escolhido: Jake Matthews (OT)

O Atlanta Falcons precisava de reforços na linha ofensiva e Jake Matthews chegou para acabar com os problemas. O jovem atleta é titular absoluto desde que foi selecionado e aos poucos vai se tornando o homem de confiança do setor. Até metade da temporada passada, o jogador era o que menos tinha cedido pressões ao seu QB e, com a sua contribuição, ajudou Devonta Freeman ter suas melhores atuações correndo com a bola.

#7 TAMPA BAY BUCCANEERS logo buccaneers

Escolha original: Mike Evans (WR)
Deveria ter escolhido: Mike Evans (WR)

Mike Evans chegou para ser o cara do ataque do Buccaneers e, dois anos após ser selecionado, vem correspondendo todas as expectativas. Passando das 1.000 jardas recebidas nas duas temporadas em que atuou até então, a franquia de Tampa Bay não poderia estar mais feliz com o rendimento de seu principal recebedor. Sem dúvida nenhuma, Mike Evans seria o nome chamado pela franquia novamente aqui.

#8 CLEVELAND BROWNS logo browns

Escolha original: Justin Gilbert (CB)
Deveria ter escolhido: Aaron Donald (DT)

O Cleveland Browns é um time que sempre está em boa posição, mas não consegue avaliar e selecionar um atleta que faça a diferença. Talvez a franquia seja a que mais gostaria de voltar no tempo para refazer suas escolhas e aqui, ao invés de Justin Gilbert, o melhor nome para o time seria Aaron Donald. Mesmo atuando no interior da linha defensiva, o atleta tem muita facilidade em pressionar o QB adversário e mudaria totalmente a cara da defesa do Browns. Ele foi eleito o “Defensive Rookie of the Year” e já pode ser considerado um dos melhores da NFL em sua posição, mesmo com o pouco tempo como profissional.

#9 MINNESOTA VIKINGS logo vikings

Escolha original: Anthony Barr (LB)
Deveria ter escolhido: Anthony Barr (LB)

Em 2014, o Vikings tomou uma das melhores decisões dos últimos anos e selecionou Anthony Barr. Um verdadeiro líder na defesa hoje em dia, trata-se de um atleta completo que consegue atuar perfeitamente contra o jogo aéreo e contra o jogo terrestre. O jovem jogador é peça insubstituível no elenco e conseguiu elevar o nível do setor em apenas dois anos na NFL.

#10 DETROIT LIONS logo lions

Escolha original: Eric Ebron (TE)
Deveria ter escolhido: Joel Bitonio (OT)

Selecionar um TE entre as dez primeiras escolhas do Draft é uma aposta um tanto quanto arriscada e o Lions adoraria voltar no tempo para corrigir esse erro. Um das principais necessidades da equipe hoje em dia está na linha ofensiva, com a escolha de Joel Bitonio isso seria um problema a menos. Titular absoluto desde que se tornou profissional, o jovem atleta parece ser uma das poucas peças confiáveis no elenco do Cleveland Browns e também seria bastante útil em Detroit.

#11 TENNESSEE TITANS logo titans

Escolha original: Taylor Lewan (OT)
Deveria ter escolhido: Jason Verrett (CB)

Até que Taylor Lewan não faz um trabalho ruim na linha ofensiva da equipe hoje em dia, mas existiam opções melhores na época. O Titans poderia usar sua escolha para selecionar Jason Verrett e assim teria um ótimo atleta para ser a referência na secundária. Melhorando a cada ano na NFL, o jogador completaria uma necessidade atual do time de Tennessee e poderia ter sido escolhido dois anos atrás.

#12 NEW YORK GIANTS logo giants

Escolha original: Odell Beckham Jr. (WR)
Deveria ter escolhido: Ryan Shazier (LB)

Sem sua grande estrela disponível, o New York Giants buscaria alguém para resolver os problemas defensivos e chamaria o nome de Ryan Shazier. Trata-se de um jogador muito físico e capaz de fazer grandes jogadas em qualquer parte do campo. O atleta foi uma das peças mais importantes da defesa do Pittsburgh Steelers no ano passado e o Giants adoraria contar com ele para mudar o rendimento de uma das piores defesas da liga nos últimos anos.

#13 LOS ANGELES RAMS logo rams

Escolha original: Aaron Donald (DT)
Deveria ter escolhido: Teddy Bridgewater (QB)

Com o problema entre os recebedores já resolvido aqui e sem Aaron Donald disponível, a equipe de Los Angeles se voltaria para outra necessidade e finalmente arrumaria seu QB de confiança. Teddy Bridgewater teve dois ótimos anos liderando o ataque do Minnesota Vikings e, mesmo ainda tendo que melhorar alguns detalhes, seria tratado como salvador da pátria no Rams.

#14 CHICAGO BEARS logo bears

Escolha original: Kyle Fuller (CB)
Deveria ter escolhido: Kyle Fuller (CB)

O Chicago Bears precisava renovar a sua secundária e, com a chegada de Kyle Fuller, conseguiu isso sem deixar o nível cair. Com a responsabilidade de substituir o veterano Charles Tillman, Fuller assumiu a posição com muita personalidade e foi um dos poucos destaques da defesa em seu ano de calouro. Na temporada passada, ajudou o Bears a terminar o ano como a 4ª melhor defesa contra o passe. Foi uma escolha certeira que a franquia adoraria repetir.

#15 PITTSBURGH STEELERS logo steelers

Escolha original: Ryan Shazier (LB)
Deveria ter escolhido: Bradley Roby (CB)

Sem Ryan Shazier disponível aqui, a franquia de Pittsburgh buscaria resolver seus problemas na secundária, que impediram um desempenho melhor no ano passado. A escolha de Bradley Roby seria bem interessante para ambas as partes. O jovem atleta faz parte da rotação de CBs do Denver Broncos, mas é apontado como o mais talentoso do grupo e ano passado apareceu fazendo jogadas importantes. Como possível titular no Steelers, Roby mostraria ainda mais o seu potencial.

#16 DALLAS COWBOYS logo cowboys

Escolha original: Zack Martin (OG)
Deveria ter escolhido: Zack Martin (OG)

Selecionar um jogador de linha ofensiva na primeira rodada é sempre motivo para ficar com um pé atrás, mas com Zack Martin não houve qualquer questionamento. O jovem atleta se tornou um dos pilares da melhor linha ofensiva da NFL e foi muito importante para DeMarco Murray ser eleito o “Offensive Player of the Year” em 2014. Também excelente na proteção, é difícil imaginar cenário melhor para o jogador e para a franquia.

#17 BALTIMORE RAVENS logo ravens

Escolha original: C.J. Mosley (LB)
Deveria ter escolhido: C.J. Mosley (LB)

C.J. Mosley foi selecionado com a difícil missão de substituir o lendário Ray Lewis, mas não sentiu a pressão e se transformou em uma das referências da defesa do Ravens. Escolhido para o Pro Bowl em sua temporada de calouro, o atleta teve mais de 115 tackles em suas duas temporadas como profissional e está caminhando para ser um dos melhores em sua posição em um futuro bem próximo.

#18 NEW YORK JETS logo jets

Escolha original: Calvin Pryor (SS)
Deveria ter escolhido: Calvin Pryor (SS)

Na busca por um Safety de confiança, o New York Jets foi atrás de Calvin Pryor em 2014. Ele não teve uma temporada de calouro muito empolgante, mas ano passado mostrou evolução e foi titular em praticamente todos os jogos. Sem grandes nomes disponíveis nas posições que são necessidades hoje em dia para a franquia, Pryor ganharia mais uma chance aqui se o Jets voltasse no tempo.

#19 MIAMI DOLPHINS logo dolphins

Escolha original: Ja’Wuan James (OT)
Deveria ter escolhido: Devonta Freeman (RB)

Vamos ser justos: Ja’Wuan James faz um bom trabalho na linha ofensiva do Dolphins. Porém, hoje em dia, uma das necessidades da franquia está nos RBs e com Devonta Freeman disponível aqui seria uma ótima oportunidade para ocupar essa lacuna. O jovem atleta teve um ano excelente correndo com a bola na temporada passada e, se fosse selecionado pelo Dolphins, teria a missão de fazer o jogo terrestre uma opção confiável do ataque.

#20 NEW ORELANS SAINTS logo saints

Escolha original: Brandin Cooks (WR)
Deveria ter escolhido: Allen Robinson (WR)

Brandin Cooks fez um ótimo trabalho ao longo dos dois últimos anos com o New Orleans Saints, mas se a franquia pudesse voltar no tempo não pensaria duas vezes antes de selecionar Allen Robinson. O jogador tem o porte físico necessário para ser utilizado como recebedor principal e, jogando ao lado de Drew Brees, seria uma arma ainda mais perigosa do que é hoje em dia no Jacksonville Jaguars. Líder da NFL em TDs recebidos ano passado, Robinson seria o alvo de confiança no Saints.

#21 GREEN BAY PACKERS logo packers 

Escolha original: Ha Ha Clinton-Dix (FS)
Deveria ter escolhido: Ha Ha Clinton-Dix (FS)

Em praticamente todas as projeções antes do Draft, Ha Ha Clinton-Dix estava cotado para ser escolhido pelo Packers. Foi exatamente isso que aconteceu e aconteceria novamente. Ele encaixou de forma perfeita na defesa da franquia, passou a jogar com naturalidade na secundária e hoje é uma das peças de confiança no setor. Seria difícil imaginar outra situação aqui a não ser essa para o time de Green Bay.

#22 CLEVELAND BROWNS logo browns

Escolha original: Johnny Manziel (QB)
Deveria ter escolhido: Kelvin Benjamin (WR)

Manziel chegou a Cleveland para ser o futuro da franquia, mas falhou nesta missão e foi cortado recentemente. Sem grandes QBs disponíveis aqui, o Browns poderia usar sua segunda escolha na primeira rodada para selecionar Kelvin Benjamin. Em uma classe de WRs tão espetacular quanto a de 2014, o time não poderia deixar essa oportunidade passar. Benjamin foi o alvo de confiança de Cam Newton dois anos atrás e, após perder a temporada passada por lesão, tem tudo para explodir no Carolina Panthers. Mesmo recebendo passes de Brian Hoyer – na época defendendo o Browns – ou Josh McCown, ele ainda teria grandes atuações.

#23 KANSAS CITY CHIEFS logo chiefs

Escolha original: Dee Ford (DE)
Deveria ter escolhido: Jarvis Landry (WR)

Dee Ford não rendeu como o esperado no Chiefs e, se pudesse voltar ao passado, a franquia selecionaria Jarvis Landry para trabalhar ao lado de Alex Smith. Todos sabem que o QB ama trabalhar com seus passes curtos e Landry seria o nome perfeito para receber essas bolas. Dono de uma velocidade e agilidade excelentes, o jovem WR com certeza faria estragos nas defesas com suas jardas após recepções. Em seus dois anos como profissional no Miami Dolphins, ele liderou o time em recepções e provavelmente faria o mesmo em Kansas City.

#24 CINCINNATI BENGALS logo bengals

Escolha original: Darqueze Dennard (CB)
Deveria ter escolhido: Telvin Smith (LB)

Na busca de um nome confinável para a secundária, Darqueze Dennard falhou nesta missão. Sem nomes de qualidade aqui para essa necessidade, o Bengals poderia ir atrás de Telvin Smith para reforçar seu grupo de LBs. Em dois anos na NFL, Smith soma mais de 100 tackles em ambas e se tornou uma das principais esperanças defensivas do Jacksonville Jaguars. Com a equipe de Cincinnati ele também poderia fazer a diferença no meio da defesa.

#25 SAN DIEGO CHARGERS logo chargers

Escolha original: Jason Verrett (CB)
Deveria ter escolhido: Trai Turner (OG)

Com necessidades em várias posições hoje em dia, a equipe de San Diego adoraria ter escolhido Trai Turner no Draft de dois anos atrás. Uma das peças de confiança na linha ofensiva do Carolina Panthers, ele foi importantíssimo na proteção a Cam Newton e na abertura de espaço para as corridas cirúrgicas de Jonathan Stewart ano passado. Escolhido para o Pro Bowl na última temporada, o Chargers poderia ter apostado no atleta.

#26 PHILADELPHIA EAGLES logo eagles

Escolha original: Marcus Smith (LB)
Deveria ter escolhido: Malcolm Butler (CB)

Marcus Smith talvez tenha sido a pior escolha do Draft de 2014 e o jogador não parece ter futuro na NFL. Se pudesse voltar no tempo e evitar essa tragédia, o Eagles poderia selecionar Malcolm Butler, o herói do Super Bowl XLIX com o Patriots. Por mais que pareça uma aposta ousada, o atleta foi titular na secundária do time de New England ano passado, deu conta do recado e foi escolhido para o primeiro Pro Bowl da carreira. Além disso, a posição é um das necessidades atuais da franquia da Philadelphia e com Butler aqui não seria um problema.

#27 ARIZONA CARDINALS logo cardinals

Escolha original: Deone Bucannon (LB/SS)
Deveria ter escolhido: Deone Bucannon (LB/SS)

Deone Bucannon foi uma grata surpresa para o Arizona Cardinals nos últimos dois anos e ele se tornou peça de confiança na defesa da franquia. Jogando como Safety em seu ano de calouro e como LB ano passado, o atleta não deixou a desejar em nenhuma das duas posições e dá essa possibilidade de jogador híbrido para o técnico Bruce Arians montar a sua defesa. Não há dúvidas que a diretoria repetiria a escolha aqui.

#28 CAROLINA PANTHERS logo panthers

Escolha original: Kelvin Benjamin (WR)
Deveria ter escolhido: Allen Hurns (WR)

Sem Kelvin Benjamin disponível, o Carolina Panthers ainda estaria sofrendo com seus recebedores. Para resolver esse problema, Allen Hurns parece ser a melhor opção aqui. Dos WRs que restaram, ele é o único com físico para atuar como alvo principal. Além disso, no Jacksonville Jaguars ele mostrou ser um excelente jogador para anotar TDs e receber passes longos. Com certeza Cam Newton adoraria ter um atleta como Hurns a sua disposição.

#29 NEW ENGLAND PATRIOTS logo patriots

Escolha original: Dominique Easley (DT)
Deveria ter escolhido: Greg Robinson (OT)

Dominique Easley não conseguiu achar seu espaço na linha defensiva do Patriots e não parece que vai conseguir tão cedo. Se pudesse voltar no tempo, a equipe de New England iria voar para cima de Greg Robinson e buscá-lo para ser a peça de confiança na linha ofensiva remendada da equipe. Titular absoluto no Rams desde a última temporada, o atleta poderia ser muito bem aproveitado por Bill Belichick.

#30 SAN FRANCISCO 49ERS logo 49ers

Escolha original: Jimmie Ward (SS)
Deveria ter escolhido: Preston Brown (LB)

Jimmie Ward não conseguiu se firmar como titular em San Francisco e, se pudesse voltar no tempo, a franquia poderia selecionar Preston Brown. Com muitas necessidades no elenco hoje em dia, a escolha do atleta seria importante para transformar o grupo de LBs no principal setor do elenco. Ele formaria uma dupla interessante ao lado de NaVorro Bowman e ajudaria a reforçar a defesa. Em seus dois anos como profissional, Brown sempre foi titular e teve mais de 100 tackles nas duas temporadas em que atuou.

#31 DENVER BRONCOS logo broncos

Escolha original: Bradley Roby (CB)
Deveria ter escolhido: Gabe Jackson (OG)

Com a saída de vários jogadores após o Super Bowl 50, o Denver Broncos gostaria de voltar no tempo para resolver pelo menos um problema possui atualmente. Selecionando Gabe Jackson aqui, a franquia teria um substituto para Evan Mathis e ele poderia manter o alto nível de atuação do veterano. Na temporada passada, Jackson foi um dos nomes mais importantes na linha ofensiva do Raiders e seria bastante útil no Broncos.

#32 MINNESOTA VIKINGS logo vikings

Escolha original: Teddy Bridgewater (QB)
Deveria ter escolhido: Brandin Cooks (WR)

Sem Bridgewater disponível, o Vikings teria que se contentar com Christian Ponder ou Matt Cassel para serem titulares por pelo menos uma temporada, já que nesta altura do Draft não sobraram QBs de qualidade. Com a última escolha da primeira rodada, a franquia poderia selecionar Brandin Cooks para ter uma nova possibilidade no ataque. Em busca de um reforço para a posição hoje em dia, a equipe iria adorar contar com a explosão de Cooks dentro de campo e suas longas recepções.

Compartilhe

Leave A Reply