quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Compartilhe

A NFL tem um novo jogador ofensivo, sem contar Quarterbacks, mais bem pago da história. Antes que a novela virasse uma bola de neve, o New Orleans Saints abriu os cofres e deu a renovação que o recebedor Michael Thomas queria. Cerca de US$ 100 milhões, sendo 61 milhões garantidos, por 5 anos para o camisa 13. Ele permanece no estado de Luisiana até pelo menos 2024. E se torna o primeiro WR da liga a atingir a marca dos 3 dígitos em um contrato. 

Thomas seguiu a linha de outras estrelas, como Ezekiel Elliott e Melvin Gordon, e decidiu fazer greve durante o começo do training camp, até que a situação fosse definida. E para o caso não tomar o mesmo rumo de Steelers e Bell, o Saints optou segurar seu principal recebedor. O salário médio de 20 milhões de dólares anuais seduziu o recebedor. O maior contrato de um jogador da posição, até o momento, era de Odell Beckham Jr, que havia assinado um acordo de 18 milhões de dólares por temporada quando ainda estava no Giants. 

Leia Mais: O New York Giants e seu drama na posição de Wide Receivers

Leia Também: Não se iluda com a pré-temporada

Produto de Ohio State, o jogador de 26 anos foi draftado em 2016, na segunda rodada. E, logo de cara, causou impacto na NFL. Passou das 1100 jardas aéreas nas 3 temporadas como profissional e se tornou o alvo preferido de Drew Brees rapidamente. Além disso, Michael Thomas também é produtivo quando o assunto é TD: foram 23 em 47 jogos.

Em 2018, o atleta teve a melhor temporada de sua carreira. Foram 147 bolas lançadas na direção do WR, com 125 recepções. A proporção passe e recepção é a maior entre recebedores desde 2001. E o que chama mais a atenção é que 75% das bolas agarradas se transformaram em primeira descida para a equipe de New Orleans. Pouco mencionado pela imprensa, Michael Thomas já se junta aos grandes recebedores da liga.

Veja os números da carreira de Michael Thomas:

Ano Rec Jardas Jardas/Rec Pct % (passes/rec) TDs
2016 92 1137 12.4 76.0 9
2017 104 1245 12.0 69.8 5
2018 125 1405 11.2 85.0 9
Total 321 3787 11.8 77.0 23

Seguindo tendência de outras posições, o novo contrato de Michael Thomas pode desencadear a supervalorização de outros WRs que estão a espera de uma renovação. Entre eles estão Julio Jones, Amari Cooper, A.J. Green e Tyreek Hill. Com o possível novo acordo trabalhista, o que faria o teto salarial da liga subir consideravelmente a partir de 2021, será mais comum vermos contratos astronômicos nas próximas temporadas.

Compare quanto ganha os jogadores mais bem pagos por posição:

Ataque:

WR Michael Thomas – US$ 61 milhões garantidos (média de 20 milhões anuais)

QB  Russell Wilson – US$ 107 milhões garantidos (média de 35 milhões anuais)

RB Todd Gurley – US$ 45 milhões garantidos (média de 14.375 milhões anuais)

TE Jimmy Graham – US$ 11 milhões garantidos (média de 10 milhões anual)

OL Trent Brown – US$ 36.25 milhões garantidos (média de 16.5 milhões anuais)

 

Defesa:

DL Aaron Donald – US$ 87 milhões garantidos (média de 22.5 milhões anuais)

LB Kahlil Mack – US$ 90 milhões garantidos (média de 23.5 milhões anuais)

CB Xavien Howard – US$ 39.260.641 milhões garantidos (média de 15 milhões anuais)

S Kevin Byard – US$ 31 milhões garantidos (média de 14.1 milhões anuais)

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui

Compartilhe

Comments are closed.