quarta-feira, 29 de abril de 2020

Compartilhe

Nas conversas de bar, nas rodas de amigos e nos grupos da rede social verde de mensagens instantâneas, constantemente sou assolado com indagações desinformadas como: “se é ‘football’, por que se joga com as mãos?”. Enfim, para esse tipo de dúvida e até em parte, preconceito, surgiu a ideia deste texto, contando a origem conturbada e confusa das nomenclaturas dos esportes.

Para começar, precisamos entender que o futebol americano, “football” para os americanos, é originado do rugby, trazido da Inglaterra no século 19. Já o futebol, “soccer” para os americanos, também surgiu na Inglaterra, juntamente com o rugby, anos antes da chegada do rugby e da criação do futebol americano nos Estados Unidos.

Leia Mais: Fatos e curiosidades sobre o Draft

Leia Também: Draft 2020 – Veja com quem seu time assinou como undrafted rookie free agent (NFC)

Surgidos na mesma região e na mesma época, rugby e futebol faziam sucesso nas instituições de ensino inglesas e ambos eram chamados de “football”, por terem regras parecidas, confusas e não padronizadas que a misturavam, além de contarem com chutes em fases relevantes do jogo (início e reinício de jogo por exemplo). No rubgy, existia pontuações baseadas em chutes e em invasão de território (try), enquanto no futebol, era permitido o uso das mãos, diferente do que estamos acostumados hoje.

Em 1863, a FA (Football Association) foi criada na Inglaterra, padronizando as regras do futebol e banindo o uso das mãos. Passou-se então a chamar o futebol pelo nome da associação recém-criada e o rugby por “rugby Football” (posteriormente, só rugby). Com a ida do rugby football para os Estados Unidos, e depois de algumas mudanças, as universidades começaram a praticar um novo esporte e o batizaram de American Football.

Mais tarde, devido a algumas estratégias no jogo criadas por universidades, como Princeton, cria-se o sistema de downs. Após algumas formações extremamente perigosas e algumas mortes no campo de jogo no início do século 20, foram criadas regras para banir certas formações, a pedido do presidente Theodore Roosevelt. John Heisman, foi um dos responsáveis pelas mudanças de regras, que além do banimento das formações perigosas, mudava algumas regras para deixar o jogo menos macabro. Entre eles, um passe para frente, permitido a cada down. Estava criado o protótipo do jogo que somos apaixonados hoje em dia. Heisman, anos depois, foi homenageado, dando nome ao prêmio de melhor jogador da temporada do futebol americano universitário.

E o futebol? Sim, voltando lá atrás, na época em que as regras começaram a se diferenciar, os americanos chamavam o rugby de rugby, o futebol americano de American Football e o futebol da bola redonda de Association Football. Para tentar simplificar, usaram o “soc” de association, com o sufixo “er”, passando a chamar o futebol da bola redonda de soccer.

Por mais que os amantes da bola redonda bradem que o único esporte fiel ao termo que dá nome ao esporte seja o futebol, todos os três esportes da mesma origem tem chutes em momentos relevantes do seu jogo e o uso das mãos em suas essências, por mais que o futebol da bola redonda tem tomado rumos diferentes e que justifiquem mais a aplicação do termo “football”.

 

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.