quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Compartilhe

A situação contratual de Jadeveon Clowney com o Houston Texans é uma das novelas que mais tem se arrastado durante toda a offseason e parece não estar tão próxima assim de uma definição quanto se imagina. O jogador deveria oficialmente se reportar ao time nessa semana, fato que ainda não aconteceu e aparentemente não vai acontecer, deixando totalmente prejudicada qualquer programação, tanto para uma possível troca, quanto para o aproveitamento do aleta ainda nessa temporada que se iniciará, algo cada vez mais improvável nessa altura.

De fato, enquanto não se reportar ao Texans e assinar a franchise tag que lhe foi aplicada, Clowney não poderá sequer ser trocado, ao passo que também não pode ser multado pelo tempo perdido com toda a situação. Grande parte do problema está no fato da equipe de Houston não ter lidado com o problema e o que fazer com o jogador antes, pois eles tinham até a data de 15 de julho para assinar um acordo de longo prazo e não o fizeram, algo que agora não é mais possível, não somente para a franquia, mas também para qualquer outro time interessado numa troca, fato que limita muito o negócio, minando o seu valor e deixa Houston numa posição difícil.

Leia Mais: A elegante reação de Daniel Jones

Leia Também: Kicker Kaare Vedvik despertou uma disputa na NFC North

Todavia, tal posição de dificuldade e de fraqueza na negociação foi algo que o próprio front office do time se colocou, a partir da forma, no mínimo questionável, como lidou com toda a situação desde o início. É algo absolutamente natural ter a cautela e o questionamento de assinar com Jadeveon Clowney um contrato nos moldes dos de Khalil Mack e Aaron Donald, como era reportado que o jogador buscava. Contudo, no atual momento, dificilmente dá para enxergar uma outra movimentação que fizesse tanto sentido e fosse tão bem empregada para a equipe quanto depreender a quantia de dinheiro necessária para renovar com o jogador, pois não é algo que seja impossível e tampouco deixaria o Texans com uma asfixia em seu cap salarial. Eles têm o dinheiro necessário para isso e simplesmente decidiram não realizar uma movimentação que, sem dúvidas, os tornam mais fracos para o início da temporada de 2019.

Jadeveon Clowney segue com sua situação indefinida

O grande ponto é o porquê de esse ser o momento para as questões e negociações comerciais envolvendo o jogador, há pouco menos de dez dias para o início da temporada regular, enquanto o Texans poderia ter o trocado antes mesmo do Draft, momento ideal, já que não estava mesmo interessado em assinar um acordo de renovação de múltiplos anos e grande valor. O front office da equipe foi muito mal e agora está numa posição de fraqueza e dificuldade para negociar o jogador com outras franquias.

Embora existam informações de que Clowney tivesse interesse em ser negociado para times como Seattle Seahawks e Philadelphia Eagles, esquentam os rumores de que o Miami Dolphins seja hoje o grande interessado no negócio, onde o treinador principal Brian Flores teria até mesmo se encontrado com o jogador e conversado no sentido de convencê-lo de uma possível troca, assim como sobre o futuro no time da Flórida. Realmente faz todo o sentido para Miami contar com um atleta desse quilate em seu processo de renovação, sendo algo que certamente facilitaria as coisas e tornaria a defesa automaticamente forte e muito promissora para um futuro próximo. Além disso, a franquia conta com um capital de Draft interessante e muitas escolhas disponíveis para troca, fator ainda mais facilitador para o negócio.

Quanto ao Texans, resta ver como vai lidar com a conclusão de todo esse imbróglio e o que vai conseguir barganhar como compensação para o jogador, diante dessa posição de fraqueza em que se colocou. Tal fato, infelizmente é apenas mais um de uma série de decisões infelizes que a direção da franquia e seu ex GM Brian Gaine tomou, como a forma que lidou com o Draft, após o suposto desespero por ter perdido Andre Dillard para o Eagles, a free agency apática, mesmo com uma boa quantia e espaço de dinheiro e o Overpay total dado por Duke Johnson.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui

Compartilhe

Comments are closed.