segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Compartilhe

Após três semanas completas de disputa na temporada 2019/20, o cenário visto na AFC é muito parecido com o de 2018. Com três vitórias em três jogos disputados, Chiefs e Patriots continuam dominando seus adversários aos domingos e dando indícios que decidirão novamente de forma direta o representante da AFC no Super Bowl. Neste final de semana, o Patriots – Já sem Antônio Brown – atropelou o New York Jets por 30×14 para seguir invicto na temporada, status compartilhado com Kansas City, que bateu o Ravens por 33×28 e também segue sem saber o que é derrota em 2019. Com o favoritismo se tornando realidade semana após semana, fica difícil imaginar que o caminho para o próximo Super Bowl não passe por New England ou Kansas City na AFC.

Líde da AFC Leste, o atual campeão New England Patriots bateu Steelers, Dolphins e Jets com muita facilidade para se manter invicto nos três primeiros jogos da temporada. O time de Bill Bellichick já anotou 106 pontos e sofreu apenas 17, garantindo o status de melhor defesa em pontos e jardas cedidas até o momento na competição. O ataque, comandado por Tom Brady, não perdeu o ritmo do ano passado e continua destruindo seus rivais ao estilo Patriots, abusando das campanhas longas e da eficiência na redzone. Nem mesmo a distração causada pela chegada de Antônio Brown ao elenco e a sua trajetória de apenas 11 dias na Nova Inglaterra tiraram o foco da equipe, que segue dominando nesse início de ano e mostrando que é novamente favorita para vencer o 7º Super Bowl de sua história. O começo avassalador levou a torcida e a mídia especializada a cogitar mais uma temporada invicta para o Patriots, assim como em 2007.

Leia Mais: Os destaques da nova geração de Quarterbacks da liga

Leia Também: Podcast #EP23 – Exclusivos para assinantes

Mas para alcançar o ousado objetivo, New England terá que superar mais uma vez o seu maior desafio dentro da AFC: O Kansas City Chiefs. A equipe comandada pelo técnico Andy Reid acabou tendo mais dificuldade neste último domingo, enfrentando o até então invicto Baltimore Ravens, mas conseguiu sair de campo vencedora mais uma vez, se mantendo imbatível na temporada. O ataque segue sendo o ponto mais forte do time, liderando a liga em jardas, TDs e nenhuma interceptação sofrida. Sob o comando de Patrick Mahomes, a unidade é um verdadeiro “rolo compressor”, anotando 101 pontos em três semanas. O QB, aliás, já soma 1195 jardas aéreas e 10 TDs no ano, não dando sinais de que a temporada brilhante em 2018 aconteceu por acaso. Mesmo com o desfalque de Tyreek Hill, Kansas segue tendo o ataque mais explosivo e criativo da liga, não dando nenhuma chance para os seus rivais.

Embora as duas equipes tenham enfrentado apenas um time que se classificou aos playoffs no último ano (Ravens) após três semanas de competição, a demonstração de força e domínio deixa claro que a AFC ainda não conta com outro time pronto neste momento para desafiar Chiefs e Patriots pelo título. É também evidente que o calendário dos dois times ficará mais complicado ao longo das próximas e que a oscilação natural enfrentada por todas as equipes da NFL também pode afetar ambas. Ainda assim, o nível de regularidade apresentado pelos dois elencos desde 2018 torna muito difícil prever que algum deles possa ter uma queda de desempenho tão grande e dê chances para outra equipe se estabelecer na briga. Projetando que ambos estejam brigando até a semana 16 pela 1ª posição geral da conferência, o duelo na Nova Inglaterra, marcado para o dia 8 de dezembro, pode ser fundamental para os rumos da AFC.


EXISTE ALGUM TIME NA AFC CAPAZ DE AMEAÇAR CHIEFS E PATRIOTS?

Antes da temporada regular ter início, apontavam-se Browns, Chargers e Colts como alguns dos times capazes de ameaçar Chiefs e Patriots na luta pelo título da conferência e consequentemente por uma vaga no Super Bowl. O que se vê até o momento, porém, é que Browns e Chargers (ambos 1-2) ainda não possuem o equilíbrio necessário para bater de frente com os atuais finalistas da AFC, precisando ainda encontrar uma característica de jogo que possa tirar o melhor dos seus elencos. Já o Colts, mesmo sem Andrew Luck, deu uma resposta positiva nas últimas duas semanas e está 2-1 na sua divisão, ao lado do Texans, se apresentando pelo menos no momento como uma das equipes mais competitivas da NFL, mas ainda um passo atrás de New England e Kansas City. As boas surpresas  até o momento são Ravens e o invicto Bills, que apoiados pelo ótimo desempenho dos seus jovens QBs, estão conseguindo unir competitividade com resultados positivos.

Apesar da improvável trajetória que a AFC apresentou nas suas primeiras três semanas, a única parte do roteiro que está sendo cumprida a risca é o domínio de Patriots e Chiefs. Embora seja muito cedo para confirmar ambos novamente como finalistas da conferência, é seguro dizer que qualquer equipe que queira representar a AFC no Super Bowl terá que passar por essas duas franquias em algum momento da temporada. Pelo menos até agora, essa parece ser uma missão quase impossível de ser cumprida.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.