quinta-feira, 21 de maio de 2020

Compartilhe

A NFL é famosa pela imprevisibilidade e equilíbrio. De um lado vemos franquias como San Francisco 49ers, que saiu de um 4-12 em 2018 para o Super Bowl no ano passado. Do outro Rams, que bateu na trave pelo título há dois anos e sequer foi aos playoffs em 2019. Detalhe: ambos são da mesma divisão. Não importa o século, década ou ano. Surpresas e decepções fazem parte da rotina da liga.

Prospectos, contratações, trocas e mudanças em comissões técnicas. Qualquer aposta pode mudar o rumo da franquia durante anos. Alguns são acostumados com acertos. Outros nem tanto. E aqui listamos 5 times que tiveram mais derrotas do que vitórias em 2019, mas têm potencial para fazer barulho neste ano.

Leia Mais: As vendas de camisas refletem o que pode ser o 2020 do Buccaneers

Leia Também: Quais times podem estabelecer uma nova dinastia na NFL?

Indianapolis Colts (7-9)

O baque foi grande ao perder Andrew Luck às vésperas da temporada passada. Jacoby Brissett assumiu o time e não deu conta do recado. Até teve jogos interessantes, mas perdeu gás na reta final. Para este ano a defesa foi ainda mais reforçada. DeForest Buckner chega para agregar e muito a linha de frente. Xavier Rhodes é o complemento ideal para o agora segundo anista Rock Ya-Sin na secundária. No outro lado da bola, a grande novidade é o QB Philip Rivers. O veterano, que é imóvel, vai ter uma das melhores linhas ofensivas e ótimo ataque terrestre com Marlo Mack e o calouro Jonathan Taylor. WR Michael Pittman Jr. chega para agregar o corpo de recebedores que já conta com o astro T.Y. Hilton.

Denver Broncos (7-9)

O time do Colorado tinha uma carência evidente: wide receiver. Faltava um nome de peso para complementar Courtland Sutton. Vieram dois jovens. Jerry Jeudy tem qualidades para ser dominante na liga. E o protótipo de Penn State, KJ Hamler, é atlético e pode jogar no slot. Melvin Gordon foi contratado para somar o ataque terrestre que já conta com Phillip Lindsay. Drew Lock, que já produziu em sua temporada de estreia, terá um ataque remodelado para 2020. Com uma das linhas defensivas mais agressivas da NFL, liderados por Von Miller e Bradley Chubb, Denver pode crescer de produção nesta temporada.

Miami Dolphins (5-11)

Finalmente parece que Miami encontrou o QB do futuro. Tua Tagovailoa tem qualidades para ser o nome da franquia durante muito tempo. Para isso, o jovem terá que se desenvolver e a parceria com Ryan Fitzpatrick pode ser crucial para o sucesso. Dolphins recrutou outras carências do elenco no draft, além de fazer várias contratações na free agency. Byron Jones, Shaq Lawson, Kyle Van Noy e Ereck Flowers são alguns nomes que reforçam o elenco. Esses novos ingredientes podem ser fundamentais para incrementar a salada de Brian Flores e seus coordenadores. E os chefes mostraram em 2019 que são capazes.

Tampa Bay Buccaneers (7-9)

A torcida em Tampa está rindo à toa. Após anos com Jameis Winston, o time foi atrás de um dos maiores nomes da história da liga: Tom Brady. O ex-astro do Patriots já tem 42 anos e não encanta como em temporadas anteriores, mas ainda tem gasolina no tanque. Por mais uma ou duas temporadas pode ser produtivo. Para ajudar Brady, o Buccs foi atrás de seu eterno companheiro Rob Gronkowski. Adicionando a dupla Mike Evans e Chris Godwin, ataque comandado por Bruce Arians é um dos mais empolgantes da liga. Do outro lado da bola o time ainda tem alguns problemas, mas a unidade pode ser agressiva.

Arizona Cardinals (5-10-1)

Sim, divisão complica. Dito isso é bom frisar que Cardinals pode ser o bicho papão na NFC Oeste, mas está longe de ser limitado. Kyler Murray mostrou evolução em sua primeira temporada. A chegada de DeAndre Hopkins pode transformá-lo em um dos grandes jogadores da liga. E as boas notícias não param por aí: mesmo com poucas escolhas, a franquia conseguiu ser eficiente no Draft. Isaiah Simmons é um excelente complemento para essa unidade. Muito pela versatilidade do jogador. Com nomes já explosivos, como Chandler Jones, Patrick Peterson e Budda Baker, o sistema defensivo pode ser dominante nesta temporada. 

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

 

Compartilhe

Comments are closed.