sexta-feira, 10 de julho de 2015

Compartilhe

A liga e a historia - L32

Ataques potentes sempre enchem os olhos e chamam a atenção do torcedor. Mas sempre fica a pergunta: um ataque poderoso é o suficiente para trazer títulos? Compilamos aqui os 10 maiores ataques da história da NFL em jardas por partida. Muitos jogadores históricos comandaram essas equipes, mas nem sempre essas temporadas acabaram bem. Confira no top 10.

10) Kansas City Chiefs (2004) – 418,44 jardas por jogo

Pontos por jogo: 30,2 (2º na NFL)

Campanha: 7-9 (3º na AFC Oeste)

Em 2004 o Kansas City Chiefs liderou a NFL com o ataque mais prolífico da liga, produzindo 6695 jardas totais. Desse total, 4591 vieram do QB Trent Green. Raramente lembrado como um dos bons QBs da liga, Green viveu sua melhor época entre 2003 e 2005, quando foi duas vezes ao Pro Bowl. Nessa temporada, o Chiefs demonstrou que um time sem defesa não vai a lugar nenhum. De nada adiantou ter o melhor ataque quando ele foi acompanhado da terceira pior defesa da liga, e a equipe acabou nem se classificando aos playoffs.

9) San Diego Chargers (1981) – 421,50 jardas por jogo

Pontos por jogo: 29,9 (1º na NFL)

Campanha: 10-6 (1º na AFC Oeste)

A equipe do Chargers do final da década de 70 e início da de 80, sob o comando do técnico Don Coryell, é conhecida por ter tido um dos ataques mais poderosos da história da liga, sendo apelidado de “Air Coryell”. Entre 1980 e 1985 a equipe liderou a NFL em jardas em cinco temporadas, todas sob o comando do HOFer, 6 vezes Pro-Bowler, QB Dan Fouts. O Chargers da década de 80 é mais um exemplo de ataque poderoso que não rendeu títulos. Na temporada de 1981 a equipe perdeu a final de conferência para o Cincinnati Bengals, ficando de fora do Super Bowl XVI.

8) San Francisco 49ers (1998) – 425,00 jardas por jogo

Pontos por jogo: 29,9 (3º na NFL)

Campanha: 12-4 (2º na NFC Oeste)

O lendário Steve Young, já aos 37 anos e na última temporada completa da carreira, liderou um dos ataques mais prolíficos e vitoriosos da liga. Em 13 temporadas em San Francisco o QB conquistou três anéis. Para se despedir da NFL ajudou o 49ers a compilar uma das maiores temporadas ofensivas já vistas na história. Infelizmente para San Francisco essa temporada histórica não se converteu em título, com a equipe perdendo para o Atlanta Falcons no divisional round de 1998.

7) New England Patriots (2012) – 427,88 jardas por jogo

Pontos por jogo: 34,8 (1º na NFL)

Campanha: 12-4 (1º na AFC Leste)

A parceria entre Bill Belichick e Tom Brady é a mais bem sucedida da história da NFL entre um técnico e um QB. A dupla, que já conquistou quatro anéis, tem no currículo dezenas de recordes da NFL. Desde que assumiu o comando do ataque do Pats, Brady compilou números históricos, e não deixou de registrar em 2012 alguns dos números mais impressionantes já vistos por um ataque. Naquela temporada o Patriots perdeu a final da conferência para o Baltimore Ravens, que viria a ser o campeão do Super Bowl.

6) New England Patriots (2011) – 428,00 jardas por jogo

Pontos por jogo: 32,1 (3º na NFL)

Campanha: 13-3 (1º na AFC Leste)

Brady e companhia mostraram toda sua supremacia na NFL colocando duas marcas entre as 10 melhores de ataque na história da liga. Em anos consecutivos New England conquistou mais de 6800 jardas de ataque.  Porém, mais uma vez, pode-se perceber que ataque prolífico não ganha títulos. O Patriots chegou de forma inconstestável ao Super Bowl em 2011, mas pela segunda vez a equipe perdeu o titulo para Eli Manning e a equipe do New York Giants.

5) Miami Dolphins (1984) – 433,50 jardas por jogo

Pontos por jogo: 32,1 (1º na NFL)

Campanha: 14-2 (1º na AFC Leste)

Em 1984 o QB Dan Marino teve uma das melhores temporadas já vistas por um passador na NFL. Marino, então no seu segundo ano na liga, ultrapassou pela primeira vez a marca de 5000 jardas aéreas na temporada, recorde que levou 27 anos para ser quebrado. Impulsionado pela grande temporada de seu jovem QB o Dolphins chegou ao Super Bowl. Não deu para Miami que perdeu a final por 38 a 16 para o 49ers de Joe Montana. Dan Marino não teria mais na carreira a chance de conquistar um Super Bowl, mancha que carrega em seu currículo de HOFer.

4) St. Louis Rams (2000) – 442,19 jardas por jogo

Pontos por jogo: 33,8 (1º na NFL)

Campanha: 10-6 (2º na NFC Oeste)

A equipe entrou na temporada de 2000 como os atuais campeões e eram os favoritos ao título. Entretanto, uma segunda metade de temporada inconsistente mandou a equipe para o Wild Card, onde o Rams foi derrotado pela zebra New Orleans Saints. Mesmo assim, a equipe que ficou conhecida como “The Greatest Show on Turf” deu outra demonstração de poder ofensivo, e o ataque comandado pelo ar por Kurt Warner e por terra por Marshall Faulk conseguiu a quarta maior marca da história, superando pela primeira vez a barreira de 7000 jardas em uma temporada.

3) San Diego Chargers (1982) – 449,78 jardas por jogo

Pontos por jogo: 33,1 (1º na NFL)

Campanha: 6-3 (2º na AFC Oeste)

O ataque poderoso de San Diego da década de 80 conquistou mais uma marca impressionante em 1982. No total foram 4048 jardas, porém a temporada foi atípica. Devido a uma greve de jogadores, que chegou a 57 dias de duração, a temporada foi reduzida à apenas nove jogos. Mesmo assim o ataque de Don Coryell conseguiu a incrível marca de registrar quase 450 jardas por jogo, média que levou 29 anos para ser quebrada. Nesse ano o Chargers chegou ao divisional round, quando perderia para o futuro campeão da AFC, o Miami Dolphins.

2) Denver Broncos (2013) – 457,31 jardas por jogo

Pontos por jogo: 37,9 (1º na NFL)

Campanha: 13-3 (1º na AFC Oeste)

Em 2013 o mundo esportivo ficou impressionado com a campanha do QB Peyton Manning. Quebrando vários recordes, inclusive o de jardas aéreas e TDs em uma temporada, o QB levou a equipe de Denver ao Super Bowl. Na final, após compilar quase 450 jardas e 38 pontos por jogo, o segundo melhor ataque da história em jardas não foi páreo para uma das melhores defesas a já entrar em campo. O Seattle Seahawks limitou Manning e seu ataque a míseros 8 pontos e 306 jardas totais. Talvez um confronto que comprove o lema “ataques vencem jogos, defesas vencem campeonatos”?

1) New Orleans Saints (2011) – 467,13 jardas por jogo

Pontos por jogo: 34,2 (1º na NFL)

Campanha: 13-3 (1º na NFC Sul)

Desde o início da parceria entre o técnico Sean Payton e o QB Drew Brees, a equipe do New Orleans Saints deixou de ser coadjuvante para ser protagonista na NFL. Desde 2006 a franquia da Louisiana liderou a liga por cinco vezes em jardas de ataque. Em uma dessas oportunidades, na temporada 2011, Drew Brees teve um ano genial, registrando 46 TDs e quebrando o recorde de 27 anos de Dan Marino, conquistando 5476 jardas aéreas. Nenhum dos ataques que mais produziram na história da NFL conquistou o título. Na temporada 2011 o Saints perdeu o divisional round em uma partida emocionante contra o 49ers. Apesar de o ataque funcionar e marcar 32 pontos, a defesa não segurou a equipe de San Francisco, e Brees não teve a chance de tentar o título em sua melhor temporada da carreira.

Compartilhe

Comments are closed.