quinta-feira, 23 de junho de 2016

Compartilhe

top-10

Dando continuidade a série de textos com as listas dos dez melhores jogadores da liga em cada posições, hoje é a vez de falarmos sobre os Tight Ends. Um bom jogador da posição deve fazer um bom trabalho no bloqueio, força, alguma velocidade e receber passes com facilidade. Antes de comentar, elogiar ou criticar lembre-se que o critério foi uma soma da CARREIRA com o MOMENTO ATUAL vivido pelos jogadores e a lista traz uma opinião, então não é uma verdade absoluta e todos são livres para discordar. Calouros na temporada passada não entram na lista, pois, em nosso julgamento, um ano na NFL é muito pouco para colocar um jogador entre os dez melhores da posição.

LEIA MAIS: TOP 10 – Linebackers
LEIA MAIS: TOP 10 – Running Backs

10º) Jordan Reed – Washington Redskins

jordan reed top 10 redskins

Uma grata surpresa no ano passado, Jordan Reed tem apenas 25 anos de idade e tem bastante tempo para melhorar ainda mais. Na NFL desde 2013, ele nunca foi titular absoluto no Washington Redskins, até porque, quando conseguia uma sequência de jogos, se lesionava e perdia tempo no campeonato. Porém, no ano passado ele embalou e teve o grande ano de sua curta carreira: foram 87 recepções, 952 jardas e 11 TDs, mostrando um entrosamento perfeito com Kirk Cousins. Se não fossem as pequenas lesões que o tiraram de duas partidas na temporada passada, ele com certeza passaria das 1.000 jardas recebidas, algo bem relevante se tratando de um TE. Agora, Reed precisa se manter saudável e atuar no máximo de jogos possíveis para mostrar que continua sua evolução como profissional.

9º) Julius Thomas – Jacksonville Jaguars

julius thomas top 10 jaguars

Na NFL desde 2010, existem dois Julius Thomas desde então: o do Broncos, que diversos recordes, e o do Jaguars, que ainda não conseguiu se adaptar como o espeorado. Titular absoluto em 2013 e 2014 em Denver, ele se transformou no alvo preferido do time na End Zone e anotou 24 TDs neste período (12 em cada, único a ter essa marca em duas temporadas seguidas). Em Jacksonville, na temporada passada, ficou fora do início do campeonato por uma lesão na mão e, quando entrou em campo, não parecia ser o mesmo que aterrorizava as defesas. Foram apenas 46 recepções para 455 jardas e 5 TDs jogando ao lado do jovem e talentoso Blake Bortles. Ainda com problemas no que diz respeito a bloqueios e proteção, precisamos esperar a próxima temporada para ver se o baixo rendimento do ano passado era apenas um problema de entrosamento no Jaguars ou se era Peyton Manning no Broncos que fez Julius Thomas parecer melhor do que realmente é.

8º) Tyler Eifert – Cincinnati Bengals

tyler-eifert top 10 bengals

Único TE selecionado na primeira rodada em 2013, a expectativa em cima de Tyler Eifert era grande, mas os dois primeiros anos dele na NFL foram bem abaixo do esperado. Como calouro, foi titular em todas as partidas do time, mas não conseguiu passar de 500 jardas recebidas e teve apenas 2 TDs, enquanto uma séria lesão o deixou de fora da temporada de 2014 inteira. Porém, ano passado, ele finalmente mostrou que a aposta do Cincinnati Bengals valeu a pena. Impressionando desde a primeira rodada, foi o vice-líder da NFL em TDs recebidos, algo impressionante para um TE e, merecidamente, escolhido para o Pro Bowl. Foram 52 recepções para 615 jardas e 13 TDs no ano passado, números que poderiam ser ainda melhores se não tivesse ficado fora de três partidas. Vindo da melhor temporada de sua carreira, agora é o momento para Eifert confirmar que não foi apenas uma ilusão e precisa continuar atuando em alto nível para se manter entre os melhores TEs da NFL.

7º) Jason Witten – Dallas Cowboys

jason-witten-top10-cowboys

Um atleta de 34 anos que atualmente tem uma sequência de 144 jogos seguidos como titular em alto nível não poderia ficar de fora desta lista. Na NFL desde 2003, quando foi selecionado pelo Dallas Cowboys, Jason Witten se transformou em um grande TE e parece só uma questão de tempo para ele entrar no Hall da Fama. Com 1.020 na carreira, ele ultrapassou o lendário Michael Irvin e se tornou o líder do Cowboys em recepções, algo simplesmente incrível para um TE de uma franquia recheada de grandes ídolos. Suas 11.215 jardas recebidas também são os maiores números para TEs ainda em atividade e, no momento, o colocam na 32ª posição de todos os tempos. Mesmo com a idade já “batendo na porta”, Witten ainda é bastante útil ao ataque do time de Dallas e ano passado teve 77 recepções para 713 jardas e 3 TDs, mesmo com Tony Romo machucado na maior parte da temporada, isso tudo sem falar em seu excelente trabalho como bloqueador e na proteção. Sem dúvidas ele um dos maiores TEs que já pisaram em gramados da NFL.

6º) Antonio Gates – San Diego Chargers

antonio-gates-top10-chargers

Outro veterano que também parece inacabável, Antonio Gates tem seu lugar reservado no Hall da Fama para quando se aposentar. Na NFL desde 2003, ao lado de Philip Rivers, ele formou a melhor dupla QB-TE da história da NFL e os dois foram responsáveis por 77 TDs na liga até agora. Ótimo no trabalho de bloqueios e proteção – características principais de um TE – , Gates também é excelente recebendo passes, tanto que é o recordista do San Diego Chargers em recepções, jardas recebidas e TDs recebidos. Além disso, é um dos nove atletas na história da NFL a passar da marca de 100 TDs e atualmente é o 7º de todos os tempos no quesito. Porém, se engana quem acha que o jogador não rende mais no ataque do Chargers: ano passado, mesmo suspenso nas quatro primeiras rodadas, recebeu 53 passes para 630 jardas e 5 TDs, mostrando que seus 36 anos ainda não interferem em seu rendimento.

5º) Travis Kelce – Kansas City Chiefs

travis Kelce

Um dos representantes dos jovens TEs que estão chegando com qualidade na NFL, Travis Kelce despontou na liga ano retrasado, quando teve sua primeira temporada completa e atuando em todos os jogos. Naquele ano em que nenhum WR do Kansas City anotou TDs, ele chamou a responsabilidade e foi o principal recebedor do time, tanto que foi acionado 67 vezes, conseguiu 862 jardas e ainda 5 TDs, nada mal para um jogador que ninguém dava nada e poucos conheciam. Considerado um “novo Rob Gronkowski” pela mídia norte-americana, ele voltou ainda melhor no ano passado e com Jeremy Maclin dividindo as atenções com ele, teve 72 recepções para 875 jardas, 5 TDs e sua primeira participação no Pro Bowl. Com um longo caminho ainda por percorrer, mas com um potencial enorme, Kelce precisa melhorar um pouco mais o seu trabalho de proteção e bloqueios e segurar a bola com mais cuidado, pois em apenas dois anos sofreu seis fumbles, assim a paciência dos torcedores pode acabar alguma hora.

4º) Delanie Walker – Tennessee Titans

delaine-walker-top10-titans

Depois de anos como reserva de Vernon Davis no San Francisco 49ers e apenas algumas participações por lá, Dalanie Walker foi para o Tennessee Titans em 2013 e desde então vem mostrando todo o seu potencial. Ano após ano por lá ele só vem melhorando e a temporada passada foi o auge de sua carreira, quando foi escolhido para o Pro Bowl, somou 94 recepções para 1.088 jardas e 6 TDs mesmo atuando no que foi o pior time da NFL. Ótimo também no bloqueio e na proteção – justamente como era mais utilizado no 49ers –, Walker provou que pode ser bastante útil no ataque do Titans e para o próximo campeonato, mais entrosado ainda com Marcus Mariota e com um grupo de recebedores melhor ao seu lado, tem tudo para repetir as grandes atuações e continuar sendo considerado um dos melhores TEs da NFL.

3º) Jimmy Graham – Seattle Seahawks

jimmy-graham sehawks

Há três anos, Jimmy Graham dividia opiniões no mundo do futebol americano na discussão de melhor TE da NFL e Rob Gronkowski não era uma unanimidade como é hoje em dia. Ele chegou surpreendendo a NFL quando em 2011 teve 99 recepções para 1.310 jardas – ambas maiores marcas da carreira – e 11 TDs, mas, por incrível que pareça, foi ainda melhor em 2013, quando liderou a NFL em TDs recebidos com 16 e somou 86 recepções para 1.215 jardas. Com uma escolha para o All-Pro Team e três participações no Pro Bowl, ele foi trocado pelo New Orleans Saints para o Seattle Seahawks no ano passado para abrir espaço no teto salarial da franquia, justamente após uma temporada abaixo do esperado nos “padrões Jimmy Graham”. Em sua nova equipe, demorou bastante até se adaptar e quando finalmente engrenou, uma lesão terminou com seu ano antes do esperado. Vindo das duas piores temporadas da sua carreira – ainda assim melhores do que muitos atletas – e se recuperando de lesão, Graham precisa mostrar que ainda pode atuar no mais alto nível para voltar a brigar pelo título de melhor TE da NFL, mesmo tendo seus problemas no trabalho de bloqueio e proteção.

2º) Greg Olsen – Carolina Panthers

greg-olsen-top10-panthers

Sem grande destaque quando defendia o Chicago Bears, a carreira de Greg Olsen só decolou quando ele chegou ao Carolina Panthers em 2011. A cada ano seus números vêm melhorando e desde 2012 ele não tem uma temporada abaixo de 800 jardas recebidas ou com menos de 5 TDs, mostrando um rara regularidade na NFL dos dias de hoje. Além disso, Olsen está no auge de sua carreira: nos últimos dois anos, em cada, foram mais de 1.000 jardas recebidas, mais de 6 TDs e um excelente trabalho também na proteção, o que resultou em duas escolhas para o Pro Bowl e uma vaga como reserva no All-Pro Team também duas vezes. Com 31 anos e vindo da melhor temporada de sua vida, não temos como afirmar se ele será menos acionado com a volta de Kelvin Benjamin ao ataque do Panthers, mas se a conexão com Newton continuar a mesma, será difícil tirar o lugar de Greg Olsen nesta lista no ano que vem.

1º) Rob Gronkowski – New England Patriots

rob-gronkowski-top10-patriots

Assim como no TOP 10 de RBs e LBs, não é uma tarefa muito difícil afirmar quem merece o primeiro lugar nesta lista. Desde que se tornou profissional em 2010, ninguém teve mais TDs recebidos do que Rob Gronkowski: são 65 contra 59 de Dez Bryant, algo simplesmente incrível se tratando de um TE, que, em tese, não tem tanta obrigação de receber passes quanto os WRs. O jogador do New England Patriots, há algum tempo, deixou de ser só o melhor TE da NFL para também entrar na conversa para ser considerado um dos melhores da história em sua posição. Fazendo um trabalho excelente nos bloqueios e proteção a Tom Brady, em seis temporadas na liga foram 380 recepções para 5.555 jardas e os já citados 65 TDs, isso tudo com apenas 27 anos de idade e muito ainda por jogar. Vale ressaltar que o atleta só participou de todos os jogos no campeonato em 2010 e 2011, seus dois primeiros na NFL. Com o título do Super Bowl XLIX no currículo, 4 vezes escolhido para o Pro Bowl e outras 4 para o All-Pro Team, só o tempo irá dizer qual é o limite para Rob Gronkowski.

Compartilhe

Comments are closed.