segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Compartilhe

Em meio à acirrada disputa dos playoffs da NFL, um assunto que tomou muitas manchetes no mundo do futebol americano foram as realocações de franquias. O Rams saiu de Saint Louis e voltou para Los Angeles antes do começo desta última temporada e, mais recente, o Chargers se juntou ao Rams e anunciou sua volta para a cidade. Claro que estas realocações são motivadas pelo cunho financeiro que domina a NFL, no qual os donos das franquias buscam as melhores condições possíveis para seus respectivos times, e é até compreensível. Porém, a mudança mais emblemática foi a do Chargers, que se arrastou por meses até o anuncio oficial na última semana, através de uma carta divulgada pelo dono. A mudança é imediata e valerá para a próxima temporada.

O curioso é que, no atual cenário da NFL, em que demanda estádios cada vez mais modernos e com uma capacidade que muitas vezes ultrapassa 70.000 torcedores, o Chargers vai na contramão desta situação. Ao menos em 2017, o time vai usar o StubHub Center, estádio da universidade de California State, em Carson, California, para demandar seus oito jogos em casa na próxima campanha. O RB Melvin Gordon disse que não atua para “poucas pessoas” desde quando ainda atuava no futebol americano colegial, antes mesmo de ser uma estrela universitária jogando por Wisconsin. Pensando nisso, o TOP 5 da semana lista os cinco maiores estádios da NFL, apenas para analisarmos o quão pequena vai ser a vantagem do Chargers, uma franquia tão tradicional, nas partidas que fará como mandante na campanha que se iniciará em Setembro deste ano.

*Nota: alguns times disponibilizam ingressos para que a torcida assista a partida em pé, mas foi levado em conta apenas a capacidade de ocupação de assentos dentro do estádio.

5) e 4) Los Angeles Memorial Stadium (atual casa do Los Angeles Rams) e AT&T Stadium (casa do Dallas Cowboys)

Capacidade: 80.000 lugares

Ano de inauguração: 1923 e 2009, respectivamente

A atual casa do Rams é “emprestada”, pois o USC Trojans, equipe de futebol americano da universidade é quem utiliza o estádio para mandar a maioria de seus jogos. Um dos mais emblemáticos de todo os EUA, principalmente no que diz respeito ao futebol americano universitário, também foi palco das cerimônias de abertura e encerramento das olimpíadas de 1932 e 1984, ambas realizadas na cidade, além de todas as provas de atletismo, as mais tradicionais da competição. O novo estádio da equipe, que será inaugurado em Inglewood, terá em sua capacidade cerca de 70.000 lugares, ou seja, na próxima temporada o Rams não figurará mais nesta lista. Já a casa do Cowboys é o famigerado “mundo de Jerry” pois Jerry Jones, o dono da franquia, construiu um dos mais modernos estádios da NFL, com um telão imenso que ocupa boa parte do campo. Não é incomum o Cowboys ter um público de mais de 100.000 pessoas em seus jogos, mas isso se deve ao fato da equipe vender ingresso para assistirem as partidas em pé atrás das duas end zones.

3) Lambeau Field – casa do Green Bay Packers

Capacidade: 81.435 lugares

Ano de inaguração: 1952

Um dos mais tradicionais estádios da NFL, a casa do Packers é também um dos mais antigos de toda a liga, porém ainda figura entre aqueles que acomodam o maior número de pessoas. O que chama a atenção é a incrível lista de espera para comprar um ingresso para assistir uma partida do Packers em casa, que gira em torno de 900 anos! Isto se deve ao fato de que a franquia é a única equipe de propriedade coletiva sem fins lucrativos dentro de todos os principais esportes americanos, em que os “donos” são os mais de 360.000 acionistas, que são quem de fato detém a prioridade na distribuição dos ingressos das partidas. O “Frozen Tundra” sempre foi a fortaleza do Packers durante décadas, muito por conta das mais de 80.000 vozes gritando “Go Pack Go” em cada uma das partidas. Diversos planos de renovação foram feitos ao longo das décadas, mas a franquia optou por manter sempre que possível todo o caráter místico que só o Lambeau Field trás consigo.

2) FedEx Field – casa do Washington Redskins

Capacidade: 82.000 lugares

Ano de inauguração: 1997

O interessante é que o estádio possuía o título de maior de toda a NFL até a temporada de 2010, com mais de 90.000 lugares disponíveis ao redor do campo. Porém, durante a intertemporada daquele ano, os torcedores que possuíam o carnê que garante o ingresso à todos os jogos em casa votaram para que fossem retiradas mais de 6000 cadeiras de forma imediata, fazendo a equipe perder tal título. Nos anos seguintes foram retiradas mais cadeiras da parte superior do estádio devido ao baixo interesse neste setor, isto para evitar o “black-out”, que é quando uma equipe não vende mais de 85% dos ingressos antes de 72 horas do início da partida, o que, nas normas da NFL, impede que o jogo seja transmitido ao vivo na cidade da partida. Ainda assim, o estádio é o segundo maior de toda a NFL e já chegou a receber públicos de mais de 90.000 pessoas no começo da década passada, em que o time conseguiu boas campanhas que culminaram em classificação para os playoffs.

1) MetLife Stadium – casa do New York Giants e do New York Jets

Capacidade: 82.500 lugares

Ano de inauguração: 2010

O estádio, também um dos mais novos desta atual fase da NFL, é dividido pelas duas franquias da cidade de Nova Iorque, e ostenta também o título de mais caro de toda a liga, o que deve ser superado em breve pelo estádio do Atlanta Falcons. Ao contrário de muitos dos estádios, principalmente os mais recentes, o o MetLife Stadium não possui teto, devido à discrepâncias no projeto de construção, que foi pago igualitariamente por Giants e Jets, após o Giants Stadium (ou New Meadowlands quando o Jets mandava seus jogos lá), ter ficado obsoleto após mais de trinta anos de uso, isto por volta de 2007. Outra coisa única dentro deste estádio é que, as primeiras cadeiras da arquibancada ficam a menos de 14 metros da linha lateral, o que é a menor distância entre todos os 31 estádios atuais utilizados pelas 32 franquias da NFL. O estádio é conhecido mundialmente também por abrigar diversos concertos musicais, alguns famosos como a turnê The Circle Tour de Jon Bon Jovi e o The Monster Tour, este sendo feito pela cantora Rihanna e o rapper Eminem.

Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.