segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Compartilhe

02super.xlarge3

Seu time começou mal a temporada? Pode ser que ainda haja tempo para um recuperação. Apesar de nenhuma equipe realmente ruim ter vencido o Super Bowl até hoje, um início de temporada regular inconsistente não elimina as chances de se levantar o Troféu Lombardi. Veja quais foram as franquias que venceram o Super Bowl, mesmo não tendo campanhas espetaculares na temporada regular.

5º) Pittsburgh Steelers – 2005 (11-5 /68%)

Pittsburgh Steelers' Hines Ward jumps in the air and scores a 43- yard touchdown pass from wide receiver Antwaan Randle El during Super Bowl XL. lbpfb "Super Bowl MVP"

O ano de 2005 foi definitivamente especial para Pittsburgh. A temporada começou bem, com duas convincentes vitórias por 34×7 e 27×7. Mas logo no terceiro confronto veio o primeiro de dois tropeços em casa, contra Patriots e Jaguars. Passado o susto, o time embalou, obtendo ao final da semana 10 o recorde de 7-2. Com a semana 11 veio o segundo momento de instabilidade. A equipe perdeu três jogos consecutivos para Ravens, Colts e Bengals. A resposta do QB Ben Roethlisberger e companhia foi dada dentro de campo. Eles não voltariam a perder. Venceram os últimos 4 jogos da temporada regular e se classificaram para a partida de wild card da AFC. Agora o time iniciaria uma série de jogos fora de casa rumo ao Super Bowl XL.

A primeira vítima dos playoffs foi o Cincinnati Bengals, pelo placar de 31×17. O segundo jogo foi contra Indianapolis. O Steelers vingou a derrota na temporada regular em um jogo espetacular, que é considerado uma das maiores vitórias de Pittsburgh, fora os Super Bowls. Big Ben ajudaria imensamente nessa vitória através de um tackle em Nick Harper, DB dos Colts, que, após recuperar um fumble, retornava a bola para um TD que selaria a vitória do time da casa. Esse tackle mudou a história do jogo, que acabou com uma vitória dos Steelers por 21×18. A final da AFC foi uma vitória sobre o Denver Broncos por 34×17. No Super Bowl Pittsburgh enfrentou Seattle, começando atrás no placar por 3×0, mas se recuperando no decorrer do jogo, marcando um TD em cada um dos 3 últimos quartos. O placar final foi 21×10 para o Pittsburgh Steelers.

4º) New England Patriots – 2001 (11-5 /68%)

Super Bowl XXXVI X

No início da era Tom Brady, o Patriots também terminou campeão do Super Bowl após terminar a temporada regular com uma campanha de 11-5. A principal diferença entre o 5º colocado é que nesse ano a equipe de New England começou a temporada com um recorde muito pior, perdendo três dos quatro primeiros jogos. Nenhum outro campeão de Super Bowl começou uma temporada tão mal quanto esse time de 2001. Tom Brady iniciou como reserva, assumindo a vaga quando o QB titular Drew Bledsoe se machucou, após receber um tackle violento que o mandou direto para o hospital, na semana 2 daquela temporada. Na semana 10 a equipe perdeu em casa para o St. Louis Rams e tinha um recorde de 5-5. Quem apostaria que uma franquia com esse desempenho chegaria ao Super Bowl? Da semana 11 em diante foram 9 vitórias seguidas.

O Patriots iniciou sua caminhada nos playoffs contra o Oakland Raiders, após folgar na semana dos jogos de wild card. O jogo não foi fácil. Vitória apertada em Foxborough por 16×13 na prorrogação. O jogo da final da AFC foi contra o Pittsburg Steelers, no Heinz Field. Vitória por 24×17. O Super Bowl foi disputado no Superdome, com vitória dos Patriots por 20×17 sobre o Rams.

3º) San Francisco 49ers – 1988 (10-6 /62%)

Roger Craig

Os campeões do Super Bowl XXIII tiveram um caminho árduo. O time com excelentes jogadores, como as lendas Joe Montana e Jerry Rice, teve uma temporada bastante irregular, alternando vitórias e derrotas até conseguir uma boa sequência de vitórias entre as semanas 12 e 15. Mas antes da pós-temporada amargou uma difícil derrota na sua casa, pelo placar de 38×16, para o rival de divisão Los Angeles Rams.

Apesar da desconfiança gerada pelo último jogo da temporada regular, o 49ers começou os playoffs com duas excelentes vitórias contra Vikings e Bears por 34×9 e 28×3, respectivamente. O Super Bowl foi bem mais equilibrado, sendo decidido faltando apenas 34 segundos para o fim do jogo. Joe Montana completou um passe de 10 jardas para o WR John Taylor marcar o TD. Era o terceiro dos quatro Super Bowls que o lendário QB conquistou em sua carreira.

2º) Green Bay Packers – 2010 (10-6/62%)

A Section

De forma semelhante ao terceiro colocado dessa lista, o Packers teve uma temporada de altos e baixos. Mas essa irregularidade não era tão evidente como o recorde de 10-6 faz parecer. Naquela temporada a equipe nunca perdeu um jogo por mais do que 4 pontos e nunca chegou a estar perdendo por mais do que 7 pontos durante toda a temporada. Duas de suas derrotas foram na prorrogação e em semanas consecutivas.

Green Bay conquistou a sexta vaga para os playoffs da NFC, jogando todos os jogos fora de casa. O primeiro adversário foi o Philadelphia Eagles. Vitória dos Packers por 21×16. O segundo adversário foi o Atlanta Falcons, que havia se classificado em primeiro na NFC naquele ano. Green Bay conseguiu uma vitória esmagadora por 48×21, tendo marcado 42 pontos nos quartos intermediários. O Chicago Bears foi o algoz na final da NFC, derrotado pelo placar de 21×14. O Super Bowl foi disputado contra o Pittsburgh Steelers. Aaron Rodgers anotou 3 TDs naquela final, assegurando a vitória do Green Bay Packers por 31×25 e sagrando-se MVP.

1º) New York Giants – 2011 (9-7/56%)

Super Bowl XLVI

Nove vitórias. Esse foi o número mágico para o New York Giants em 2011. Nenhum time conseguiu o título com menos vitórias em uma temporada regular de 16 jogos. A equipe começou com uma derrota, mas logo engrenou e terminou a semana 9 com o recorde de 6-2. Da semana 10 até a semana 15 o Giants viveu um verdadeiro inferno astral. Foram 5 derrotas em 6 jogos. Tudo parecia perdido. Nas duas rodadas finais New York conseguiu duas belas vitórias. A principal delas no último jogo da temporada regular, um Sunday Night Football contra o Dallas Cowboys. Era tudo ou nada para as duas equipes, que estavam empatadas da divisão. Quem vencesse aquele jogo avançaria para a pós-temporada. Eli Manning brilhou, lançando 3 TDs, garantindo a vaga com uma vitória por 31×14, para a alegria dos torcedores no Metlife Stadium.

Nos playoffs o Giants venceu com facilidade o primeiro jogo, contra o Atlanta Falcons, por 24×2. O segundo jogo foi contra os atuais campeões e favoritos da conferência Green Bay Packers. Vitória por 37×20 no Lambeau Field, em mais uma boa apresentação de Eli Manning. A final da NFC foi contra o 49ers, em um jogo extremamente equilibrado, decidido na prorrogação com um FG de 31 jardas anotado por Lawrence Tynes.

No Super Bowl XLVI o New York Giants mediu forças com o New England Patriots. O jogo foi emocionante do início ao fim, com as equipes alternando a liderança até os últimos instantes da partida. O jogo foi decidido faltando menos de um minuto para o final, quando Ahmad Bradshaw correu para um TD de 6 jardas, colocando números finais no placar de 21×17. Esse foi o segundo Super Bowl de Eli Manning conquistado sobre Tom Brady e o New England Patriots.

Compartilhe

Comments are closed.