terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Compartilhe

A temporada regular está acabando (insira emoji triste) e várias coisas já estão se decidindo, ou ao menos tomando forma. Campeões de divisão, os wild cards, candidatos aos prêmios individuais… e também o topo do draft. Os piores times da NFL em 2018 estão eliminados dos playoffs já faz algumas semanas, e falta muito pouco para todos saberem em qual posição escolherão. Há torcedores que, depois da eliminação consumada, até preferem ver o time perder para ter uma melhor situação no draft, mas isso é assunto para outro texto.

O “líder” na disputa pela primeira escolha geral é o Arizona Cardinals. Junto com o Oakland Raiders, são os times de pior campanha na temporada, com apenas 3 vitórias cada. O Cardinals escolhe primeiro por causa do critério de desempate, que é a força do calendário: somam-se as vitórias e derrotas de todos os adversários das equipes em questão e, o time que enfrentou os adversários com menos vitórias (ou seja, teoricamente teve um calendário mais fácil) fica com a escolha mais alta. Para confirmar a primeira escolha, basta ao Cardinals perder os jogos restantes, ambos contra rivais de divisão que ainda tem muito a disputar: primeiro contra o Rams, em casa, e fechando contra o Seahawks, em Seattle. Uma improvável vitória do Cardinals abriria caminho para o Raiders. No entanto, os comandados de Jon Gruden também tem um jogo ganhável, contra o claudicante Denver Broncos na Noite de Natal, antes de fechar o ano contra o Kansas City Chiefs.

Leia Mais: NFL na TV- transmissões da Semana 16

Leia Também: Power Ranking – tabus quebrados, o novo dono da NFC Norte e o Super Chargers

Depois de Cardinals e Raiders, temos os times com quatro vitórias. A terceira escolha geral estaria hoje nas mãos do New York Jets, que até começou bem a temporada, mas perdeu 7 dos últimos 8 jogos. O Jets tem uma boa possibilidade de pelo menos manter sua posição, com confrontos difíceis contra Packers e Patriots. Quem “perdeu espaço” nessa disputa foi o San Francisco 49ers, que era o dono da primeira escolha até o último domingo, mas caiu para o quarto lugar após a vitória contra o rival Seattle Seahawks. O 49ers encerra o ano com dois confrontos bem complicados: em casa contra o Chicago Bears, e contra o Rams, em Los Angeles.

 

O outro time com quatro vitórias é o Jacksonville Jaguars, provavelmente a grande decepção da temporada de 2018. E também é bastante provável, dada a situação atual do time, que eles não vençam mais nenhum jogo. Seus últimos adversários são o Miami Dolphins, que ainda briga por playoffs, e o Houston Texans, que até pode chegar na última semana já com o título da divisão, mas nesse caso disputaria com o New England Patriots o posto de cabeça de chave #2 na Conferência Americana e a consequente folga no Wild Card, ou seja: não vão aliviar para o Jaguars.

O top 10 do draft seria fechado pelas equipes que hoje estão com cinco vitórias. São eles, pela ordem: Atlanta Falcons, Detroit Lions, New York Giants, Tampa Bay Buccaneers e Buffalo Bills. O Green Bay Packers também tem cinco vitórias, mas como eles empataram um jogo, evidentemente tem uma derrota a menos e uma campanha melhor que os demais times citados. Muita coisa ainda pode mudar nessa faixa da tabela nas próximas duas semanas.

Após duas temporadas consecutivas em que o Cleveland Browns monopolizou o topo do draft (um oferecimento de Hue Jackson), dessa vez há um equilíbrio bem maior entre os piores times da Liga. O Arizona Cardinals é o favorito para ficar com a primeira escolha pelo calendário mais complicado, mas não seria a coisa mais chocante do mundo se eles conseguissem roubar uma vitória. E do Raiders pra baixo, pode acontecer qualquer coisa. Essa “disputa” pode não ser tão empolgante quanto a por playoffs, mas também vale a pena ficar de olho no que acontecerá por ali.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.