sexta-feira, 10 de abril de 2015

Compartilhe

NFL: Buffalo Bills at Pittsburgh Steelers

Ontem foi um dia triste para os fãs da NFL. Troy Polamalu, o famoso Safety cabeludo do Pittsburgh Steelers, anunciou a sua aposentadoria, aos 33 anos. O camisa 43 defendeu a franquia por 12 temporadas (2003-2014), se sagrando duas vezes campeão do Super Bowl (XL e XLIII). Polamalu se encaixa no tipo de jogador que é admirado por fãs de todos os times; sua liderança e espírito vencedor superam qualquer tipo de barreira para rejeição. O “Defensive Player of the Year” de 2010 é o atleta que todo torcedor deseja ter em seu time e todo adversário odeia enfrentar, Ele demonstrava no campo muito mais do que as suas habilidades técnicas, trazia consigo a paixão, a raça e a emoção, essas qualidades reunidas o tornam um dos maiores jogadores, não só do seu time, mas sim do esporte.

Troy Polamalu foi selecionado pelo o Pittsburgh Steelers com 16ª escolha geral do Draft de 2003, produto da faculdade de USC. O Steelers usou o camisa 43 em vários tipos de funções defensivas. Em 2005, o jogador igualou o recorde de número de sacks feito por um Safety, foram 3. No mesmo ano, o cabeludo liderou sua equipe para vencer o Super Bowl XL: vitória por 21 a 10 sobre o Seattle Seahawks, no Ford Field, em Detroit, acabando com um jejum que durava desde 1979, o ano da última conquista. Talvez, o grande momento de Polamalu tenha sido a interceptação retornada para touchdown no “AFC Championship Game” de 2008, contra o maior rival, o Baltimore Ravens, que guiou a sua equipe para mais uma aparição no jogo mais importante da temporada. No Super Bowl XLIII, o Steelers derrotou o Arizona Cardinals por 27 a 23, em Tampa Bay; mais uma conquista para o Safety que somou apenas 2 tackles no jogo.

Polamalu é um dos jogadores mais conhecidos pelos brasileiros, não só por suas habilidades como jogador, mas também por exibir sua vasta cabeleira. Um fato curioso que aconteceu numa partida: o camisa 43 foi vítima de um puxão em seus cabelos, algo que é permitido na regra da NFL, o seu cuidado era tanto que ele decidiu colocar até seguro em suas madeixas. Outra marca registrada do atleta eram os seus saltos por cima das linhas ofensivas adversárias que fazia para derrubar o QB. Com um timing perfeito, o jogador realizava lances espetaculares.

Em sua carreira, Polamalu colecionou prêmios coletivos e individuais: chegou três vezes ao Super Bowl, tendo conquistado o título em duas, foi eleito o melhor jogador defensivo de 2010, foi selecionado para o Pro Bowl em oito oportunidades, foi escolhido 4 vezes como All-Pro (a seleção da NFL) e foi eleito para o time da década de 2000. Em seus anos na franquia da Pennsylvania, o jogador obteve uma carreira gloriosa de 770 tackles, 12 sacks, 32 interceptações, 14 fumbles forçados e 3 touchdowns. É uma pena ver aposentadorias de jogadores do calibre de Polamalu. Não ver o cabeludo dominando a secundária da equipe de Pittsburgh é triste para o esporte. Uma trajetória que jamais será esquecida por todos os seus fãs ou até críticos; sua liderança e bravura ficarão na memória de todos os amantes da NFL. O camisa 43 do Steelers, provavelmente, será eleito para o Hall da Fama do esporte assim que possível e ganhará um lugar mais do que merecido para eternizar o seu legado como um dos maiores defensores da história do futebol americano.

Por Victor Hugo

Compartilhe

Leave A Reply