quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Compartilhe

MIN

O QB Sam Bradford mostrou que está pronto para liderar a franquia. O atleta mostrou bom entrosamento com seus recebedores e mostrou estar tecnicamente muito bem, conseguindo alto índice de acerto de passes sejam eles curtos ou longos.

No jogo corrido, todo o destaque vai para o RB Dalvin Cook, que tem deixou todos que cobriram o training camp do Vikings de queixo caído. Chegando a ser comparado a Le’Veon Bell por alguns, o corredor mostrou que tem o pacote completo ao correr com a bola seja atacando os buracos abertos pela OL ou esperando até que alguma brecha apareça, além da capacidade de recepcionar passes. Com isso, foi nomeado RB 1 para a temporada que está por vir, superando o reforço da intertemporada Latavius Murray. Murray foi prejudicado por conta de uma lesão ainda no início das atividades, mas será um bom ativo para quando a bola oval estiver em jogo. Quem caiu de produção foi Jerick McKinnon, que deve cabar se tornando a 3a opção do jogo terrestre.

Stefon Diggs se consolidou como o principal recebedor do time nos treinamentos, mostrando clara evolução em relação aos anos anteriores. Sua capacidade de correr rotas chamou a atenção, assim como sua sintonia com o QB Sam Bradford. Adam Thielen também aparece bem para ficar com a posição de WR 2, também impressionando ao percorrer e ter mãos muito seguras. Completam o grupo de WRs Laquon Treadwell e Michael Floyd, este último mesmo estando suspenso. Jarius Wright treinou bem atuando no slot, porém terá que competir com Stacy Coley, Rodney Adams e Cayleb Jones pelas vagas remanescentes. O TE Kyle Rudolph também deve ser bastante envolvido no jogo aéreo por conta de suas habilidades na recepção, porém demonstrou que ainda terá certos problemas quando tiver que bloquear.

A OL, mais qualificada para essa temporada, apresenta algumas surpresas. O lado esquerdo deverá ser mesmo formado Riley Reiff, que teve problemas físicos e pouco treinou, e Alex Boone. A posição de center deve ser ocupada por Nick Easton, que se aproveitou nos treinos de uma inconsistência por parte do calouro Pat Elflein. O lado direito parece gerar um pouco de preocupação, pois Joe Berger parece estar sentindo o peso da idade e Mike Remmers apresentou problemas na proteção para o passe.

Na defesa, a DL tem tudo para se manter sólida em 2017, com destaque para o DE Danielle Hunter, que brilhou nos treinos, mostrando que aumentou seu repertório de movimentos no pass rush e será um jogador para se ficar de olho na temporada. O outro DE, Everson Griffen, também dá sinais de que não deve diminuir sua produção. O corpo de LBs deve ver um aumento de produção de Anthony Barr, quue enfrentou dificuldades em 2016. O atelta, saudável, mostrou estar muito bem na marcação de passes e foi efetivo contras as corridas. Seu parceiro Eric Kendricks segue no caminho de evoluir ainda mais em 2017 e vem no caminho de se tornar um dos líderes dessa defesa.

Na secundária, o CB Xavier Rhodes, de contrato renovado, vem preparado para ter mais uma temporada dominante contra quem tiver de marcar. Parece estar mais confiante e vem tomando conta da última linha de defesa. Terrence Newman, por outro lado, caiu de produção e a idade parece começar a pesar para o competente DB e Trae Waynes será o titular em 2017. A dupla de safeties parece consistente com Harrison Smith e Andrew Sendejo, que se portaram bem nos exercícios.


Acompanhe nosso conteúdo mais de perto e fique por dentro de tudo o que rola na NFL e NCAA: Siga nosso Twitter e curta nossa página no Facebook. Para ganhar DEZENAS de benefícios e se tornar um apoiador do site e do nosso trabalho, clique aqui.

Compartilhe

Comments are closed.